A Guerra dos Tronos - Capítulo 30

De Gelo e Fogo wiki
Ir para: navegação, pesquisa


Eddard VII
Capítulo de A Guerra dos Tronos
A Guerra dos Tronos.jpg
PDVEddard Stark
LocalPorto Real, Westeros
PáginaPT-BR Leya (Outras versões)
Cronologia dos capítulos (Todos)
Eddard VI
Sansa II ← Eddard VII → Tyrion IV

Eddard VIII

Depois de ver o corpo de Sor Hugh, Ned e Sor Barristan Selmy tentam convencer o Rei Robert de não competir no corpo a corpo do Torneio da Mão. Depois, Sandor Clegane ganha o torneio quando ele salva a vida do Loras Tyrell, o Cavaleiro das Flores. Mais tarde, Varys visita Ned para revelar que Robert estava destinado a morrer no corpo a corpo.

Sinopse

Arte extraída de 'A Guerra dos Tronos - Edição Ilustrada', por John McCambridge ©.

Ned e Sor Barristan Selmy veem que Sor Hugh é tomado pela Irmãs Silenciosas. Sor Barristan Selmy explica que ele mesmo estava de vigília pelo cavaleiro caído, já que o menino não tinha mais ninguém além de uma mãe que estava muito longe no Vale de Arryn. Sor Hugh foi o escudeiro de Lorde Jon Arryn há quatro anos e foi nomeado cavaleiro pelo próprio Rei Robert Baratheon após a morte de Jon Arryn. Ned se pergunta se o menino foi morto por propósito por ordem um Lannister para evitar que Ned o interrogasse.

A armadura de Sor Hugh é nova, forjada especialmente para o torneio e vale muito dinheiro. Sor Barristan não sabe se Sor Hugh já tinha acabado de pagar o ferreiro. Ned responde que o menino pagou caro demais e ordena que as irmãs silenciosas enviassem a armadura para a mãe do menino. Sor Barristan continua a andar com Ned e informa-o de que Rei Robert pretende lutar no combate corpo a corpo. Ned já sabe. Quando Sor Barristan sugere que as palavras bêbadas são muitas vezes esquecidas pela manha, Ned insiste em que Robert se lembrará.

Quando se aproximam do pavilhão do rei, eles ouvem Robert furioso em seus escudeiros, Tyrek e Lancel. Quando eles entram na tenda, Robert reclama que seus escudeiros não podem sequer armá-la direito, mas Ned diz que os meninos não têm culpa, já que a armadura é pequena demais para Robert, que está mais gordo do que quando era jovem. Robert diz a Ned com uma raiva simulada que ele não deveria chamar seu rei de gordo, e então envia os dois escudeiros para obter um alargador peitoral com Ser Aron Santagar. Depois que os escudeiros vão em busca do referido alargador, Robert e Sor Barristan riem e até mesmo Ned sorri ao pensar que os meninos estão em busca de algo que não existe.

Ned pergunta se os dois escudeiros são de Casa Lannister. O rei admite que são, e Ned pensa que há muitos Lannisters ao redor do Rei. Colocando o pensamento de lado, Ned pergunta sobre a briga entre o rei e sua esposa. Robert aproveita a oportunidade para reclamar sobre a audácia Cersei ao dizer-lhe que não deveria participar do combate corpo a corpo, e ele afirma que Lyanna Stark não teria feito tal coisa. Ned insiste que Robert realmente não conhecia Lyanna, e que ela teria dito que ele não tinha negócios lutando no combate corpo a corpo. Isso não dissuade Robert, que insiste participar do corpo a corpo. Quando Sor Barristan explica que nenhum homem se atreveria a atacar um rei durante o combate corpo a corpo, Robert está furioso e manda Sor Barristan ir embora, mas ordena que Ned fique e beba com ele.

Robert lamenta a Ned que ele nunca se sentiu tão vivo como quando estava conquistando o trono e nunca se sentiu tão morto depois de tomá-lo. Ele declara que Ned ou Jon Arryn deveriam ter sido o rei, mas Ned lembra a Robert que ele tinha o melhor pretensão. O rei declara que não queria se casar depois da morte de Lyanna e que era Jon Arryn quem recomendou Cersei Lannister. Robert admite que Cersei é linda, mas insiste que ela é fria e que Jon Arryn foi um tolo por recomendar o casamento; Robert só concordou com o casamento para ter o apoio do rico e poderoso Tywin Lannister evitando que este apoie Viserys Targaryen para reivindicar o trono.

Robert também pede desculpas a Ned pela morte da loba gigante de Sansa Stark, admitindo que ele tem certeza de que Joffrey mentiu sobre o incidente. Ele diz que sonha em desistir da coroa e se tornar um mercenário nas Cidades Livres, mas o pensamento de Joffrey no trono com Cersei sussurrando em seu ouvido o detêm. Robert pergunta a Ned como ele poderia ter feito um filho como Joffrey. Ned responde que Joffrey é apenas um menino e que Jon Arryn muitas vezes se preocupou com próprio Robert quando era menor. Robert admite que isso é verdade e afirma que ele se transformou em um bom rei. Quando Ned não responde, Robert declara que Ned poderia pelo menos dizer que ele é um rei melhor do que Aerys. Ned admite a verdade nisso. Robert insiste que ele e Ned ainda têm muitos anos ainda para corrigir as coisas e torná-lo um bom governante.

