O Festim dos Corvos - Capítulo 28

De Gelo e Fogo wiki
Ir para: navegação, pesquisa


Cersei VI
Capítulo de O Festim dos Corvos
O Festim dos Corvos.jpg
PDVCersei Lannister
LocalPorto Real
Página354 PT-BR Leya (Outras versões)
Cronologia dos capítulos (Todos)
Cersei V
Jaime III ← Cersei VI → O Pirata

Cersei VII

Sinopse

Cersei e Taena seguem juntas na liteira da rainha a caminho do Grande Septo de Baelor. A senhora de Myr está contando pra Cersei sobre os homens que sempre estão ao redor de Margaery, e sobre peculiar o ritual da cama no casamento de Renly. Embora Taena não tenha certeza se Margaery ainda é uma donzela, ela afirma que Renly se relacionou com outra pessoa. Ela também deixa transparecer que, além de todos os cavaleiros e bardos que sempre visitam Margaery, o meistre Pycelle é um visitante frequente da jovem rainha, e seu irmão Loras a visita talvez mais do que qualquer outra pessoa.

As duas também falam sobre o novo Alto Septão, um homem que um dia foi um "pardal" e não um membro dos Mais Devotos. Cersei se mostra preocupada, e considera que talvez tenha que envenenar esse novo líder dos Sete, se ele se tornar alguém que ela não possa controlar.

Quando chegam ao topo da Colina de Visenya, a liteira da rainha não consegue continuar porque as ruas estão cheias de "pardais". Continuando a pé, Cersei pensa sobre como Pycelle não aprovou a sua escolha de Osfryd Kettleblack para substituir Addam Marbrand como comandante da Patrulha da Cidade. Ela toma nota de todos os ossos e crânios empilhados em torno da estátua de Baelor: Restos de septões e septãs que foram mortos pela guerra, porque não receberam nenhuma proteção do Trono. Nas portas do Grande Septo, homens armados bloqueiam a entrada dos membros da Guarda Real, pois eles têm armas. Cersei é autorizada a entrar apenas sozinha, mas fica pensando sobre esse novo exército armado que segue a Fé.

Dentro do septo, ela se choca ao encontrar o Septão Raynard em vestes de tecido grosseiro esfregando o chão, e descobre que o Septão Torbert foi preso por ser obeso enquanto tantos estão morrendo de fome. Ela repreende o novo Alto Septão, um "pardal" vestindo roupas puídas e de pé diante dela com os pés descalços. Ele diz a ela que a Fé vendeu a coroa de seu Tywin cedeu à Fé, bem como todos os objetos de valor que estavam em seus cofres, a fim de ajudar a alimentar os pobres. Cersei recorda de Qyburn lhe contou que os "pardais" quebraram as portas do septo com machados em suas mãos e seu líder sobre seus ombros. Ela agora entende como este homem foi eleito Alto Septão. Falando em privado, o padre a repreende por ter decapitado Eddard Stark nos degraus do Grande Septo, e revela que ele não chegou a Fortaleza Vermelha para abençoar Rei Tommen porque ele ainda está orando por orientação do Sete, para saber se o menino é o rei legítimo. A rainha regente começa a ferver de raiva, mas admite que os homens e mulheres santos nas estradas precisam de proteção contra o estupros e assassinatos: Cersei concorda em fazer Tommen rearmar a Fé, algo que o Rei Maegor proibiu quase 300 anos atrás. Ela promete restaurar a Fé Militante, para que o Alto Septão reconheça Tommen como rei e perdoe a dívida que a coroa tem com a Fé.

De volta, Cersei conta para Taena seu plano: com o acordo com a Fé, reduziu a dívida do Trono por quase um milhão de dragões, e limpou a cidade de "pardais", restaurando os Filhos do Guerreiro e os Pobres Companheiros. No entanto, ela não percebe as repercussões imediatas de sua atitude.

No caminho de volta para a Fortaleza Vermelha, a liteira de Cersei encontra a comitiva de Margaery retornando de um passeio a cavalo e banquete. Margaery diz a Cersei que ela deveria partilhar parte da carga de governar o reino. Mas Cersei ri dela, especialmente quando a jovem rainha diz que está sempre bem protegida por seu irmão Loras, quando sai para cavalgar.

Notas e Referências

Nota: Esta página utiliza conteúdo da A Wiki Of Ice And Fire. O conteúdo original está aqui em Cersei VI - A Feast for Crows.