Pretendentes Blackfyre

De Gelo e Fogo wiki
(Redirecionado de Pretendente Blackfyre)
Ir para: navegação, pesquisa
O rei Aegon IV Targaryen usando a espada Blackfyre para tornar cavaleiro seu filho bastardo Daemon.

Pretendentes Blackfyre é o nome dado aos diversos membros da Casa Blackfyre que disputaram com a Casa Targaryen o direito ao Trono de Ferro. Os Blackfyre atormentaram os Targaryen por gerações, desde a Rebelião de Daemon, no reinado de Daeron II Targaryen, até a Guerra dos Reis de Nove Moedas, no reinado de Jaehaerys II.

Os conflitos ocorreram em intervalos e dividiram o apoio da nobreza de Westeros, acarretando muita destruição, sofrimento e perda de vidas humanas. Boa parte do que se sabe das rebeliões é narrado em Dunk and Egg.

Os Pretendentes

Nota: Aenys Blackfyre, quinto filho de Daemon Blackfyre e Rohanne de Tyrosh, apesar de ter reivindicado a coroa no Grande Conselho de 233, nunca se lançou em rebelião contra o Trono de Ferro.

História

Antecedentes

O Rei Aegon IV, o Indigno legitimou todos os seus bastardos em seu leito de morte, colocando-os atrás de seu filho legítimo para a sucessão ao Trono de Ferro. De nascimento elevado, ficaram conhecidos como os Grandes Bastardos: Daemon Blackfyre, Aegor Rivers, dito Açamargo, Brynden Rivers, dito Corvo de Sangue, e Shiera Seastar. Após a morte de Aegon, Daeron II herdou o Trono de Ferro, mas seu direito foi contestado por seu irmão Daemon. A contestação foi sustentada por velhos boatos que afirmavam que Daeron não era filho de Aegon e sim de Sor Aemon Targaryen, o Cavaleiro Dragão. Também havia o fato de a antiga espada Targaryen, a Blackfyre, ter sido dada a Daemon por Aegon, o que fazia muitos dizerem que Aegon IV realmente queria que o filho bastardo o sucedesse.

Primeira Rebelião Blackfyre

Daemon fundou sua própria casa, a Casa Blackfyre, adotando como brasão o mesmo dos Targaryen, apenas invertendo as cores. Em 195 d.C., ele se opôs diretamente ao irmão, o rei Daeron II reivindicando para si mesmo o Trono de Ferro, o que causou a segunda grande guerra civil de Westeros, a Rebelião Blackfyre. A guerra custou milhares de vidas mas, na Batalha do Campo do Capim Vermelho, Daemon e dois de seus filhos mais velhos foram derrotados e mortos pelas forças leais aos Targaryen. No entanto, Açamargo fugiu com os demais filhos de Daemon e se exilou nas Cidades Livres, fundando a Companhia Dourada para preservar a força da Casa Blackfyre e planejar um possível retorno.

Segunda Rebelião Blackfyre

Em 212 d.C., Daemon II Blackfyre, disfarçado como Sor John, o Violinista, e outros partidários Blackfyre tentaram iniciar uma nova rebelião, usando um torneio para reunir aliados. Foram descobertos por Corvo de Sangue, que rapidamente acabou com a rebelião e prendeu todos os envolvidos.

Corvo de Sangue manteve Daemon II como prisioneiro do Rei Aerys I Targaryen a fim de impedir que Açamargo coroasse outro rei Blackfyre.[1].

