A Guerra dos Tronos - Capítulo 42

De Gelo e Fogo wiki
Ir para: navegação, pesquisa


Tyrion VI
Capítulo de A Guerra dos Tronos
A Guerra dos Tronos.jpg
PDVTyrion Lannister
LocalEstrada de Altitude através da Montanhas da Lua no Vale de Arryn
PáginaPT-BR Leya (Outras versões)
Cronologia dos capítulos (Todos)
Tyrion V
Jon V ← Tyrion VI → Eddard XI

Tyrion VII

Tyrion e Bronn montam acampamento na Estrada de Altitude. Tyrion quer fazer uma fogueira, mas Bronn protesta que isso trará os Clãs das montanhas do Vale até eles. Tyrion não vê sentido em tentar evitar os clãs e Bronn cede. Enquanto Tyrion planeja, os Corvos de Pedra chegam e Tyrion negocia um acordo.

Sinopse

Arte extraída de 'A Guerra dos Tronos - Edição Ilustrada', por Victor Manuel Leza Moreno ©.

Tyrion e Bronn se abrigaram na Estrada de Altitude. Tyrion recolhe madeira e pergunta a Bronn se um ramo em particular fará um bom fogo. Bronn pergunta se ele tem um desejo de morte, pois uma fogueira trará os Clãs das montanhas do Vale até eles. Bronn acha que é melhor viajar depressa à noite, evitar a estrada e não fazer barulho nem fogueiras. Tyrion afirma que viajar rápido à noite é uma boa maneira de cair da montanha e que os clãs os encontrarão, não importa o que eles façam. Bronn responde que isso significa que eles são homens mortos. Tyrion insiste que prefere morrer confortável e pergunta se Bronn haverá alguma caça; ele não está ansioso pela carne salgada e pão duro que Lysa Arryn lhes forneceu.

Bronn ameaça levar o cavalo de Tyrion e partir, perguntando o que Tyrion faria. Tyrion responde que o anão provavelmente morreria. Quando Bronn pergunta se Tyrion acredita em sua ameaça, Tyrion admite que sim, comentando que Bronn foi rápido em acabar com Chiggen quando ele foi atingido por uma flecha na barriga. Bronn responde que Chiggen não tinha como sobreviver e ele teria feito o mesmo por Bronn.

Bronn explica que, embora ele tivesse lutado por Tyrion, ele não é seu amigo nem seu servo. Tyrion aceita isso com bom humor, afirmando que o anão está interessado na espada de Bronn, não em sua amizade. Quando Bronn pergunta como Tyrion sabia que ele seria seu campeão no Julgamento por combate, Tyrion explica que ele não sabia, mas tentou antecipar a natureza ambiciosa de um mercenário como Bronn: ir em busca do ouro. Bronn ajudou a levar Tyrion cativo na esperança de uma recompensa, mas os Starks são muito orgulhosos para ter uma escória como Bronn em seu serviço permanentemente, então Tyrion apostou que Bronn iria abandonar a Senhora Catelyn para o próximo empreendimento esperançoso: resgatá-lo pelo ouro.Bronn diz a Tyrion que ele tem uma língua ousada e que algum dia alguém vai cortá-la e obrigá-lo a engolir. Tyrion responde que todo mundo diz isso a ele. Tyrion então declara que embora Bronn seja escória, ele não é estúpido e soube qual era seu maior interesse durante o Julgamento por combate, para a sorte de Tyrion.

Quando Bronn acende rapidamente o fogo com pederneira, Tyrion complementa dizendo que Bronn até pode ser escória, mas é também muito útil e quase tão bom com uma espada quanto seu irmão Sor Jaime.

Então Tyrion pergunta o que Bronn quer: ouro, terra ou mulheres. Ele promete que, se Bronn o mantiver vivo, ele terá o que deseja. Bronn pergunta sobre o que acontece se Tyrion morrer. Tyrion graceja e complementa dizendo que se o anão morrer o ouro acaba para o mercenário. Bronn responde que sua espada é do anão, mas que ele não é um bajulador e que não vai dobrar os joelhos, pois ele não lambe as botas de ninguém. Em seguida, informa Tyrion afirma ter certeza de que Bronn não é amigo de homem algum, acrescentando que ele tem certeza de que Bronn o trairá como ele fez com a senhora Stark se houver lucro nisso. No entanto, Tyrion diz a Bronn para lembrar que ele pode cobrir qualquer preço oferecido para traí-lo, visto que ele gosta de viver. Bronn desaparece para caçar a pedido de Tyrion.