Mudando o assunto, Robert pergunta quem Ned acredita que ganhará a justa. Robert comenta que Loras Tyrell é um filho para se orgulhar e conta a Ned a história de quando o jovem cavaleiro desmontou Sor Jaime Lannister no torneio anterior. Então, o rei menciona que Renly lhe contou sobre a adorável irmã de 14 anos de idade do Cavaleiro das Flores, Margaery.

Durante a refeição da manha, Robert lembra a Ned de quando eram meninos. As histórias trazem um sorriso no rosto de Ned, que percebe que este era o Robert com quem cresceu e se ele puder provar as acusações, esse homem vai escutar. O pensamento da queda de Cersei e Jaime Lannister faz o sabor da comida melhor.

Ned chega no torneio e senta-se com sua filha Sansa. Na primeira vez, Petyr Baelish aposta a favor de Sor Jaime Lannister e contra Sandor Clegane, uma vez que um cão não morderá a mão que o alimenta. Ele perde a aposta quando Cão de Caça derrota Sor Jaime na segunda corrida, depois de quase perder a primeiro. Sansa diz a Ned que ela sabia que Sandor ganharia, e Mindinho pede-lhe para dizer a ele quem vencerá a segunda partida.

Quando eles guiam Sor Jaime, que não pode mais ver através de seu elmo por causa do barro que está preso nele, Sor Gregor Clegane está pronto. Ele é o maior homem que Ned já viu, sendo até mesmo maior que Hodor. Ned lembra de Gregor como um homem de reputação terrível; supostamente ele adulterou o crânio do bebê Aegon Targaryen e se vangloriou de que ele estuprou e matou a mãe do bebê, a princesa Elia. Há também rumores de circunstâncias estranhas em torno das mortes de suas duas esposas, sua irmã e seu pai, além da queimadura do rosto de seu irmão.

O oponente de Gregor Clegane é o Cavaleiro das Flores, magro e elegantemente armado. Depois de comparar Sor Loras e seu oponente, Sansa Stark pede ao pai para garantir que Sor Loras não fique ferido. Ned assegura-lhe que as lanças são projetadas para quebrar para evitar lesões, mas não pode deixar de pensar em Sor Hugh.

Sor Gregor Clegane tem uma enorme dificuldade em controlar seu garanhão, enquanto Sor Loras Tyrell demonstra sua exímia equitação em sua égua. Quando começa, a montaria de Gregor começa um galope imediatamente, enquanto a égua de Sor Loras começa suavemente. Eles se encontram enquanto Gregor ainda está lutando com sua montaria, escudo e lança. A lança de Sor Loras Tyrell ataca Gregor Clegane perfeitamente, derrubando-o de sua montaria. A lança de Ser Loras nem sequer é quebrada, e a multidão alegra-se.

Gregor Clegane se levanta com raiva, exige sua espada, decapitando seu cavalo. Ele então avança em direção a Sor Loras Tyrell e envia o Cavaleiro das Flores ao chão com seu primeiro golpe. Ele está prestes a desferir um golpe de morte quando Cão de Caça o interrompe. Gregor Clegane desfere vários golpes de espada na a cabeça de seu irmão, mas Sandor para cada um, permanecendo na defensiva. Quando ouve a voz do Rei, Cão cai no joelho. O golpe de Gregor passa pelo ar, e finalmente Gregor Clegane volta a seus sentidos, deixa cair a espada, olha para o Rei Robert Baratheon e foge. Em gratidão, Sor Loras Tyrell oferece a vitória a Cão de Caça, existindo uma uma justa final. A multidão ovaciona Cão de Caça pela primeira vez em sua vida.

Enquanto eles se dirigem para o campo de tiro com arco, Petyr Baelish observa que Sor Loras Tyrell usou uma égua no cio e isso estava perturbando o garanhão de Sor Gregor Clegane. Um menino chamado Anguy ganha o evento de tiro com arco, e Ned envia Alyn para lhe oferecer uma posição entre seus guardas, mas o menino se recusa. Thoros de Myr, que luta com uma espada flamejante, ganha o corpo a corpo que dura três horas. Quando a lista de lesões é relatada, Ned agradece que Robert não tenha participado.

Na festa da noite, Ned permanece mais esperançoso do que ele estava há muito tempo. Robert Baratheon está com um bom humor, os Lannisters não estão à vista, e até mesmo suas filhas estão se comportando. Sansa fala com Arya agradavelmente e até pergunta como está sua Dança da Água. Arya explica que ela está dolorida e mostra um hematoma desagradável na perna. Sansa declara que Arya deve ser uma dançarina terrível.

