Batalha da Margem do Lago

De Gelo e Fogo wiki
(Redirecionado de Batalha de Lakeshore)
Ir para: navegação, pesquisa
Batalha da Margem do Lago
Conflito Dança dos Dragões
Data 130 d.C.
Local A oeste do Olho de Deus, nas Terras Fluviais
Resultado Vitória dos Negros
Beligerantes
Os Verdes Os Negros
Comandantes
Lorde Lefford
Lorde Swyft
Lorde Reyne
Lorde Roderick Dustin
Lorde Forrest Frey
Robb Rivers
Lorde Bigglestone
Lorde Chambers
Lorde Perryn
Sor Garibald Grey
Lorde Jon Charlton
Lorde Ben Blackwood
Forças
Desconhecido (presume-se maior que o dos Negros) + 2 000 nortenhos
200 cavaleiros
600 homens de infantaria das Terras fluviais
300 arqueiros
+ reforços
Baixas
+ 2 000 mortos ou feridos

Lorde Lefford
Lorde Swyft
Lorde Reyne
Sor Clarent Crakehall
Sor Tyler Hill
2 000 mortos ou feridos

Lorde Forrest Frey
Lorde Bigglestone
Lorde Jon Charlton

A Batalha da Margem do Lago (também conhecida como "Comida de Peixe") foi um grande combate ocorrido perto do Olho de Deus, nas Terras Fluviais, durante a guerra civil Targaryen conhecida como Dança dos Dragões.[1]

Prelúdio

Durante a Dança dos Dragões, a Casa Lannister das Terras Ocidentais apoiava os Verdes, enquanto a Casa Stark do norte e a maioria dos desorganizados senhores das Terras Fluviais apoiavam os Negros. Lorde Jason Lannister levou um exército para o leste para apoiar Aegon II Targaryen, mas Jason acabou morrendo por Pate de Folhalonga na Batalha do Ramo Vermelho.[2] O exército Lannister continuou seu avanço lento, principalmente devido a idade e fragilidade do seu comandante, o Lorde Lefford.[1]

Batalha

Quando os homens das Terras Ocidentais chegaram na margem oeste do lago chamado de Olho de Deus, Lorde Lefford descobriu que a força inimiga na margem oposta era liderada por Roderick Dustin com seus dois mil homens (conhecidos como Lobos do Inverno), além do Lorde Forrest Frey com duzentos cavaleiros e seiscentos soldados de infantaria e Robb Rivers com 300 arqueiros. Havia também outra força marchando pelo sul, liderados pelo cavaleiro Pate de Folhalonga, junto com os lordes Bigglestone, Chambers e Perryn. O cauteloso Lefford mandou corvos para Harrenhal para buscar a ajuda de Aemond Targaryen, mas Robb Rivers derrubou todos os corvos com seus arqueiros.[1]

Os Negros foram reforçados por mais soldados vindos de pequenos senhorios das Terras Fluviais, incluindo o Sor Garibald Grey, Lorde Jon Charlton e Lorde Ben Blackwood.[1]

O exército das Terras Ocidentais foi atacado no amanhecer do dia seguinte. Os nortenhos estavam na vanguarda, caindo sobre os Lannister cinco vezes. Atacados pelos Negros de três lados diferentes, os soldados Lannisters foram forçados a se retirar para o Olho de Deus. Muitos morreram enquanto tentavam atravessar o rio.[1]

Resultado

Mais de 2 mil soldados foram mortos nesta batalha, fazendo desta um dos confrontos mais sangrentos da guerra civil. Os Negros perderam os lordes Frey, Bigglestone e Charlton, enquanto dois-terços das tropas nortenhas foram mortas ou feridas. Os Verdes perderam seu comandante, o Lorde Lefford, e os lordes Swyft e Reyne e os cavaleiros Clarent Crakehall e Tyler Hill.[1]

Após esta grande derrota dos Verdes, o príncipe Aemond e o Sor Criston Cole abandonaram Harrenhal, com Aemond lançando uma campanha de guerrilha, montando seu dragão Vhagar, e Criston indo para o sul para encontrar com o Lorde Ormund Hightower.[1]

Referências