Lyman Lannister

De Gelo e Fogo wiki
Ir para navegação Ir para pesquisar

 

Lannister de Rochedo Casterly.png
Lyman Lannister
Lannister de Rochedo Casterly.png
Título(s) Lorde de Rochedo Casterly[1]
Escudo de Lannisporto[1]
Guardião do Oeste[1]
Lealdade Casa Lannister
Cultura Homens Ocidentais
Esposa(o) Lady Jocasta Tarbeck[1]
Filho(a) Filhos legítimos[1]
Tyler Hill[1]
Nascimento Em ou antes de 16 d.C.[2]
Morte Em 59 d.C.[3]
Outros livros
Mencionado
Mencionado
Mencionado

Lyman Lannister foi o Senhor de Rochedo Casterly, Guardião do Oeste, Escudo de Lannisporto, e chefe da Casa Lannister durante o reinado do Rei Maegor I Targaryen e o reinado inicial do Rei Jaehaerys I Targaryen. Ele era casado com a Senhora Jocasta Tarbeck.[4]

Personalidade

Lyman foi um lorde astuto e poderoso.[1] Ele era um homem ambicioso que queria aumentar a influência da Casa Lannister acima dos Velaryons, dos Baratheons e dos Hightowers. Rhaena Targaryen acreditava que ele procurava um dragão próprio para igualar o poder da Casa Targaryen.[5] Lyman foi considerado o senhor mais rico de Westeros.[6] O rei Jaehaerys I Targaryen não confiava em Lorde Lyman e o considerava muito orgulhoso.[7]

História

Reinado de Maegor

Após a morte do Rei Aenys I Targaryen, Lorde Lyman ofereceu sua proteção ao Príncipe Aegon e à Princesa Rhaena Targaryen em Rochedo Casterly, depois de abandonarem seu progresso real nas terras ocidentais com medo de seu tio usurpador, Maegor I.[8] Enquanto os dois estavam em Rochedo Casterly, a própria esposa de Lyman, Lady Jocasta, percebeu que Rhaena estava grávida. Lyman estendeu o direito de hóspede e recusou as exigências do Rei Maegor de entregar o príncipe e a princesa, mas não prometeu suas espadas à causa do fugitivo Aegon. Ele não saiu de Rochedo Casterly quando Aegon reuniu seus seguidores no Castelo de Donzelarrosa, mas quinhentos homens se juntaram à causa de Aegon sob a bandeira do filho bastardo de Lyman, Sor Tyler Hill, permitindo que Lyman desse apoio ao jovem príncipe, mantendo as mãos limpas. No entanto, Aegon morreu nas mãos de seu tio durante a batalha sob o Olho de Deus em 43 d.C..[1]

A batalha deixou Lorde Alyn Tarbeck morto e sua esposa Jeyne Westerling viúva. Um filho mais novo de Lorde Lyman estava cortejando Jeyne quando o Rei Maegor a convocou para a corte casou-se com ela em 47 d.C.. Maegor fez o filho de Jeyne de seu casamento anterior como o Lorde de Salão Tarbeck, e o menino foi enviado para Rochedo Casterly para ser adotado por Lyman. Enquanto isso, Sor Joffrey Doggett liderou os Filhos do Guerreiro contra Maegor por todo o Oeste, mas Lyman estava inclinado a agir contra ele.[1] Quando o Príncipe Jaehaerys Targaryen apresentou sua reivindicação ao Trono de Ferro, Lyman fez coro em seu apoio.[8]

Reinado de Jaehaerys

Lorde Lyman e Lady Jocasta foram para Belcastro em 49 d.C. para assistir ao casamento de Rhaena Targaryen e Androw Farman, o filho mais novo de seu vassalo Lorde Marq Farman; Lyman foi o único grande senhor a comparecer ao casamento. Mais tarde naquele ano, Lyman viajou para Porto Real junto com trezentos cavaleiros de Rochedo Casterly para o casamento da Rainha Alyssa Velaryon com o Lorde Rogar Baratheon.[9]

No ano seguinte, após a morte de Lorde Farman, Lyman hospedou Rhaena e sua comitiva por mais de um mês. Lyman deu um banquete em sua homenagem e proporcionou a Rhaena e seus companheiros câmaras reais. A generosa hospitalidade de Lyman teve um propósito: ele queria uma aliança com o Trono de Ferro casando seu filho bastardo, Tyler Hill, ou um de seus filhos legítimos com Rhaena. Além disso, ele queria um dragão para si mesmo. Lyman procurou ascender os Lannisters, para se tornassem a "segunda casa" no reino. Quando Rhaena descobriu as intenções de Lyman, ela deixou Rochedo Casterly.[5]

Embora Lyman nunca tenha feito parte do pequeno conselho do Rei Jaehaerys I, o Senhor de Rochedo Casterly foi sugerido para preencher vários cargos pelos conselheiros do rei. Em 50 d.C., depois que o rei demitiu Lorde Edwell Celtigar, vários dos conselheiros do rei sugeriram que Lyman fosse nomeado mestre da moeda, pois ele era o senhor mais rico do reino, mas Jaehaerys não se convenceu, e escolheu Rego Draz para o cargo.[6] Lyman foi considerado mestre da moeda pela segunda vez em 59 d.C. após o assassinato de Rego Draz, mas Jaehaerys o achava muito orgulhoso. Quando Lorde Daemon Velaryon deixou o cargo de Mão do Rei, Lyman foi brevemente citado como uma opção para o cargo, mas o rei desconfiava dele, e mais uma vez não o considerou.[7] Lyman viajou pela segunda vez para Porto Real em 58 d.C. para o torneio que comemorou o décimo ano do reinado do rei Jaehaerys I Targaryen.[10]

Em 59 d.C., Lyman morreu dos Arrepios junto com os lordes Tarbeck, Marbrand e Westerling.[3]

Citações sobre Lyman


Eles já foram reis Ele sorri, mas foi criado ouvindo histórias do Campo de Fogo, não terá esquecido.[5]
—— Rhaena Targaryen sobre Lyman

Família

 
 
Loren I
 
Esposa
desconhecida
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Filho
 
Esposa
Redwyne
 
Filho(s)
 
Jocasta
Tarbeck
 
Lyman
 
Mulher
desconhecida
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Filhos
 
Tyler
Hill
 


Referências

  1. 1,0 1,1 1,2 1,3 1,4 1,5 1,6 1,7 1,8 Fogo & Sangue, Os filhos do dragão.
  2. See the Lyman Lannister calculation.
  3. 3,0 3,1 Fogo & Sangue, O longo reinado Jaehaerys e Alysanne: Política, progênie e provação.
  4. Os Filhos do Dragão.
  5. 5,0 5,1 5,2 Fogo & Sangue, Uma abundância de governantes.
  6. 6,0 6,1 Fogo & Sangue, Um tempo de testes: Um reino refeito.
  7. 7,0 7,1 Fogo & Sangue, Nascimento, morte e traição sob o governo do rei Jaehaerys I.
  8. 8,0 8,1 O Mundo de Gelo e Fogo, Os Sete Reinos: As Terras Ocidentais, Casa Lannister sob os Dragões.
  9. Fogo & Sangue, O ano das três noivas: 49 DC.
  10. Fogo & Sangue, Jaehaerys e Alysanne: Triunfos e tragédias.

Sobre a página

Esta página utiliza conteúdo baseado em Lyman Lannister, um artigo de A Wiki Of Ice And Fire.