Língua do Comércio

De Gelo e Fogo wiki
Ir para navegação Ir para pesquisar

A língua do comércio[1][2][3][N 1] é línguagem dos cais, docas e tabernas de marinheiros. É uma mistura grosseira de palavras e frases de uma dúzia de línguas, acompanhada de sinais e gestos da mão, a maioria deles insultos.[1] Na Baía dos Escravos é um amontoado de gírias de marinheiros com som gutural influenciado pelo Ghiscari Antigo.[3]

É dito que o povo de Sothoryos, aqueles que moram mais perto do Mar de Verão, conseguem se comunicar através da língua do comércio.[4]

Oradores Conhecidos

Notas

  1. Há uma incoerência na tradução da LEYA no que diz respeito a este termo cuja versão original varia entre trade talk e trade tongue. No livro O Festim dos Corvos, ambos termos são traduzidos como língua do comércio. Mas em A Dança dos Dragões, a tradução muda, variando entre língua comercial (como lido em Tyrion IV) e língua mercantil (como lido em Tyrion X).

Referências

  1. 1,0 1,1 1,2 O Festim dos Corvos, Capítulo 34, Gata dos Canais.
  2. O Festim dos Corvos, Capítulo 14, Brienne.
  3. 3,0 3,1 3,2 A Dança dos Dragões, Capítulo 47, Tyrion.
  4. O Mundo de Gelo e Fogo, Além do Reino do Pôr do Sol: Além das Cidades Livres, Sothoryos.
  5. A Dança dos Dragões, Capítulo 14, Tyrion.


Sobre a página