Ações

Mudanças entre as edições de "Kevan Lannister"

m
(Aparência e personalidade)
Linha 38: Linha 38:
  
 
Apesar de ser dito que Kevan nunca tem um pensamento que [[Tywin Lannister|Tywin]] não tenha tido antes, ele não é de maneira nenhuma tolo; simplesmente reconheceu a superioridade de seu irmão desde muito jovem. Kevan ficava confortável cumprindo seus deveres, realizando os desejos de seu irmão, apesar de isto significar viver para sempre em sua sombra. Ele é conhecido por sua lealdade e confiabilidade.
 
Apesar de ser dito que Kevan nunca tem um pensamento que [[Tywin Lannister|Tywin]] não tenha tido antes, ele não é de maneira nenhuma tolo; simplesmente reconheceu a superioridade de seu irmão desde muito jovem. Kevan ficava confortável cumprindo seus deveres, realizando os desejos de seu irmão, apesar de isto significar viver para sempre em sua sombra. Ele é conhecido por sua lealdade e confiabilidade.
 +
 +
[[Arquivo:Kevan Lannister.jpg|thumb|300px| Ian Gelder como Kevan Lannister na [[Game of Thrones|Série de TV]]]]
  
 
==História==
 
==História==

Edição das 00h36min de 26 de abril de 2016

Lannister de Rochedo Casterly.png
Kevan Lannister
Lannister de Rochedo Casterly.png
Kevan Lannister Amoka.jpg
Kevan Lannister, por Amoka ©
Título Sor
Mestre das Leis
Lorde Regente
Protetor do Reino
Lealdade Casa Lannister
Esposa(o) Dorna Swyft
Nascimento Em 245 d.C.
Morte Em 300 d.C., em Porto Real
Aparece
Aparece
Aparece
Aparece
PDV


GoT Logo.jpg
Interpretado(a) por Ian Gelder
Aparições 5º Temporada

Sor Kevan Lannister é o irmão mais novo de Tywin Lannister.

Na série de televisão, é interpretado pelo ator Ian Gelder.

Aparência e personalidade

Sor Kevan é descrito como um homem gordo de cinquenta anos, com ombros redondos e pele clara. É corpulento, está ficando careca. Possui uma barba amarela rente, seguindo a linha de seu grande maxilar.

Apesar de ser dito que Kevan nunca tem um pensamento que Tywin não tenha tido antes, ele não é de maneira nenhuma tolo; simplesmente reconheceu a superioridade de seu irmão desde muito jovem. Kevan ficava confortável cumprindo seus deveres, realizando os desejos de seu irmão, apesar de isto significar viver para sempre em sua sombra. Ele é conhecido por sua lealdade e confiabilidade.

Ian Gelder como Kevan Lannister na Série de TV

História

Por anos Kevan serviu como o mais confiável capitão de Tywin. Kevan uma vez lutou num torneio em Porto Real, mas foi atirado de seu cavalo por Thoros de Myr - seu cavalo ficou aterrorizado pela espada flamejante de Thoros. Ele foi descrito por seu sobrinho Jaime como um homem corajoso com uma espada, quando jovem.

Kevan casou com Dorna Swyft e tiveram quatro filhos: Lancel, os gêmeos Martyn e Willem, além da recém-nascida Janei.

Eventos recentes

Info Aviso: Esta seção contém revelações sobre o enredo (spoilers).

A Guerra dos Tronos

Sor Kevan acompanha Tywin Lannister durante sua campanha nas Terras Fluviais. Na Batalha do Ramo Verde, ele comanda o centro, uma força mista que deveria cobrir o flanco esquerdo, caso este caísse. Após a vitória, e a descoberta da verdadeira localização de Robb Stark, eles partem para Correrrio.

Quando as tropas de Lorde Tywin recebem as notícias da derrota na Batalha do Bosque dos Murmúrios e da captura de Jaime, ele continua com o resto do exército no caminho a Harrenhal. Tywin ordena que Kevan comande Gregor Clegane, Amory Lorch e Vargo Hoat, liderando seus homens em pôr fogo nas Terras Fluviais, do Olho de Deus ao Ramo Vermelho do Tridente, enquanto o resto da tropa se estabelece na gigantesca fortaleza tomada dos Qhent.

A Fúria dos Reis

Kevan acompanha a tentativa de seu irmão de penetrar nas Terras Ocidentais, e participou de diversas batalhas nas Terras Fluviais, até recuar após ser derrotado em Moinho de Pedra. Após, participa do ataque aos flancos de Stannis na Batalha do Água Negra.

A Tormenta de Espadas

Após o cerco de Porto Real, o Rei Joffrey Baratheon indicou Sor Kevan a seu pequeno conselho como Mestre das Leis. Ele também participa do casamento entre Sansa Stark e Tyrion Lannister, onde dança com diversas damas no banquete, inclusive com a noiva.

Ele está presente quando notícias do Casamento Vermelho são recebidas em Porto Real, e fica horrorizado quando o Rei Joffrey afirma que ele queria a cabeça de Robb Stark para que pudesse servi-la a Sansa em seu próprio casamento (pedido que Tywin recusou-se a atender).

O Festim dos Corvos

Após a morte de seu irmão, Kevan recebe da Rainha Regente Cersei a oferta de servir como Mão do Rei. Kevan tem sérias dúvidas sobre a liderança da Rainha, e afirma que somente aceitaria a oferta se ela o nomeasse também como Regente e retornasse ao Rochedo Casterly]. Ela, porém, recusa, e Kevan recusa o posto de Mão. Ele diz que, de acordo com o que ele viu de Joffrey, ela é tão incapaz como mãe quanto é como governante, levando uma enfurecida Cersei a jogar vinho em seu rosto. Posteriormente, Cersei, irritada, indica dois primos Lannister a posições para as quais Kevan seria mais indicado: Daven como Guardião do Oeste, e Damion como castelão de Rochedo Casterly.

