Ações

Alto Valiriano

Uma carta, escrita em alto valiriano, na 3ª temporada de Game of Thrones da HBO.
Daenerys e Viserys aprendem sua língua ancestral, por Raymond Terutama ©.

Alto Valiriano é uma linguagem originária de Valíria e da Cidade Franca de Valíria. O idioma já não é amplamente falado devido à Perdição de Valíria, embora existam canções e livros ainda cantados e lidos nele. Em Westeros, filhos de alto nascimento, especificamente os Targaryens, são ensinados em valiriano como um sinal de sua educação nobre.[1][2] Os dialetos corrompidos conhecidos como valiriano bastardo são falados nas Cidades Livres e na Baía dos Escravos.

De acordo com George R. R. Martin,

Tolkien era um filólogo, e um don de Oxford, e poderia passar décadas inventando laboriosamente o Élfico em todos os seus detalhes. Eu, infelizmente, sou apenas um romancista de SF e fantasia [sic], e não tenho o dom dele para idiomas. Isto é, eu não criei realmente uma língua valiriana. O melhor que pude fazer foi tentar esboçar em cada uma das principais línguas do meu mundo imaginário em traços largos, e dar a cada um deles seus sons e grafias característicos.[3]

Anos mais tarde, David J. Peterson desenvolveu partes do Alto Valiriano para Game of Thrones da HBO.[4]

Linguagem

A Casa Targaryen tem origem em Valíria. Assim, a maioria de seus membros pode ser considerada como tendo nomes em alto valiriano. Esses incluem:

  • Aegon
  • Aelor
  • Aelora
  • Aelyx
  • Aemon
  • Aemond
  • Aenar
  • Aenys
  • Aerea
  • Aerion[5]
  • Aeryn
  • Aerys
  • Alysanne[6]
  • Ayrmidon[7]
  • Baela
  • Baelon
  • Baelor
  • Daella
  • Daemion
  • Daemon
  • Daena
  • Daenerys[8]
  • Daenora
  • Daenys
  • Daeron
  • Elaena
  • Gael
  • Gaemon
  • Helaena
  • Jaehaera
  • Jaehaerys
  • Maegelle
  • Maegon
  • Maegor
  • Maekar
  • Maelys[9]
  • Naerys
  • Rhae
  • Rhaegar
  • Rhaegel
  • Rhaella
  • Rhaelle
  • Rhaena
  • Rhaenyra
  • Rhaenys
  • Rhalla
  • Saera
  • Shaena
  • Shaera
  • Vaegon
  • Vaella
  • Valarr
  • Valerion
  • Visenya
  • Viserra
  • Viserys

As Casas Baratheon, Celtigar, Qoherys, e Velaryon são de ascendência valiriana, e assim esses nomes são possivelmente valirianos também.[10][11]

Os nomes Velaryon incluem:

  • Aethon
  • Corlys
  • Daenaera
  • Jacaerys
  • Laena
  • Laenor
  • Lucerys
  • Monterys
  • Vaemond
  • Valaena

Jaenara Belaerys foi uma exploradora valiriana[12] e Aurion era um pretenso imperador.[13]

Os Valirianos provavelmente deram nomes valirianos aos seus dragões, já que Balerion, Meraxes, Vhagar, e Syrax foram nomeados em homenagem aos deuses valirianos.[14][15] No entanto, nem todos os dragões da Casa Targaryen tinham nomes valirianos (e.g., A dragão da Rainha Alysanne Targaryen levou o nome de Silverwing[6]).

Oito das nove Cidades Livres foram fundadas como colônias do Império Valiriano, e são, portanto, susceptíveis de ter nomes valirianos, também:

As cidades satélites de Selhorys, Valysar e Volon Therys de Volantis provavelmente têm nomes valirianos também. Também é provável que Elyria, Mantarys, Oros, Tolos, Tyria e Velos sejam nomes valirianos, sendo cidades próximas à antiga Valíria.[16]

Termos e escrita

A frase do Alto Valiriano valar morghulis‎[17] se traduz como "todos os homens devem morrer."[18] Uma frase correspondente, valar dohaeris,[19] é traduzida como "todos os homens devem servir."[20]

A palavra dracarys em sua tradução significa "fogo de dragão."[21] Obsidiana é chamada é chamada de "vidro de dragão" na Língua Comum, mas "fogo congelado" em Alto Valiriano.[22] Valonqar é a palavra para "irmão pequeno."[23] Alto Valiriano é o idioma de origem mais provável de maegi (pronunciado diferentemente de 'Maggy'),[24] que significa "sábia".[25]

O sistema de escrita valiriano, ou pelo menos um sistema de escrita valiriano, é descrito como envolvendo glifos.[26] Também era provavelmente prática padrão escrever em pergaminhos, e não em livros.[5] Os glifos também podem ser inscritos, como em um antigo berrante de dragão valiriano, que, quando soprado, mostra "os escritos brilhando em vermelho-incandescente, e depois branco-quente,".[27]

Curiosidades

Aço valiriano é forjado com feitiços (assumimos aqui que envolva a fala da língua, portanto), bem como martelos.[28] Alguns ferreiros ainda conhecem essa arte, embora não inteiramente.[29]

Valiriano Bastardo

Cidades Livres

O Valiriano Bastardo inclui as línguas das nove Cidades Livres.[1] Cada uma das cidades tem seu próprio dialeto, e cada dialeto provavelmente tem seu próprio vocabulário derivado separado. Syrio Forel tem um sotaque, a cadência das Cidades Livres, Braavos talvez, ou Myr.[30] Um dos Bravos Companheiros é descrito como tendo um "sotaque grosso Myr"[31]

