Beijo da vida

De Gelo e Fogo wiki
Ir para navegação Ir para pesquisar
Aeron Greyjoy ressuscitando um homem afogado, por Donato Giancola ©.
Atenção: "Beijo da vida" também é usado com termo para último beijo, ritual fúnebre realizado pelos sacerdotes vermelhos.

O beijo da vida é o método de ressuscitação utilizado pelos sacerdotes do Deus Afogado. É uma forma de reanimação cardiorrespiratória.[1]

Método

Seguidores do Deus Afogado são afogados em cerimônias, e depois revividos por sacerdotes. Muitos homens de ferro são simbolicamente afogados quando bebês ao serem brevemente mergulhados em uma banheira de água do mar.[1] Antigas tradições têm devotos literalmente afogados, no entanto.[2] Sacerdotes e seus acólitos, os homens afogados jogam os aprendizes no mar, depois o trazem de volta pelos braços, bombeiam seus peitos e respiram repetidamente e diretamente em suas vias, realizando o beijo da vida, até que o devoto reviva.[1] Os sacerdotes são ocasionalmente incapazes de reviver o homem afogado, com exceção de Aeron Greyjoy, que nunca perdeu um homem.[1]

Alguns sacerdotes afirmam ter sido revividos várias vezes, como Lodos o Duplamente Afogado[3] e Tarle o Triplamente Afogado.[4]

Adversários dos homens de ferro podem ser afogados como sacrifícios ao Deus Afogado, sem ser ressuscitado depois.[5][6]

História

Os Sacerdotes do Deus Afogado pregaram contra Horgan Hoare, Rei das Ilhas de Ferro, após Horgan permitir a construção de um septo em Velha Wyk. Adoradores do Deus Afogado destruiu o septo e arrastaram os seguidores da Fé dos Sete para a água para serem afogados, de modo que pudessem recuperar sua fé. Em resposta, Horgan Mata-sacerdote começou a matar os sacerdotes.[7]

Eventos recentes

Info Aviso: Esta seção contém revelações sobre o enredo (spoilers).

O Festim dos Corvos

Aeron Greyjoy ressuscita Emmond depois que o jovem foi afogado por pelos homens afogados de Cabelo Molhado.[1]

Descrição da cena

Os seus afogados formavam um círculo em volta do rapaz morto, orando. Norjen trabalhava com os seus braços, enquanto Rus estava sentado em cima do rapaz, comprimindo-lhe ritmicamente o peito, mas todos se afastaram para deixar Aeron passar. Este afastou com os dedos os lábios frios do rapaz e deu a Emmond o beijo da vida, e voltou a dar-lhe, e de novo o deu, até que o mar jorrou da sua boca. O rapaz tossiu e cuspiu e os olhos abriram-se, cheios de medo[1].

Citações

Os sacerdotes do Deus Afogado sabem como afogar um homem e trazê-lo de volta, e fiz um estudo sobre essas crenças e costumes.[8]
Cerrick, para Duncan o Alto.
Abre a boca e bebe profundamente a bênção de deus. Encha os pulmões de água, para que possa morrer e renascer. Lutar não adianta nada.[1]
Aeron Greyjoy, para Emmond.
Aeron: Erga-se. Afogou-se e fora devolvido. O que está morto não pode morrer.

Emmond: Mas volta. Volta a erguer-se. Volta a erguer-se. Mais duro. E mais forte.
Aeron: Agora pertence ao deus.[1]

Aeron Greyjoy e Emmond

Sobre a página

Esta página utiliza conteúdo baseado em Kiss of life, um artigo de A Wiki Of Ice And Fire.

Referências

  1. 1,0 1,1 1,2 1,3 1,4 1,5 1,6 1,7 O Festim dos Corvos, Capítulo 1, O Profeta.
  2. George R. R. Martin's A World of Ice and Fire, The Drowned God.
  3. Fogo & Sangue, Os Filhos do Dragão.
  4. O Festim dos Corvos, Capítulo 11, A Filha da Lula Gigante.
  5. A Fúria dos Reis, Capítulo 37, Theon.
  6. O Mundo de Gelo e Fogo, Os Sete Reinos: As Ilhas de Ferro, Coroas de Madeira Trazida pelo Mar.
  7. O Mundo de Gelo e Fogo, Os Sete Reinos: As Ilhas de Ferro, O Sangue Negro.
  8. O Cavaleiro dos Sete Reinos, A Espada Juramentada.