Mais tarde, Ned examina o hematoma de Arya enquanto está em uma perna. Ele pergunta se Syrio Forel está sendo muito duro com ela, mas Arya responde que cada hematoma é uma lição e cada lição faz você melhorar. Ned está preocupado, mesmo que a Syrio Forel tenha uma excelente reputação como espadachim de Bravos e isso se adapte à lâmina fina de Arya. Ele se lembra de encontrar Arya vagando pelo castelo com os olhos vendados porque Syrio Forel estava ensinando-a a enxergar com os ouvidos, o nariz e a pele. Arya também tem praticado camblotas. Ned oferece outro professor a Arya, mas ela insiste que quer Syrio Forel como professor. Ned sabe que qualquer mestre de armas decente poderia dar a Arya os fundamentos da luta de espadas sem os olhos vendados, caretas e pulos em uma perna só, mas ele também sabe que não é útil argumentar com Arya.

Ned retorna ao sua torre, pensando no que aprendeu. Ele tira o punhal e se pergunta por que Tyrion Lannister, ou qualquer outra pessoa, iria querer Bran morto. Ele tem certeza de que a queda de Bran está de alguma forma ligada à morte de Jon Arryn, mas ele não consegue entender a relação. Jory ainda está procurando nas casas de prostituição, e Ned tem certeza de que Gendry é um filho bastardo de Robert Baratheon. Há também Edric Storm, um bastardo que Robert foi forçado a reconhecer pelo alto nascimento de sua mãe. Ele também se lembra da primeira filha de Robert quando ele ainda era rapaz em Vale de Arryn. No entanto, nenhum bastardo pode ameaçar a linha de sucessão referente aos filhos verdadeiros de Robert Baratheon, já que os bastardos não têm direitos de herança.

Um estranho batena porta, que acaba sendo Varys disfarçado. Ned está impressionado; ele nunca viu Varys vestir nada além de seda, veludo e perfume, mas agora o eunuco veste roupas grosseiras, botas de barro e cheira a suor. Ned exclama que nunca teria reconhecido Varys. O eunuco diz que isso é bom porque ele preferiria que os espiões da rainha também não soubessem dessa reunião.

Varys revela a Ned que os Lannisters esperavam matar Robert durante o combate corpo a corpo. Quando Ned pergunta por que Cersei proibiria Robert de competir se ela planejava tê-lo morto, Varys ressalta que a maneira mais segura de fazer Robert competir seria proibi-lo. Ned está furioso que Varys não lhe disse, mas logo admite que ele teria ido diretamente a Robert Baratheon, que teria lutado para mostrar aos inimigos que não os temia.

Varys explica a Ned que há dois tipos de pessoas na Fortaleza Vermelha: aqueles leais ao reino e aqueles leais apenas para si mesmos. Varys diz que agora sabe que Ned é leal ao reino porque ele dissuadiu o rei de entrar no corpo a corpo. Varys também revela que Cersei Lannister teme Ned porque Robert Baratheon nunca o prejudicará, nem mesmo a seu comando, enquanto Robert executaria Varys em um piscar de olhos a pedido da rainha, uma vez que o rei tem pouco amor por espionagem, espiões e eunucos.

Ned argumenta que Robert deve ter outros amigos e que seus irmãos são certamente leais. Varys responde que odiar a rainha e amar o rei não é exatamente o mesmo. Varys continua dizendo que Sor Barristan ama sua honra, Grande Meistre Pycelle ama seu escritório, e Mindinho adora Mindinho. Varys acrescenta que o Guarda Real é um escudo de papel: Sor Boros Blount e Sor Meryn Trant são os homens da rainha, Sor Barristan é velho, e as lealdades do resto também são suspeitas. Ned insiste em que eles devem avisar Robert, mas Varys lembra-lhe que, sem provas, só perderão. Ned insiste que os conspiradores tentarão novamente, e Varys concorda, afirmando que, juntos, eles poderão pará-los.

Quando ele se levanta para ir embora, Varys lembra Ned para continuar tratando-o com seu desprezo de costume. Quando Varys chega à porta, Ned pergunta como Jon Arryn morreu. Varys diz-lhe que foi um veneno raro e dispendioso chamado Lágrimas de Lys foi usado. Varys continua dizendo que ele sugeriu um provador para sua comida, mas Lorde Arryn recusou. Quando Ned pergunta quem administrou o veneno, Varys afirma que provavelmente foi seu escudeiro, Sor Hugh, que agora está morto. Após Lysa para o Ninho da Águia, Sor Hugh permaneceu e teve o dinheiro para comprar novas armaduras.

Como uma pergunta final, Ned pergunta a Varys o que Jon Arryn estava fazendo que levou a seu assassinato. Varys responde: "Fazendo perguntas".

Sobre a página

Esta página utiliza conteúdo baseado em A Game of Thrones-Chapter 30, um artigo de A Wiki Of Ice And Fire.