A Guerra dos Tronos - Capítulo 26

De Gelo e Fogo wiki
Ir para: navegação, pesquisa


Jon IV
Capítulo de A Guerra dos Tronos
A Guerra dos Tronos.jpg
PDVJon Snow
LocalCastelo Negro
PáginaPT-BR Leya (Outras versões)
Cronologia dos capítulos (Todos)
Jon III
Eddard V ← Jon IV → Eddard VI

Jon V

Samwell Tarly aparece no pátio enquanto Jon reina outros recrutas. Quando Sor Alliser Thorne ordena que Sam seja espancado após ceder suas investidas, Jon e seus amigos ajudam o novo recruta. Mais tarde, Jon fala com Sam e, no fim das contas, convence os outros colegas a serem delicados com Sam, apesar dos comandos de Thorne.

Resumo

Samwell Tarly, extraído de 'A Guerra dos Tronos - Edição Ilustrada', por Magali Villeneuve ©.

Jon está ajudando os outros recrutas no treinamento com espadas quando Samwell Tarly, o menino mais gordo que já viu, entra no pátio. Sam explica nervosamente que lhe foi dito que fosse lá para treinar, e Pyp o identifica por sua voz como um garoto bem nascido vindo da região de Jardim de Cima. Sam é imediatamente ridicularizado por Sor Alliser Thorne, que diz que agora estão enviando porcos para a Muralha. Embora Sam tenha trazido sua própria armadura, ela não é preta, então ele precisa ser equipado novamente, o que requer algum engenho do armeiro.

Quando Sam retorna, Sor Alliser envia Halder, um garoto muito forte, contra ele. Em menos de um minuto, Sam vai ao chão gritando, com o elmo quebrado. Quando Sam se recusa a levantar, Thorne diz a Halder que o golpeie com a espada até ele se levantar. As objeções de Jon são inicialmente interrompidas pelo Pyp, mas depois de ver Sam sofrer muitos golpes, Jon o sacode e declara que não há honra em vencer um inimigo espancado desta maneira.

Jon ajuda Sam, enquanto Sor Alliser zomba que ele está "defendendo o amor de sua senhora". Declarando que é um exercício de treinamento, Thorne envia Halder, Rast e Albett para enfrentar Jon e derrotar Sam. Jon se prepara para uma luta difícil; Sor Alliser já enviara dois meninos contra ele antes, mas nunca três. Para a surpresa de Jon, Pyp e Grenn o ajudam. Os meninos que estão contra Jon hesitam, mas Jon ataca. Jon logo derruba Halder, mas não antes de levar um golpe no ombro. Então ele ajuda Pyp a derrubar Rast. Quando Rast cai, Albett cede e Sor Alliser parte furioso.

Halder arranca o elmo e o joga no pátio, declarando que pensou que venceria Jon. Jon admite que ele quase conseguiu. Quando Jon tenta retirar seu elmo, sente dor no ombro. Sam, com a cabeça ensanguentada onde seu elmo foi quebrado, aparece e ajuda Jon a remover o elmo gentilmente. Sam se apresenta, Jon se apresenta, Grenn e Pyp também; Sam agradece a todos. Quando perguntado por que ele não tentou de defender e lutar, Sam afirma que não poderia, porque é um covarde. Jon e seus amigos ficam sem palavras - quem admitiria ser covarde? Ao ver a resposta de Jon e seus amigos, Sam se desculpa com eles, afirmando que ele não gosta de ser um covarde. Quando Sam se dirige para o arsenal, Jon diz a ele que amanhã ele fará melhor, mas Sam insiste que não o fará.

Após Sam sair, Grenn afirma que ninguém gosta de covardes, e está preocupado com o que os outros vão pensar se estiverem associados a um covarde. A resposta de Pyp é que se Grenn encontrasse um urso na floresta, ele seria muito estúpido de fugir. Grenn insiste que saberia correr mais rápido do que Pyp, então ataca Pyp quando ele percebe que caiu na armadilha no colega.

