Arrepios

De Gelo e Fogo wiki
Ir para navegação Ir para pesquisar

Arrepios é uma doença que atormentou Westeros em várias ocasiões. A ocorrência mais recentemente conhecida da doença ocorreu durante o terrível inverno de 59 d.C. até 60 d.C..[1]

Características

Os Arrepios progridem rapidamente. Primeiro, os aflitos sentirão um calafrio, depois começam a sentir tremores que se tornam progressivamente piores, até que seja tão ruim que os dentes batam e os braços e pernas convulsem incontrolavelmente. Quando o fim está próximo, os lábios ficam azuis e a vítima começa a expelir sangue.[1]

O curso dos Arrepios é extraordinariamente rápido: a morte pode ocorrer dentro de um dia, a partir do início do primeiro resfriado. Velhos e jovens são os mais vulneráveis, embora até mesmo os homens no auge da vida possam acordar em boa saúde numa manhã, e serem mortos na próxima. No inverno de 59 e 60 DC, não mais que um em cada cinco daqueles que pegaram os arrepios se recuperaram.[1]

Durante o reinado de Jaehaerys I Targaryen, muitos suspeitaram que a praga foi disseminada por ratos, os pequenos do tipo marrom, que se esgueiravam a bordo de barcos à vela. Ficou claro que a doença não era nativa de Westeros, mas se espalhou vinda de alguma terra estrangeira, já que teve início nos portos de Westeros. Os meistres da Cidadela nunca determinaram conclusivamente se os ratos eram a causa da propagação da doença, mas os gatos de Westeros se tornaram muito populares e caros durante a epidemia.[1]

História

Os Arrepios atingiram Westeros em 59 d.C., durante o primeiro ano de um inverno especialmente cruel, agravado pela fome generalizada. Os primeiros casos dos arrepios começaram ao leste dos Sete Reinos, atravessando a Baía da Água Negra e subindo a Torrente da Água Negra, atingindo as ilhas das Terras da Coroa, incluindo Pedra do Dragão e Derivamarca. De lá, a doença se espalhou pelas terras. Vilavelha perdeu um quarto de sua população, e Porto Real foi a cidade mais atingida de todos. Metade do pequeno conselho do rei Jaehaerys I Targaryen morreu, juntamente com muitos dos senhores das Grandes Casas, um terço dos senhores da Cidadela, e o Alto Septão. A filha de seis anos do rei Jaehaerys, a princesa Daenerys, adoeceu também, e morreu um dia e meio depois de se queixar pela primeira vez de estar com frio, em 60 d.C..[1]

Qarl Corbray, o Senhor Comandante da Patrulha da Cidade de Porto Real e muitos de seus homens morreram, resultando em caos na cidade. Lorde Rego Draz, o mestre da moeda, foi assassinado quando se deparou com uma multidão faminta e parcialmente bêbada que o culpava pelo alto custo da comida, e culpava todos os estrangeiros pela praga.[1]

Tratamento

Não há tratamento seguro para os arrepios, embora muitos remédios tenham sido tentados: Tentou-se usar cataplasmas e poções. Foram sugeridas mostardas quentes e pimentas-dragão, e vinho temperado com veneno de cobra. Os enfermos eram mergulhados em bacias de água quente, algumas aquecidas quase até o ponto de fervura. Diziam que verduras tinham poder curativo; depois foi peixe cru; e carne vermelha, quanto mais sangrenta, melhor. Alguns curandeiros dispensaram a carne e aconselharam seus pacientes a beber sangue. Tentaram-se diversas fumaças e inalações de folhas queimadas. Um senhor deu ordem para que seus homens fizessem fogueiras em volta dele e se cercou de muralhas de fogo.

Nenhuma técnica se provou eficaz.

Vítimas conhecidas

Faleceram

Terras da Coroa:[1]

Terras Fluviais:[1]

Terras Ocidentais:[1]

A Campina:[1]

As Terras da Tempestade:[1]

Adoentados mas recuperados

Sobre a página

Esta página utiliza conteúdo baseado em Shivers, um artigo de A Wiki Of Ice And Fire.

Referências

  1. 1,00 1,01 1,02 1,03 1,04 1,05 1,06 1,07 1,08 1,09 1,10 1,11 1,12 1,13 1,14 Fogo & Sangue, O Longo Reinado Jaehaerys e Alysanne: Política, Progênie e Provação.