Luthor Largent

De Gelo e Fogo wiki
Ir para navegação Ir para pesquisar

 

Para os artigos que compartilham o mesmo título, por favor veja esta página de desambiguação. Disambig.png

Patrulha da Cidade de Porto Real.png
Luthor Largent
Patrulha da Cidade de Porto Real.png
Luthor Largent.jpg
Luthor Largent conforme retratado por Douglas Wheatley em Fogo & Sangue.
Título(s) Sor[1]
Captão[2]
Comandante da Patrulha da Cidade[1]
Lorde[1]
Lealdade Patrulha da Cidade de Porto Real
Verdes
Negros
Cultura Terras da Coroa
Morte Em 130 d.C., em Praça do Sapateiro, Porto Real[3]
Livros Históricos
Mencionado
Mencionado

Sor Luthor Largent foi um cavaleiro que serviu como comandante da Patrulha da Cidade de Porto Real durante a guerra civil Targaryen conhecida como Dança dos Dragões.[3]

Aparência e Personalidade

Arquimeistre Gyldayn descreve Luthor como sendo feroz e com quase dois metros de altura. Dizem que ele matou um cavalo de guerra com um único soco. [2] Luthor empunhava uma espada longa.[4]

História

Durante o reinado do rei Viserys I Targaryen, Luthor era um capitão da Patrulha da Cidade comandando um dos sete portões da cidade. Ele foi promovido ao cargo de Comandante em 129 d.C., pois foi visto pelo Conselho Verde como o mais temível dos oficiais simpáticos à causa do Príncipe Aegon Targaryen. A Mão do Rei, Sor Otto Hightower, nomeou seu filho, Sor Gwayne Hightower, como o segundo de Luthor, para ficar de olho nele.[2]

Quando a capital foi invadida, Sor Luthor e seus mantos dourados voltaram-se para os verdes, permanecendo leais ao Príncipe Daemon Targaryen, seu ex-comandante. Luthor pessoalmente matou seu segundo em comando, Sor Gwayne Hightower. Como recompensa por sua lealdade, Sor Luthor foi enobrecido pela Rainha Rhaenyra I.[1]

Quando Helaena Targaryen cometeu suicídio, muitos dos plebeus acreditaram que Luthor a matou sob as ordens de sua rainha. Gyldayn descarta que Largent matou a Rainha Helaena, pois há provas abundantes de que ele estava partilhando uma refeição com trezentos mantos dourados no quartel do Portão dos Deuses no momento de sua morte.[4]

Durante os tumultos na cidade, Luthor pegou quatrocentas lanças para dispersar os marinheiros que atacavam o Portão do Rio na tentativa de retornar aos seus navios.[4] Então ele conduziu quinhentos mantos dourados para a Praça do Sapateiro para dispersar os milhares reunidos ao redor do Pastor. Alguns dizem que a primeira vítima do confronto foi uma garotinha pisoteada pelo cavalo de guerra de Sor Luthor. Os mantos dourados, apesar de bem armados e disciplinados, não eram páreo para dez mil manifestantes. Largent foi puxado para baixo de seu cavalo de guerra blindado, apunhalado no estômago e espancado até a morte. O corpo de Largent foi recuperado pelos vagões de cadáveres no dia seguinte. Sua cabeça estava tão esmagada que seu corpo só foi reconhecido pelo tamanho.[3]

O Capitão do Portão Velho, Sor Balon Byrch, sucedeu Luthor como Comandante da Patrulha da Cidade.[3]

Citações


Daemon nos deu estes mantos, e eles são dourados por dentro e por fora.[5]
—— Luthor, para Gwayne Hightower

Referências

  1. 1,0 1,1 1,2 1,3 Fogo & Sangue, A morte dos Dragões: Rhaenyra Triunfante.
  2. 2,0 2,1 2,2 Fogo & Sangue, A Morte dos Dragões: Os Negros e os Verdes.
  3. 3,0 3,1 3,2 3,3 A Princesa e a Rainha.
  4. 4,0 4,1 4,2 Fogo & Sangue, A Morte dos Dragões: Rhaenyra Destituída.
  5. Fogo & Sangue, A Morte dos Dragões: O Dragão Vermelho e o Dourado.

Sobre a página

Esta página utiliza conteúdo baseado em Luthor Largent, um artigo de A Wiki Of Ice And Fire.