Jonos Bracken

De Gelo e Fogo wiki
Ir para: navegação, pesquisa
Jonos Bracken
Bracken.png
Bracken.png
Jonos Bracken by cloudninja9.jpg
Jonos Bracken, por Katharyn Young ©
Título Lorde de Barreira de Pedra
Lealdade Casa Bracken
Cultura Homens dos rios
Nascimento Em Barreira de Pedra[1]
Aparece
Mencionado
Aparece
Mencionado
Aparece

GoT Logo.jpg
Jonos Bracken HBO.jpg
Interpretado(a) por Gerry O'Brien
Aparições 1ª Temporada
Apareceu em 1 episódio (ver seção)

Jonos Bracken é o lorde de Barreira de Pedra e chefe da Casa Bracken. Na série de televisão é interpretado pelo ator Gerry O'Brien.

Aparência e personalidade

Veja também: Imagens de Jonos Bracken
Jonos Bracken, por Тхе Мичо ©

Jonos é mais pesado que Jaime Lannister e mais baixo. Ele tem ombros e braços magros e olhos e cabelos castanhos. Jonos veste uma túnica de lã marrom bordada com o garanhão vermelho, símbolo da Casa Bracken. Quando pronto para o combate, ele usa armadura e cota de malha e um capacete cinza com uma crista de crina de cavalo.[2]

História

Jonos tem várias filhas e também um filho bastardo, Harry Rivers. Seu rival, Lorde Tytos Blackwood, não acredita que ele realmente seja o pai do rapaz, contudo.[2]

Eventos recentes

Info Aviso: Esta seção contém revelações sobre o enredo (spoilers).

A Guerra dos Tronos

Antes de prender Tyrion Lannister na Estalagem do Entroncamento, Catelyn Stark faz um soldado Bracken afirmar que Jonos é leal ao pai dela, o lorde Hoster Tully, o Senhor Supremo do Tridente.[3]

Após a morte do rei Robert I Baratheon, o Trono de Ferro exige que Jonos e outros lordes das Terras Fluviais jurem fidelidade ao novo rei, Joffrey I Baratheon.[4] Lorde Tywin Lannister envia Gregor Clegane para atacar a fortaleza de Barreira de Pedra. Sor Gregor estupra uma das filhas de Jonos e depois saqueia e incendeia seu castelo.[2][5]

Após a conclusão do cerco a Correrrio, onde o exército Lannister foi derrotado na Batalha dos Acampamentos, Jonos recebe notícias de que Barreira de Pedra foi incendiada e está em ruínas. Durante o conselho de guerra de Robb Stark, que acontece em Correrrio, ele se senta o mais longe possível do seu rival, Tytos Blackwood, Lorde de Corvarbor. Jonos sugere que os senhores das Terras Fluviais e do Norte se unam a Renly Baratheon contra o rei Joffrey I e os Lannisters, e surpreendentemente concorda com Tytos ao repudiar a sugestão de Catelyn de tentar uma solução negociada para encerrar a guerra. Jonos se junta aos demais nobres presentes ao declarar Robb como o Rei do Norte[5] e do Tridente.[6]

A Fúria dos Reis

Após a coroação de Robb, Jonos recebe permissão de levar seus homens embora para reconquistar seu castelo de Barreira de Pedra. Na batalha contra os soldados Lannister, Jonos é ferido e seu sobrinho, Hendry Bracken, é morto em combate.[7]

Jonos concorda novamente com seu rival, Lorde Blackwood, que Sor Edmure Tully criou um bom plano para encurralar Lorde Tywin Lannister nas Terras Fluviais.[8]

A Tormenta de Espadas

É revelado que o filho bastardo de Jonos, Harry Rivers, foi morto pelos Lannisters.[9]

Jonos desaprova e condana Catelyn por soltar Sor Jaime Lannister, cativo do rei Robb Stark.[10] Lorde Bracken toma parte dos ritos funerários de Hoster Tully, junto com outros nobres das Terras Fluviais.[11]

Após Robb Stark ser morto no Casamento Vermelho, o lorde Tywin Lannister espera que Jonos decida dobrar o joelho para o Trono de Ferro.[12]

Após a morte do rei Joffrey, o novo monarca dos Sete Reinos, o menino Tommen I Baratheon, perdoa Jonos e este compromete os seus soldados aos Baratheons de Porto Real.[13]

O Festim dos Corvos

Lorde Jonos cerca a fortaleza de Solar de Corvarbor para o Trono de Ferro. Após Sor Jaime resolver o cerco de Correrrio, Lorde Karyl Vance implora para que ele intervenha no impasse em Corvarbor já que Tytos Blackwood nunca se renderia a Jonos, seu rival.[14]

A Dança dos Dragões

Sor Jaime Lannister chega para resolver o cerco de Corvarbor, encontrando Jonos com uma mulher comum chamada Hildy. Quando Jaime pergunta a respeito da Senhora Bracken, Jones responde que ela passa boa parte do seu tempo rezando após a queima de Barreira de Pedra pelos homens de Tywin Lannister.[2]

Jonos mostra para Jaime um mapa com as terras de Tytos Blackwood que ele pretende reivindicar, junto com compensações que quer receber pelos danos causados por Sor Gregor Clegane a suas terras e família. Jaime relembra ele que Tytos ainda não havia se rendido e permitir que Jonos mantenha sua cabeça mesmo depois de ter se rebelado ao lado da Casa Stark já era recompensa o bastante pelos crimes de Sor Gregor (que já estava morto). Jonos insiste que ele se manterá fiel a Coroa.[2]

Durante sua rendição a Sor Jaime, lorde Tytos concorda em entregar uma parte das terras Blackwood para os Brackens. Jonos não está feliz ao saber que Jaime está tomando um dos filhos de Tytos, Hoster, como refém ao invés de sua única filha, Bethany. Jaime então ordena que Jonos lhe entregue uma de suas próprias filhas para também servir como refém e fazer parte da corte da rainha-regente Cersei Lannister em Porto Real.[2]

Info Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo (spoilers).

Na série de televisão

Veja também: Imagens de Jonos Bracken em Game of Thrones

Aparições

Aparições na 1ª Temporada de Game of Thrones
Winter Is Coming The Kingsroad Lord Snow Cripples, Bastards, and Broken Things The Wolf and the Lion
A Golden Crown You Win or You Die The Pointy End Baelor

Família

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Desconhecida
 
Jonos
 
 
 
Lady Bracken
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Desconhecida
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Harry Rivers
 
Barbara
 
Jayne
 
Catelyn
 
Bess
 
Alysanne
 
Hendry
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Referências