As Cidades Livres usam glifos para escrever valiriano.[32] Valiriano é descrito como soando "líquido".[33]

Cidades Escravistas

O Antigo Império Ghiscari foi conquistado pelo Império Valiriano cinco mil anos atrás. Na época os Ghiscari já falavam falado Alto Valiriano. As cidades de Yunkai, Meereen e Astapor da Baía dos Escravos têm suas próprias versões do bastardo valiriano, que foram influenciadas principalmente pelo Ghiscari Antigo, o antigo idioma da Velha Ghis. Assim como nas Cidades Livres, as pessoas das Cidades de Escravos usam glifos para escrever valiriano. [34]

O Astapori Valiriano é descrito como tendo um "grunhido característico", influenciado pela língua Ghiscari.[34] O dialeto de Yunkai é familiar o suficiente para que o de Astapor seja mutuamente inteligível.[35]

Yunkai costumava fazer parte do Antigo Império Ghiscari e tem vários idiomas falados na cidade. Mhysa, Maela, Aelalla, Qathei, e Tato são palavras para "mãe". Mhysa é mãe para os ghiscari. Não se sabe, no entanto, quais dos termos remanescentes correspondem a cada cidade em Essos.[35]

Alguns escravos falam uma língua mestiça,[36] uma mistura de ghiscari antigo e alto valiriano.[37]

Personagens que falam Alto Valiriano

Curso do Duolingo

Em 31 de Outubro de 2016, o site de curso de línguas Duolingo, começou a criação do curso de Alto Valíriano para falantes de Inglês[43], o curso foi publica em sua versão beta em 12 de Julho de 2017. Um dos principais contribuidores foi David J. Peterson. [44]

Sobre a página

Links externos

Referências

  1. 1,0 1,1 A Guerra dos Tronos, Capítulo 11, Daenerys.
  2. A Tormenta de Espadas, Capítulo 60, Tyrion.
  3. So Spake Martin: Yet More Questions, July 22, 2001
  4. Site Gelo & Fogo: David J. Peterson desenvolve a língua valiriana para Game of Thrones, Agosto, 2012
  5. 5,0 5,1 A Fúria dos Reis, Capítulo 6, Jon.
  6. 6,0 6,1 A Tormenta de Espadas, Capítulo 40, Bran.
  7. A Guerra dos Tronos, Capítulo 9, Tyrion.
  8. A Dança dos Dragões, Capítulo 15, Davos.
  9. A Tormenta de Espadas, Capítulo 67, Jaime.
  10. Citadel. Heraldry: In the area of King's Landing
  11. The Citadel. Heraldry: Houses in the Riverlands
  12. O Mundo de Gelo e Fogo, Além do Reino do Pôr do Sol: Além das Cidades Livres, Sothoryos.
  13. O Mundo de Gelo e Fogo, História Antiga: A Perdição de Valíria.
  14. O Príncipe de Westeros.
  15. A Fúria dos Reis, Capítulo 12, Daenerys.
  16. A Dance with Dragons, Mapa de Valíria
  17. A Fúria dos Reis, Capítulo 47, Arya.
  18. A Tormenta de Espadas, Capítulo 27, Daenerys.
  19. O Festim dos Corvos, Capítulo 6, Arya.
  20. O Festim dos Corvos, Capítulo 34, Gata dos Canais.
  21. A Tormenta de Espadas, Capítulo 8, Daenerys.
  22. A Tormenta de Espadas, Capítulo 78, Samwell.
  23. 23,0 23,1 O Festim dos Corvos, Capítulo 39, Cersei.
  24. O Festim dos Corvos, Capítulo 36, Cersei.
  25. A Guerra dos Tronos, Capítulo 72, Daenerys.
  26. A Guerra dos Tronos, Capítulo 3, Daenerys.
  27. O Festim dos Corvos, Capítulo 19, O Afogado.
  28. A Guerra dos Tronos, Capítulo 1, Bran.
  29. A Tormenta de Espadas, Capítulo 32, Tyrion.
  30. A Guerra dos Tronos, Capítulo 22, Arya.
  31. A Tormenta de Espadas, Capítulo 39, Arya.
  32. A Guerra dos Tronos, Capítulo 65, Arya.
  33. A Fúria dos Reis, Capítulo 27, Daenerys.
  34. 34,0 34,1 34,2 34,3 A Tormenta de Espadas, Capítulo 23, Daenerys.
  35. 35,0 35,1 A Tormenta de Espadas, Capítulo 42, Daenerys.
  36. A Dança dos Dragões, Capítulo 59, O Cavaleiro Descartado.
  37. A Dança dos Dragões, Capítulo 60, O Pretendente Rejeitado.
  38. 38,0 38,1 38,2 A Dança dos Dragões, Capítulo 6, O Homem do Mercador.
  39. A Fúria dos Reis, Capítulo 10, Davos, p 146.
  40. A Dança dos Dragões, Capítulo 47, Tyrion.
  41. O Festim dos Corvos, Capítulo 26, Samwell.
  42. 42,0 42,1 A Dança dos Dragões, Capítulo 25, O Soprado pelo Vento.
  43. App Duolingo: Duolingo Incubator
  44. Site Gelo & Fogo: Duolingo irá oferecer aulas do alto valiriano