Terceira Rebelião Blackfyre

Em 219 d.C., Açamargo lançou uma nova invasão após coroar Haegon Blackfyre. Foi no fim do reinado do Rei Aerys I Targaryen, que não era muito envolvido no governo, mas a liderança de seu irmão mais jovem, Maekar, durante o conflito, foi louvável, assim como a coragem de seu jovem filho Aegon. Aerion Chamaviva também teve participação ativa nesses eventos. Na guerra aconteceu o segundo duelo entre Corvo de Sangue e Açamargo. No final da batalha, Haegon foi traiçoeiramente morto após se render e entregar sua espada. Açamargo foi tomado cativo e levado acorrentado para a Fortaleza Vermelha, apesar dos protestos insistentes de Chamaviva e Corvo de Sangue, que pediam sua execução. Lá, Aerys I tolamente lhe ofereceu misericórdia e o enviou num navio para se juntar à Patrulha da Noite. Os apoiadores Blackfyre souberam disso através de seus informantes e atacaram o navio, libertando Açamargo antes que ele chegasse ao seu destino. Antes que o ano acabasse, Aegor retornou a Tyrosh e coroou o filho mais velho de Haegon como Daemon III Blackfyre.

Aenys Blackfyre e o Grande Conselho de 233

Com a morte do Rei Maekar I, devido ao número de pretendentes, Corvo de Sangue convocou um Grande Conselho para decidir a sucessão. Dentre os mais cotados, estavam Maegor, filho de Aerion Chamaviva, e Aegon, filho de Maekar.

Aenys Blackfyre, o quinto filho do Dragão Negro, enviou uma carta de seu exílio em Tyrosh e expôs sua pretensão, tentando ganhar por meio da diplomacia o que seus parentes falharam por três vezes com as armas. Traiçoeiramente, Corvo de Sangue lhe ofereceu um salvo-conduto, o que lhe permitiria ir a Porto Real e expôr o seu caso na frente dos lordes e não ser molestado. Contudo, assim que Aenys chegou, Corvo de Sangue o capturou e cortou sua cabeça, apresentando-a aos lordes reunidos no Grande Conselho como um aviso a todos que nutrissem simpatia pelos Blackfyre.

No fim, o Grande Conselho acabou escolhendo Aegon, que se tornou Aegon V, o Improvável. O ato de Corvo de Sangue lhe custou sua queda, já que Aegon V o demitiu e o mandou para a Patrulha da Noite. Isso também fez com que os exilados westerosi do outro lado do Mar Estreito ficassem mais hostis.

Quarta Rebelião Blackfyre

Em 236 d.C., Daemon III Blackfyre e Açamargo lançaram a Quarta Rebelião Blackfyre. Seu exército desembarcou no Gancho de Massey. Contudo, eles conseguiram pouco apoio, sendo vistos como tão esfarrapados quanto seus estandartes. Na Batalha da Ponte Guaquevai, Sor Duncan, o Alto, assassinou Daemon III e Açamargo fugiu novamente.

Quinta Rebelião Blackfyre/Guerra dos Reis de Nove Moedas

Entre 256 d.C. e 257 d.C., o capitão-general da Companhia Dourada, Maelys Blackfyre, reuniu suas forças no Leste e tentou invadir Westeros. O rei no Trono de Ferro, Jaehaerys II respondeu de imediato, enviando seus exércitos para Passopedra. O conflito que se seguiu foi batizado de Guerra dos Reis de Nove Moedas e Sor Barristan Selmy matou Maelys Blackfyre em combate singular, pondo fim à linhagem masculina da Casa Blackfyre.

Resultado

Após gerações de conflitos, os pretendentes Blackfyre foram todos (aparentemente) mortos. A Companhia Dourada, porém, continua a existir como uma poderosa força mercenária em Essos.

Genealogia

 
 
 
Daena Targaryen
 
Aegon IV Targaryen
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Daemon Blackfyre
 
Rohanne
de Tyrosh
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Aegon
 
Aemon
 
Daemon II
 
Haegon
 
Esposa
 
Aenys
 
Dois Filhos
 
Filha(s)
 
Calla
 
Aegor Rivers
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Daemon III
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Daemon
 
 
 
 
Maelys
 
 
 
 
 

Citações

Algum antigo rei morto deu uma espada para um filho em vez de para o outro. Foi isso que começou tudo.
— Sor Duncan

Referências e Notas


Nota: Esta página utiliza conteúdo da A Wiki Of Ice And Fire. O conteúdo original está aqui em Blackfyre Pretenders. A lista de autores pode ser vista no histórico da página.