Abrir menu principal

Gelo e Fogo wiki β

O Festim dos Corvos - Capítulo 18

Victarion chega a Velha Wyk para a assembléia de homens livres e rejeita uma proposta aliança de Asha.

O Capitão de Ferro
Capítulo de O Festim dos Corvos
O Festim dos Corvos.jpg
PDVVictarion Greyjoy
LocalBerço de Nagga, Ilhas de Ferro, Westeros
Página223-232 PT-BR Leya (Outras versões)
Cena. (Série HBO)
Cronologia dos capítulos (Todos)
Cersei IV ← O Capitão de Ferro → O Afogado

O Pirata

Índice

Resumo

Victarion deixou a defesa de Fosso Cailin para Ralf Kenning, e navegou com a Frota de Ferro para Velha Wyk na Assembleia de Homens Livres. Quando a frota chegou ao Berço de Nagga, Victarion percebe que o irmão, Eron, bloqueou o seu navio Silêncio. O primeiro a cumprimentá-lo na costa é Aeron, e mais tarde, naquela noite, o sacerdote fica ao seu lado na festa. Vários capitães apoiam Victarion no trono, mas Lorde Blacktyde procura um rei que possa acabar com as guerras, dizendo:

"Balon era louco, Aeron é mais louco, e Euron é mais louco que todos eles."

Depois, o capitão encontra sua sobrinha, aconselhando-a a não fazer uma reivindicação também, porque mulheres não tem lugar no poder entre os homens de ferro. Asha mantém a sua reivindicação, e observa que Cabelo-Molhado pode ter subestimado o apelo da Assembleia, uma vez que Dunstan Drumm também reivindicará o trono, e fala-se de Maron Volmark está sendo cotado como herdeiro. No entanto, era evidente que a intenção de Aeron era legitimar Victarion como sucessor de Balon.

Sua conversa é interrompida pela chegada de Euron. Victarion observa que Euron não parece ter envelhecido nos quase três anos que ele partira. Aeron confronta Euron com a acusação de que "nenhum homem sem Deus pode sentar-se à Cadeira da Pedra do Mar", mas Euron argumenta que serve a mil deuses, o que deixa seu irmão furioso e faz com que deixe o salão.

Asha então acusa o tio pela morte de seu pai, mas Euron nega que tivesse alguma coisa a ver com isso. Quando uma luta quase irrompe entre Asha e um dos homens de Euron, Victarion exige que Euron saia. Depois de sua partida, Victarion e sua sobrinha caminham, e Asha pergunta se Euron foi banido por seu pai, pois ele sempre se recusou a falar sobre isso. Victarion, eventualmente, diz a ela que Euron engravidou a esposa de Victarion. Victarion queria matar seu irmão, mas Balon o proibiu e enviou Euron para o exílio. Mais tarde Victarion matou sua esposa com suas próprias mãos.

Asha oferece deixar de lado sua reivindicação se Victarion nomeá-la Mão do Rei quando acabar com a guerra. Ela diz a seu tio que fez um acordo com Lady Sybelle Glover, e que se eles devolverem aos Glover Bosque Profundo, Praça de Torrhen e Fosso Cailin, eles cederiam Pedra do Dragão Marinho, e toda Costa Pedregosa. Victarion não concorda.

Asha então fica decidida em reclamar o trono pra si.

Listas

Links externos

Sobre a página

Esta página utiliza conteúdo baseado em A Feast for Crows-Chapter 18, um artigo de A Wiki Of Ice And Fire.