Donella Hornwood

De Gelo e Fogo wiki
(Redirecionado de Donella Manderly)
Ir para: navegação, pesquisa
Manderly.png
Donella Hornwood
Hornwood.png
Katherine Dinger Donella Hornwood.jpg
Imagem por Katherine Dinger. © Fantasy Flight Games
Título Senhora de Hornwood
Lealdade Casa Manderly
Casa Hornwood
Cultura Nortenha
Esposa(o) 1º: Lorde Halys Hornwood
2º: Ramsay Snow
Nascimento Em por volta de ~ 249 d.C.
Morte Em 299 d.C., em Hornwood
Aparece
Mencionado

Donella Manderly,[1] nascida Donella Hornwood,[1] é a Senhora de Hornwood, esposa do lorde Halys Hornwood, e irmão de Daryn Hornwood. Ela já é uma senhora de idade, mas ainda é muito agradável. Originalmente membra da Casa Manderly, Donella é prima do lorde Wyman Manderly.[1]

Aparência

Veja também: Imagens de Donella Hornwood

Donella é uma mulher velha e, após a morte do seu marido e filho, ela parece abatida e sua tristeza pesa em sua aparência. Ela acredita que toda sua beleza da juventude se foi, enquanto Rodrik Cassel a considera gentil e bonita para a idade.[1]

Eventos recentes

Info Aviso: Esta seção contém revelações sobre o enredo (spoilers).

A Guerra dos Tronos

O lorde Halys Hornwood é morto na Batalha do Ramo Verde, enquanto seu filho e herdeiro, Daryn, é morto por Sor Jaime Lannister na Batalha do Bosque dos Murmúrios.

A Fúria dos Reis

Sem nenhum herdeiro aparente após a morte de Daryn, Hornwood se torna um perigo para a paz do reino do rei Robb Stark já que muitos nobres começam a disputar as terras da Senhora Donella, mais notavelmente as casas Umber, Manderly e Tallhart, com os Karstarks, Flints, Glovers e Boltons também aparecendo na disputa. Nesse contexto, a senhora Donella recebeu várias propostas de casamento, apesar dela ainda estar de luto e não poder mais gerar filhos.[1]

A senhora Donella diz que Ramsay Snow, o Bastardo de Bolton, está reunindo homens no Forte do Pavor. Já que as terras Bolton fazem fronteira com as suas, a senhora Donella se preocupa com as intensões de Ramsay. Quando ela manda perguntar o que está havendo, ele responde que nenhum Bolton seria questionado por uma mulher. Ela odeia o fato do bastardo Ramsay agir como se fosse um Bolton de nascimento.[1]

O futuro da Casa Hornwood se torna uma questão importante durante a festa da colheita em Winterfell quando várias casas, em reuniões com Rodrik Cassel, meistre Luwin e Bran Stark, mostram suas aspirações de controlar as terras Hornwood e pedem o apoio do rei Robb. O primo da senhora Donella, Wyman Manderly, propõe que ele, ou seu filho Wendel, poderiam se casar com ela.[1]

Quando a senhora Donella chega em Winterfell, ela leva apenas seis soldados com roupas ruins. A pedido do meistre Luwin, ela promete que irá guardar um-quarto de sua colheita para o inverno, ao invés do atual um-quinto. Ela continua alarmada que Ramsay Snow pode estar cobiçando suas terras, se referindo a histórias que ela ouviu a respeito de sua astúcia e crueldade. Rodrik promete que ela estará segura pois se Ramsay atacasse ele sofreria uma grande retaliação.[1]

Rodrik diz que ela deveria se casar novamente, mas Donella não parece impressionada com nenhum dos pretendentes. Mors Umber é mais velho que o pai dela e ela o descreveu como um bruto bêbado, enquanto considera seu próprio primo, Wyman Manderly, gordo demais. Contudo, ela se diz pronta para casar se o rei Robb ordena-la e ela diz que talvez o próprio Rodrik seria um bom candidato.[1] Esta ideia é discutida durante a ausência da senhora Donella, com Bran pedindo para Rodrik fazer isso. Rodrik pensa que ele é velho demais e aponta ao fato de que a questão Hornwood reascenderia após sua morte. Bran sugere que Larence Snow, o filho bastardo do falecido lorde Halys, que foi criado em Bosque Profundo, poderia se tornar o novo herdeiro Hornwood. Meistre Luwin diz que isso não pode ser descartado, esperando que os Glovers ficariam felizes, enquanto a senhora Donella ficaria chateada.[1]

Mors Umber pede para se casar com Donella, se referindo ao fato de que seu sobrinho, Grande Jon, serve como o braço direito do rei Robb. Luwin, sabendo do desdém da senhora Donella por ele, diz que a senhora Hornwood ainda está de luto, o que Mors responde dizendo que podia afastar a tristeza dela com sua "virilidade".[1] Em outra reunião, Leobald Tallhart propõe que seu filho Beren poderia se tornar o filho adotivo de Donella e herdeiro de Hornwood, uma proposta que Donella poderia aceitar pois a mãe do garoto, Berena Hornwood, era irmã do lorde Halys. Considerando a ausência de Leobald, Luwin pensa que um herdeiro de sangue poderia ser a solução para a questão Hornwood enquanto Sor Rodrik está hesitante, considerando Beren jovem demais para competir com homens como Mors Umber e Ramsay Snow. Luwin propõe que a decisão poderia depender a respeito de qual lorde das Terras Fluviais o rei Robb iria querer manter mais leal e sugere que talvez o rei quisesse casar a senhora Donella com um Blackwood ou um Frey.[1]

Enquanto retornava para a fortaleza Hornwood, a senhora Donella é capturada por Ramsay Snow e seus homens. Naquela mesma noite ela é forçada a se casar com Ramsay. Irritado, o primo dela, Lorde Manderly, manda seus soldados capturar o castelo Hornwood para proteger as terras de Donella dos Boltons.[2] Após o 'casamento', Ramsay a prende numa torre, sem comida. Ela é eventualmente encontrada morta, com sangue em sua boca e com os dedos todos mastigados.[3]

A Dança dos Dragões

Nas criptas de Winterfell, a senhora Barbrey Dustin diz para Theon Greyjoy que os soldados Hornwood que estão em Winterfell para o casamento de Ramsay Bolton e para a batalha vindoura não se esqueceram do que Ramsay fez com a senhora Donella.[4]

Quotes

Nós sentimos muitos por tudo que você sofreu, minha senhora. Winterfell se lembrará.[1]
- Bran Stark para Donella

Família

 
 
 
 
 
Wyman
 
 
 
 
{Halys
Hornwood}
 
{Donella}
 
Ramsay Snow
 
 
Marlon
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Wylis
 
Leona Woolfield
 
{Wendel}
 
 
{Daryn Hornwood}
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Wynafryd
 
Wylla
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Referências