Sombra da Tarde

De Gelo e Fogo wiki
(Redirecionado de Sombra da Noite)
Ir para navegação Ir para pesquisar
Uma taça de Sombra da tarde
Pyat Pree e a sombra da tarde © Fantasy Flight Games


A Sombra da Tarde ou sombra-da-noite[N 1] é um vinho peculiar, azul e grosso, feito e ingerido em Qarth. É feito a partir das folhas azuis escuras das árvores de casca negra que crescem ao redor da Casa dos Imortais.[1]

Sobre

A sombra da tarde é azul-escura e viscosa, e flui como o mel.[2] Tem um cheiro e gosto inicial desagradáveis, tendo sido comparada a tinta, carne estragada e carne podre, [1] [2] mas a pessoa, ao beber, experimenta o gosto de todos os sabores que já provou, e mais.[1]

Ao beber constantemente do vinho, os lábios e língua do usuário se tornam azulados pela tinta natural das folhas[1][2]. A substância é muito usada pelos magos de Qarth, cujos lábios ficaram azuis com o uso prolongado.[3] [4]

Eventos Recentes

A Fúria dos Reis

Xaro Xhoan Daxos diz a Daenerys Targaryen que os magos de Qarth bebem sombra da tarde até que seus lábios fiquem azuis. [3]

Pyat Pree serve sombra da tarde para Daenerys, para prepará-la para sua entrada na Casa dos Imortais.[1]

O Festim dos Corvos

Euron Greyjoy dá a seu irmão Victarion uma xícara de sombra da tarde, alegando ter tomado posse do barril de uma galé capturada de Qarth, que carregava magos. Victarion tenta provar uma pequena quantia e prontamente a cospe.[2]

Usuários Conhecidos

Citações

Um copo servirá apenas para destapar seus ouvidos e dissolver a membrana que cobre seus olhos, para que possa ver e ouvir as verdades que lhe serão mostradas[1]
Pyat Pree para Daenerys Targaryen


Dany levou o copo aos lábios. O gosto do primeiro gole era muito ruim, de tinta e carne estragada, mas quando o engoliu pareceu ganhar vida dentro de si. Conseguia sentir gavinhas espalhando-se por seu peito, como dedos de fogo enrolando-se no coração, e na língua ficou um sabor que era como mel, anis e creme, como leite materno e o sêmen de Drogo, como carne crua, sangue quente e ouro derretido. Era todos os sabores que já tinha experimentado e nenhum deles...[1]
— pensamentos de Daenerys Targaryen

Notas

  1. Há uma incoerência na tradução da LEYA no que diz respeito ao nome da bebida, cuja versão original é Shade of the evening ou Shade-of-the-evening. Seu nome foi traduzido como Sombra da Tarde nos livros A Fúria dos Reis e O Festim dos Corvos. No entanto, em A Dança dos Dragões, Daenerys se refere à substância como sombra-da-noite.

Referências

Nota: Esta página utiliza conteúdo da A Wiki Of Ice And Fire. O conteúdo original está aqui em Shade of the evening.