Ações

Qhored Hoare

Hoare.png
Qhored I Hoare
Hoare.png
Informações biográficas
Nome completo Qhored I Hoare
Apelido(s) Qhored Greyiron
Qhored Blacktyde
Qhored o Cruel
Outros títulos Alto Rei das Ilhas de Ferro
Família
Casa Real Casa Hoare
Livro(s) A Guerra dos Tronos (mencionado)
O Mundo de Gelo e Fogo (mencionado)

Qhored I Hoare, conhecido como Qhored o Cruel, foi um notório membro da Casa Hoare e um dos maiores Reis da história das Ilhas de Ferro. Há quem diga que, na verdade, ele pode ter sido um membro da Casa Greyiron ou da Casa Blacktyde, mas não há consenso quanto a isso.[1]

História

O jovem Qhored primeiro chamou atenção quando saqueou Vilavelha, tomando milhares de mulheres cativas. Quando ele tinha 30 anos, ele derrotou o rei Bernarr II Justman e aprisionou seus três filhos, fazendo eles de reféns. Três anos depois ele matou os três garotos na Fortaleza Sangrenta de Pyke. O rei Bernarr II, enraivecido, lhe declarou guerra. Qhored derrotou seus exércitos e prendeu Bernarr, afogando-o logo em seguida como um sacrifício a Deus Afogado, encerrando assim a linhagem da Casa Justman.[1]

Durante o governo do rei Qhored, os homens de ferro prosperaram e eram temidos por todo o mundo conhecido. Sob seu comando, os homens das Ilhas de Ferro atingiram sua expansão máxima, governando vários territórios no Mar Poente, da Árvore até a Ilha dos Ursos.[2] Muitas cidades da costa oeste de Westeros foram abandonadas por medo dos saqueadores de Qhored, enquanto a maioria dos habitantes que ainda moravam perto das praias tiveram de pagar tributos.[1] O povo do Reino da Campina o chamava de "Qhored o Cruel".[3]

O rei Qhored morreu aos 90 anos de idade, após ter reinado por 75 anos.[1] Suas conquistas foram, contudo, sendo gradualmente perdidas pelos seus sucessores e descendentes. Seu governo é normalmente lembrado como a "idade áurea" dos homens de ferro.[2]

Referências

  1. 1,0 1,1 1,2 1,3 O Mundo de Gelo e Fogo, Referência errada.
  2. 2,0 2,1 A Guerra dos Tronos, Referência errada.
  3. O Mundo de Gelo e Fogo, Referência errada.