Batalha da Ponte das Caveiras

De Gelo e Fogo wiki
Ir para: navegação, pesquisa
Batalha da Ponte das Caveiras
Conflito Conflito Para Lá da Muralha
Data 300 d.C.
Local Ponte das Caveiras na Garganta
Resultado Vitória decisiva da Patrulha da Noite
Beligerantes
Patrulha da Noite
Torre Sombria
Castelo Negro
Selvagens
Comandantes
Bowen Marsh Chorão
Forças
entre 390 e 490 patrulheiros em torno de 300 Selvagens
Baixas
~ 100
Sor Endrew Tarth,
Sor Aladale Wynch
Significativas

A Batalha da Ponte das Caveiras [1] foi uma vitória custosa para a Patrulha da Noite sobre os Selvagens. É travado na Ponte das Caveiras na Garganta.

Introdução

Mance Rayder lidera o Povo Livre para o sul com intenção de atacar a Muralha. A fim de retirar os defensores do Castelo Negro, Mance envia um grupo para atacar várias áreas da Muralha para desviar a atenção do seu grupo principal. O Primeiro Intendente Bowen Marsh, que assumiu o papel de castelão de Castelo Negro, morde a isca e, com a maioria dos homens no Castelo Negro, partiu até os invasores que estavam atacando a Torre Sombria.

Enquanto a força principal está longe de Castelo Negro, o portão sob a Muralha é fracamente defendido, o que permitiria que Mance assaltasse o portão e tentasse atravessar o Muralha.

Batalha

Bowen Marsh expulsa Chorão e trezentos selvagens na Ponte das Caveiras na Garganta. É uma batalha sangrenta, com cem irmãos do Patrulha da Noite mortos durante o combate. Não são conhecidas as baixas dos Selvagens nessa Batalha. [2]

Consequências da Batalha

Bowen Marsh foi gravemente ferido na Batalha e tem que ser levado para a Torre Sombria em uma maca. Sor Endrew Tarth e Sor Aladale Wynch são mortos na batalha. Isso atrasa o retorno da guarnição para Castelo Negro, onde está acontecendo a Batalha de Castelo Negro entre a pequena e frágil guarnição que sobrou no Castelo Negro, liderados por Jon Snow e a força principal do Povo Livre, liderados por Mance Rayder. [2]

Participantes conhecidos


Citações

Bowen Marsh perseguira os selvagens até a Torre Sombria, aparentemente, e ainda mais adiante, penetrando nas sombras da Garganta. Na Ponte das Caveiras tinha defrontado o Chorão e trezentos selvagens e vencido uma sangrenta batalha. Mas a vitória tinha saído cara, Mais de cem irmãos mortos, entre os quais Sor Endrew Tarth e Sor Aladale Wynch. A Velha Romã em si havia sido levada de volta à Torre Sombria gravemente ferida. Meistre Mullin estava tratando dele, mas passaria algum tempo até estar em condições de retornar a Castelo Negro. [2]
Jon Snow em pensamento, depois de receber a carta de Sor Denys Mallister


Sangramos para parar os selvagens na Garganta. Bons homens morreram lá, amigos e irmãos. E para quê? [3]
Bowen Marsh para Jon Snow


Pyp: Você esteve à frente a maior parte do tempo, mas Watt de Lago Longo levou três no último dia e ultrapassou você.

Edd: Nunca ganho nada. Mas os deuses sempre sorriram ao Watt. Quando os selvagens o derrubaram da Ponte das Caveiras, de algum modo conseguiu aterrissar numa boa e funda lagoa cheia de água. Quanta sorte, não acertar em nenhuma daquelas pedras.

Grenn: A queda foi longa? Cair na lagoa salvou a vida dele?

Edd: Não. Já estava morto, da machadada que levou na cabeça. Mesmo assim, foi bastante sorte não ter batido nas pedras. [4]

— Edd reclamando sobre seu azar, quando Pypar estava falando do concurso que tinham feito para ver qual dos soldados de palha juntaria mais flechas dos selvagens no topo da Muralha

Referências


Nota: Esta página utiliza conteúdo da A Wiki Of Ice And Fire. O conteúdo original está aqui em Fight at the Bridge of Skulls. A lista de autores pode ser vista no histórico da página.