Ações

Soprados pelo Vento

Soprados pelo Vento
Soprados Pelo Vento.png
Estandarte Bandeira azul e branca em faixas
Comandante atual Príncipe Esfarrapado
Tamanho 2 000
Fundada +/- 270 d.C.
Fundador Príncipe Esfarrapado

Os Soprados pelo Vento são uma companhia mercenária de dois mil soldados, montados a cavalo e a pé, encontrada nas Cidades Livres. Eles são liderados por um capitão conhecido como Príncipe Esfarrapado.

História

Símbolo dos Soprados pelo Vento

O Príncipe Esfarrapado estabeleceu a companhia há cerca de trinta anos antes dos eventos descritos nos livros. Quando o Príncipe Esfarrapado tinha vinte e três anos, os magísteres de Pentos selecionaram-no para ser seu novo príncipe, após eles terem decapitá-lo o anterior. Ao invés de aceitar a oferta, ele fugiu para as Terras Disputadas para nunca retornar à cidade. Ele já andara com os Segundos Filhos, os Escudos de Ferro, e os Homens da Donzela, mas mais tarde, com cinco outros homens, ele criou os Soprados pelo Vento. Dos seis fundadores, ele é o único vivo atualmente.

Há inimizade entre os Soprados pelo Vento e a Companhia do Gato. Uma vez, nas Terras Disputadas, uma sangrenta e violenta batalha foi travada. Barbassangrenta não escondia seu desdém pelo Príncipe Esfarrapado a quem ele se refere como velho barba cinzenta em frangalhos.

Cultura

Os membros dos Soprados pelo Vento usam quaisquer nomes eles queiram, e os trocam quando querem.

O Príncipe Esfarrapado tem uma visão sombria sobre desertores e trata-os com dureza. Ele envia caçadores depois deles e se os pega e eles tiverem sorte, ele simplesmente cortará um pé para garantir que eles nunca corram novamente. Se eles tiverem azar eles são dados a Bela Meris.

Pau Fino afirmam que há três Westerosis na companhia. A coisa mais próxima de uma língua comum que eles tem na companhia é Alto Valiriano. [1]

Membros notáveis

Capitães-generais

Membros

Eventos recentes

A Dança dos Dragões

Yunkai contrata os Soprados pelo Vento e os levam de Volantis para lutar na Cidade Amarela. Yurkhaz zo Yunzak, o líder supremo yunkaista, assina o contrato com os Soprados pelo Vento em nome da cidade de Yunkai. [2]

Antes de deixar Yunkai, quatro chefes dos Soprados pelo Vento começaram a recrutar mais pessoal para o companhia.

Antes dos Soprados pelo Vento deixaram a Velha Volantis, Quentyn Martell e seus companheiros se juntaram aos Soprados pelo Vento, jurando serviço ao Príncipe Esfarrapado, oferecendo suas espadas por um ano. O objetivo deles era chegar a Daenerys Targaryen. [3][1]

Para chegar a Yunkai, os Soprados pelo Vento partiram de navio em uma difícil viagem. Os Soprados pelo Vento estavam presentes no Cerco de Astapor e depois foram para Meereen. No começo da marcha para esta cidade, o Príncipe Esfarrapado declarou para seus mercenários que Astapor foi apenas o aperitivo e Meereen seria o prato principal.

O Príncipe Esfarrapado, após testemunhar a incompetência dos comandantes de Yunkai, ele enviou doze de seus espadachins Westerosis (incluindo Quentyn Martell e seus cavaleiros dorneses) para ir até Daenerys Targaryen para o caso dele ter que virar a casaca mais tarde. [1]

O contingente Westerosi consegue se encontrar com Daario Naharis e se oferecem como recrutas para os Corvos Tormentosos.[4] Após Quentyn e sua companhia se apresentar a Daenerys e explicar suas intenções,[5] os outros Westerosis dos Soprados pelo Vento são feitos cativos. Daenerys eventualmente decide libertar Meris, [6] que, aparentemente falando pelo Príncipe Esfarrapado, oferece os serviços dos Soprados pelo Vento para a rainha Daenerys se eles receberem Pentos como pagamento. [6][7] Meris e o Príncipe Esfarrapado também oferecem ajuda a Quentyn para capturar um gradão, novamente em retorno eles pedem Pentos. [2][8]

Sor Barristan Selmy, agindo como a Mão de Daenerys, ausente, eventualmente recruta o resto do contingente dos Soprados pelo Vento, os mandando de volta ao Príncipe, com uma oferta de aliança durante o futuro ataque a Yunkai. [9]

Sobre a página

Esta página utiliza conteúdo baseado em Windblown, um artigo de A Wiki Of Ice And Fire.

Referências