Kevan cavalga como chefe da escolta que retorna o corpo de seu irmão ao oeste, para que seja enterrado no Rochedo Casterly. Kevan rapidamente se afasta de sua família, e passa a acreditar que Tyrion seja o assassino de Joffrey. Ele também acredita nos rumores de incesto entre Cersei e Jaime. Seu filho mais velho, Lancel, torna-se um fanático religioso e abandona Darry, a propriedade que Kevan havia conseguido para ele. Kevan também fica enfurecido que Daven Lannister recebe o título de Protetor do Oeste ao invés dele, apesar de não guardar nenhum rancor de seu primo, poi sabe que ele nunca desejou tal posição.

Ele se recusa a juntar suas forças aos de seu primo em Correrrio, e retorna ao oeste para ver seu fiho mais jovem, Martyn. Após a prisão de Cersei pela , o pequeno conselho, liderado pelo Grande Meistre Pycelle e pelo Mestre da Moeda, Harys Swyft, nomeiam Kevan Regente do Rei, e enviam um corvo a Rochedo Casterly oferecendo-lhe o posto.

A Dança dos Dragões

Kevan aceita o posto de Regente do Rei Tommen, e começa a tentar consertar a confusão feita por Cersei. Como uma concessão à Casa Tyrell, Kevan faz de Mace Tyrell a Mão do Rei, e eleva dois vassalos da Campina ao pequeno conselho: Lorde Paxter Redwyne, da Árvore, é nomeado Mestre dos Navios e Lorde Randyll Tarly, de Monte Chifre, é nomeado Mestre das Leis. Ele visita Cersei na prisão, e a confronta sobre ter tido um caso com seu filho Lancel. Ele diz a ela que, independente do resultado do julgamento, seu reinado chegou ao fim.

Ele discute com o pequeno conselho sobre como lidar com a crise da Coroa, com Jon Connington e seu pretendente Targaryen, além da crise financeira. Depois, janta com Cersei e Tommen. Um criado diz a Sor Kevan que o Grande Meistre Pycelle o procura. Ele encontra o meistre morto em seus aposentos. Varys aparece de repente, e atira em Kevan com uma besta. Varys pede desculpas a Kevan enquanto ele morre, dizendo que não tinha nada pessoal contra o cavaleiro...

...Isto dói-me, meu Lorde. Vós não mereceis morrer só, numa noite fria e escura como esta. Há muitos como vós, bons homens ao serviço de más causas...

Varys diz que não pode permitir que Kevan desfaça o trabalho de Cersei; com sua morte pela besta, Cersei acreditará que Kevan foi assassinado por Tyrion ou pela Casa Tyrell, que irão suspeitar dela, minando as alianças que mantém Tommen no Trono de Ferro, abrindo caminho para o Rei Aegon VI. Varys ordena a seus "passarinhos" que acabem com Kevan.

Legado

Sor Kevan Lannister passou a maior parte de sua vida na sombra de seu irmão. Após a morte de Joanna Lannister, Kevan se tornou o Capitão (e amigo) em quem Tywin mais confiava. Tyrion disse uma vez de seu tio que...

...Os deuses esculpiram-no para ser um seguidor, não um líder. Bem, os deuses e o senhor meu pai.

Em suas poucas aparições após a morte de Tywin, entretanto, Kevan provou ser um líder competente e capaz. Apesar de não ser um Lorde, seu pensamento estratégico, significativo número de seguidores e fortuna pessoal fizeram-no um homem de grande importância na corte. Sua liderança e habilidades diplomáticas o permitiram aplacar a inimizade com Jardim de Cima após os danos feitos por Cersei entre as Grandes Casas Lannister e Tyrell. Kevan também participou do processo de reunir a Fé dos Sete ao reinado de Tommen.

Varys sabia que Kevan poderia ter sucesso em reparar a aliança Lannister-Tyrell no Trono de Ferro, criando uma severa ameaça às investidas de Aegon VI, sendo esta a razão pela qual o matou.

Família

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
{Damon}
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
{Tybolt}
 
 
 
 
 
 
 
 
 
{Gerold}
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
{Cerelle}
 
{Tywald}
 
{Tion}
 
{Tytos}
 
{Jeyne Marbrand}
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
{Jason}
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
{Tywin}
 
{Joanna}*
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
{Kevan}
 
Dorna Swyft
 
Genna
 
Emmon Frey
 
{Tygett}
 
Darlessa Marbrand
 
{Gerion}
 
Ramo
Descendente
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
{Robert
Baratheon}
 
Cersei
 
Jaime
 
Tyrion
 
Lancel
 
Amerei Frey
 
 
Martyn
 
 
 
 
Prole
 
 
 
{Tyrek}
 
Ermesande Hayford
 
Joy
Hill
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
{Joffrey
Baratheon}
 
Margaery
Tyrell
 
Myrcella
Baratheon
 
Tommen
Baratheon
 
Margaery
Tyrell
 
 
 
{Willem}
 
Janei
 
 
 


Referências e Notas



Nota: Esta página utiliza conteúdo da A Wiki Of Ice And Fire. O conteúdo original está aqui em Kevan Lannister. A lista de autores pode ser vista no histórico da página.