Uma hora depois, eles comem uma cabra que assaram. Tyrion reclama da dureza da carne, mas diz que não reclamará muito alto já que no Ninho da Águia ele teria que dançar em um precipício para comer um feijão cozido. Bronn então reclama que o anão deu uma bolsa de ouro para o carcereiro Mord e Tyrion afirma que um Lannister sempre paga suas dívidas, mas manteve sua prata, no entanto. O anão lembra que depois de entregar a bolsa com ouro para Mord, Tyrion disse que se ele já se cansasse do serviço da Senhora Arryn, ele só precisaria ir até Rochedo Casterly para pegar o resto. Bronn pergunta o que Tyrion planeja quando eles alcançam o rio e Tyrion declara uma quer uma prostituta, um colchão de penas e vinho para começar e depois ir para Rochedo Casterly ou Porto Real, já que ele tem perguntas sobre um certo punhal. Bronn parece surpreso que Tyrion seja verdadeiramente inocente.

Enquanto se deitam na noite, Tyrion observa que os membros do clã estão levando muito tempo para aparecer. Bronn responde que eles temem uma armadilha, já que eles estão tão abertos. Tyrion sugere que eles cantem para atraí-los. Quando Tyrion assobia uma música, ele pergunta a Bronn se já ouviu ela antes. Bronn afirma que ele ouviu em pousadas e prostíbulos. Tyrion continua dizendo que a primeira garota que ele dormiu costumava cantar. Ele conta a Bronn a história de quando ele e seu irmão Jaime a resgataram. Eles ouviram um grito e Tysha veio correndo para a estrada perseguida por dois homens. Jaime foi atrás dos homens enquanto Tyrion desmontava para proteger a garota. Ele diz a Bronn que ela era cerca de um ano mais velha do que ele, de baixa estatura, meio faminta e não lavada. Quando Jaime saiu para buscar ajuda de Rochedo Casterly, Tyrion a levou para uma estalagem onde eles compartilharam uma refeição e conversaram. O vinho foi para a cabeça de Tyrion, que tinha 13 anos, e eles acabaram na cama. Quando ele tomou sua virgindade ela chorou e depois o beijou. Ele encontrou um septão bêbado para um casamento e eles arrumaram uma casinha onde eles brincavam de homem e mulher por uma quinzena. Então o septão ficou sóbrio e disse para o pai de Tyrion, e esse foi o fim de seu casamento. Jaime foi forçado a confessar que a menina era uma prostituta e que ele armou tudo para que o anão perdesse a virgindade. Então Lorde Tywin entregou a garota aos guardas para sexo e pagou-lhe uma moeda de prata para cada um. Tywin fez Tyrion ir por último lugar, fazendo com que ele lhe pagasse uma moeda de ouro uma vez que ele era um Lannister.

Bronn afirma que ele teria matado o homem que fez isso com ele e Tyrion afirma que ele talvez um dia faça, pois um Lannister sempre paga suas dívidas. Tyrion entra no seu manto de dormir e sonha com as celas do Ninho da Águia, mas desta vez ele é o carcereiro, empurrando o pai no abismo.

Bronn o acorda e Tyrion gesticula para Bronn ficar imóvel. Então Tyrion chama os membros do clã para se juntarem a eles e compartilharem sua cabra. Uma voz responde que, como esta é a montanha deles, a cabra é deles também. Tyrion concorda e pergunta seus nomes. Eles se declaram como o Clã dos Corvos de Pedra e um grande homem chamado Shagga armado com dois machados pisou na luz primeiro. Lentamente, o resto surge, armado com uma variedade de armas, incluindo forcados.

Tyrion se apresenta e se declara um membro do "Clan Lannister". Ele se oferece para pagar os membros do clã pelo bode que eles comeram. Gunthor, que parece ser seu chefe, pergunta o que ele tem para lhes dar, e Tyrion diz que ele tem prata em sua bolsa e suas armas e armaduras. Conn responde que Tyrion vai pagá-los com sua própria moeda, já que eles podem pegar o que querem de seus cadáveres. Gunthor afirma que eles não têm nada para dar além de suas vidas e pergunta a Tyrion como ele gostaria de morrer. Tyrion responde que gostaria de morrer em sua própria cama, com uma barriga cheia de vinho e com membro na boca de uma donzela qualquer aos oitenta anos de idade. Shagga ri, mas os outros parecem não se divertir.

Gunthor diz a Conn para matar Bronn e levar Tyrion para ordenhar cabras e divertir as mães. Bronn se levanta, perguntando quem morre primeiro, mas Tyrion grita para ele parar. Tyrion pergunta aos membros do clã se as armas que estavam carregando eram as melhores que puderam roubar, dizendo que no máximo eram boas para matar ovelhas, se elas não lutassem. Ele acrescenta que os ferreiros de seu pai cagam armas melhores. Gunthor, pensando nas mulheres famintas e crianças de sua tribo, está interessado e pergunta o que Tyrion lhes dará por suas vidas. Tyrion responde que dará as armas que necessitam e muito mais, oferecendo-lhes o Vale de Arryn.

Sobre a página

Esta página utiliza conteúdo baseado em A Game of Thrones – Chapter 42, um artigo de A Wiki Of Ice And Fire.