Para os recrutas, as manhãs são para espadas e tardes para outros trabalhos, para que a Patrulha possa medir as habilidades de um recruta. Naquela tarde, Jon está espalhando cascalho em cima da Muralha sozinho. Isso lhe dá a chance de cobservar Sam. Ele pensa sobre a afirmação de Tyrion Lannister sobre negar uma verdade difícil e percebe que na admissão de covardia de Sam, há um certo tipo de coragem.

Quando ele entra no salão comum onde o jantar está quase pronto, Jon passa por seus amigos e se junta a Sam, que está sentado sozinho. Depois de apresentar Fantasma e uma conversa educada, Jon pede a Sam para conversar lá fora. Enquanto eles andam, Sam admite que ele não pensou que a Patrulha da Noite seria assim; Todos os castelos estão caindo, e é tudo muito frio. Jon sugere que deve ser mais quente onde Sam nasceu, e Sam explica que ele nunca havia visto neve até um mês atrás.

Jon leva Sam para a Muralha, mas Sam se recusa a escalar as grandes escadas de madeira. Jon responde que há um elevador, mas Sam afirma que ele não gosta de alturas. Quando Jon pergunta por que um garoto que tem medo de tudo se juntaria à Patrulha, Sam começa a chorar até que Fantasma lambe seu rosto, o que faz com que ambos riam. Jon começa a falar sobre Winterfell, revelando um sonho recorrente que ele tem todas as noites, onde ele retorna para casa para encontrar o castelo Stark completamente vazio. Enquanto conta isso para Sam, Jon pensa em como várias patrulhas recentes foram feitas para encontrar Benjen Stark, que desapareceu Além da Muralha. Em seus sonhos, Jon sempre encontra-se descendo as escadas para as criptas no escuro, e então que ele acorda.

Jon pergunta se Sam já sonhou com Monte Chifre. Sam insiste que não, e que odiava lá. Depois de um longo silêncio, Sam conta a história de por que ele foi enviado para a Muralha. Seu pai, Lorde Randyll Tarly, sentia nojo de seu filho mais velho, que era tão gordo, macio, estranho e exagerado. O interesse de Sam pela música, livros, dança e roupas confortáveis só piorou a situação. Muitos mestres de armas foram trazidos para Monte Chifre para tentar fazer de Sam o tipo que seu pai queria. Quando um segundo filho, Dickon finalmente nasceu, Lorde Randyll desistiu de Sam. No 15º dia de seu nome, Sam foi escoltado para um bosque próximo, onde foi informado pelo pai de que deveria abandonar sua reivindicação a Monte Chifre e se juntar a Patrulha da Noite, ou então seu pai o faria sofrer um acidente. Jon acha estranho que Sam conte a história com uma voz tão desapegada, sem chorar nenhuma vez.

Jon então retorna para o salão comum. Seus amigos explicam que eles não isolaram Sam; havia lugares no banco, mas Sam era tão presunçoso que passou reto por eles. Jon insiste que todos eles não poderão mais bater em Sam, seja o que for Sor Alliser disser. Rast, no entanto, insiste que, se Thorne o enviar contra Senhora Porquinha, ele cortará uma fatia de bacon, e ri na cara de Jon. Naquela noite, Jon - com Pyp, Grenn e Fantasma - visita Rast em sua cela. Com a boca de Fantasma em volta da garganta de Rast, Jon conta a Rast que eles sabem onde ele dorme.

Depois disso, não importa o que Sor Alliser faça ou diga, ele não consegue fazer com que nenhum dos recrutas faça nada contra Sam, a não ser tocá-lo quando são colocados contra ele. Mais tarde, Sam agradece a Jon e o chama de seu primeiro amigo; Jon responde que não são amigos, mas irmãos. Jon agora percebe que Robb, Bran e Rickon são os filhos de seu pai, mas que ele nunca foi um deles; seus verdadeiros irmãos são os marginalizados da Patrulha da Noite. Ele percebeu que seu tio estava certo, e se pergunta se ele verá Benjen novamente para lhe dizer isso.

Lista de Personagens

Aparecem:

Mencionados:

Mencionados:

Termos e locais mencionados

Lugares:

Termos:

Itens:

Sobre a página

Esta página utiliza conteúdo baseado em A Game of Thrones-Chapter 26, um artigo de A Wiki Of Ice And Fire.