Dalton Greyjoy

De Gelo e Fogo wiki
Ir para: navegação, pesquisa
Greyjoy.png
Dalton Greyjoy
Greyjoy.png
Apelido(s) "A Lula Gigante Vermelha"
Título Senhor Ceifeiro de Pyke
Senhor das Ilhas de Ferro
Lealdade Casa Greyjoy
Os Negros
Cultura Nascidos do Ferro
Nascimento Em 113 d.C.
Morte Em Casteloleal
Livro(s) A Princesa e a Rainha (mencionado)
O Mundo de Gelo e Fogo (mencionado)

Dalton Greyjoy, conhecido como a Lula Gigante Vermelha, foi o Senhor das Ilhas de Ferro, Senhor Ceifeiro de Pyke e chefe da Casa Greyjoy durante a Dança dos Dragões.[1] Ele é considerado um grande herói para os nascidos do ferro.[2]

Personalidade

Dalton era um homem ousado e sanguinário.[1] Ele era amado por seus homens mas não por suas esposas, já que ele se cansava delas rápido.[2] Apesar de sua juventude, Dalton era perspicaz.[2]

História

Juventude

Nascido como o filho mais jovem do herdeiro de Pyke, Dalton já navegava aos 5 anos e saqueava aos 10, partindo com seu tio para realizar atos de pirataria nas Ilhas Basilisco. Aos 14 anos, Dalton já tinha navegado até a Velha Ghis, travando batalhas aos 12 anos e reivindicando quatro esposas de sal.[2]

Dalton encontrou uma espada de aço valiriano (tomada de um corsário morto) e a nomeou Anoitecer. Enquanto lutava em Passopedra como mercenário, Dalton, com apenas 15 anos, viu seu tio morrer e depois partiu para vingar sua morte. Como ele emergiu dessa luta coberto de sangue e cheio de feridas, os homens começaram a apelida-lo de "a Lula Gigante Vermelha". Mais tarde, naquele mesmo ano, Dalton retornou para as Ilhas de Ferro para reivindicar a Cadeira de Pedra do Mar após saber da morte do pai. Uma vez no poder, ele começou a construir novos navios para sua frota, forjou espadas e treinou guerreiros, afirmando que "a tempestade estava chegando".[2]

A Dança dos Dragões

A Dança dos Dragões começou após a morte do rei Viserys I Targaryen em 129 d.C., quando Dalton tinha dezesseis.[1] É dito que a Lula Gigante Vermelha teria rido ao saber do começo da guerra.[2]

A facção dos Verdes, que apoiava Aegon II Targaryen, ofereceu a Dalton a posição de Mestre de Navios e o almirantado para substituir Sor Tyland Lannister, que havia sido feito Mestre da Moeda, isso se Dalton trouxesse seus navios para o outro lado de Westeros para lutar contra Lorde Corlys Velaryon, leal a rainha Rhaenyra Targaryen. Dalton preferiu esperar e ver se os Negros iriam fazer uma contra-oferta.[1][2] No Conselho Negro, o príncipe Daemon Targaryen sugeriu usar a sede de sangue de Dalton para atraí-lo para a causa da rainha Rhaenyra.[1] Ao invés de pedir para ele simplesmente navegar para a Baía da Água Negra, Rhaenyra apenas pediu para Dalton atacar os inimigos dela.[3]

A Lula Gigante Vermelha decidiu apoiar os Negros, atacando as Terras Ocidentais, que estavam vulneráveis pois o lorde Jason Lannister havia esvaziado suas defesas para atacar as Terras Fluviais. Sua esposa, a senhora Johanna, barrou os portões de Rochedo Casterly mas não tinha condições de defender o restante de suas terras no oeste. Dalton queimou a frota dos Lannisters e saqueou Lannisporto, tomando ouro, grãos e bens comerciais. Centenas de mulheres e garotas foram pegas como 'esposas de sal', incluindo a principal amante de Jason e também suas filhas. Dalton então tomou Kayce e após conquistar a Ilha Leal, pegou quatro das filhas de Lorde Farman como esposa de sal, dando uma quinta para seu irmão mais novo, Veron.[2] Lorde Jason Lannister acabou sendo morto na Batalha do Ramo Vermelho em 130 d.C..[3]

Pelos próximos quase dois anos,[2] a Lula Gigante Vermelha navegou pelo Mar do Poente, assim como faziam os seus ancestrais mornarcas de outrora.[4] A regência de Aegon III ordenou que Dalton cessasse todos os ataques contra as costas de Westeros, mas a Lula Gigante Vermelha ignorou todos os comandos.[2]

Morte

Enquanto dormia no quarto de Lorde Farman, em Casteloleal, Dalton foi morto quando a garota Tess lhe cortou a garganta com a própria adaga dele antes de pular no mar. Como o Lula Vermelha Gigante não tinha uma esposa de rocha, seus herdeiros eram seus filhos de sal, e isso levou a uma luta de sucessão entre os homens de ferro.

Em 134 d.C., a viúva de Jason Lannister, Johanna, buscou vingar os saques de Dalton as suas terras ao mandar um exército para as Ilhas de Ferro com a frota de Sor Leo Costayne, um lorde almirante da Campina. Um dos filhos de sal de Dalton foi capturado e levado cativo para Rochedo Casterly, se tornando o novo bobo do castelo.[2]

Citações

Ele amava três cosias: o mar, sua espada e mulheres.[2]
- escrito pelo arquimeistre Hake

Referências