Ações

A Dança dos Dragões - Capítulo 26

A Noiva Rebelde
Capítulo de A Dança dos Dragões
A Dança dos Dragões.jpg
PDVAsha Greyjoy
LocalBosque Profundo, Norte, Westeros
Página287-302 PT-BR Leya (Outras versões)
Cena. (Série HBO)
Cronologia dos capítulos (Todos)
A Filha da Lula Gigante
O Festim dos Corvos
O Soprado pelo Vento ← A Noiva Rebelde → Tyrion VII

O Prêmio do Rei

Asha luta contra os clãs das montanhas em Bosque Profundo, antes de ser subjugada.

Resumo

Asha interroga um homem Flint - por Marc Fishman ©

Asha está no Bosque Profundo com seus homens, depois de ter fugido das Ilhas de Ferro, após a Assembleia de Homens Livres. Ela recebe um corvo de Vila Acidentada com o selo da Casa Bolton, dizendo que Fosso Cailin caiu nas mãos de Ramsay Bolton[1]. Ela pensa em outra carta que recebeu de Stannis Baratheon, pedindo obediência e pensa em como isso era ainda pior. A mensagem de Bolton estava escrita com sangue dos homens de ferro e veio com um pedaço da pele de Theon Greyjoy como um aviso[2].

Em Dez Torres, quando foi despedir-se da mãe, Asha havia recebido a notícia de que Euron a havia casado com Erik Ironmaker, de modo que ela agora estava em Bosque Profundo, sabendo que não poderia voltar para as Ilhas de Ferro sem ter que se submeter a seu novo marido. Asha toma nota do fato de que Bosque Profundo é um antigo castelo, ainda não fortificado, como comprovado pela maneira que ela própria o capturou, mantendo toda a família Glover a seu dispor. Ela também diz a si mesma que não será capturada viva pelos Bolton, e vai lutar até a morte em qualquer tentativa de captura. Dos trinta navios que ela levou para capturar Bosque Profundo, apenas quatro continuavam com Asha, e seus seguidores a aconselham a partir. Asha se recusa, afirmando que ela apenas luta, jamais corre.

Asha e Qarl, o Donzel fazem sexo na cama de Galbart Glover e ela reflete sobre seu longo relacionamento, lamentando que eles não podem se casar, por Qarl ser de baixo-nascimento. Durante a noite, o alarme é disparado - ficamos sabendo que que cinco homens do Clã Flint das Montanhas tentaram escalar o muro. Os homens de Asha os derrotam rapidamente. O único sobrevivente afirma que eles estavam sozinhos, tentando salvar Lady Glover de Asha. Mas depois de um interrogatório brutal feito por Asha, ele revela seu verdadeiro propósito: abrir um portão para seus três mil homens tomarem Bosque Profundo.

Asha não tem certeza de quem estaria liderando esses homens e toma a decisão repentina de fugir para seus navios, esperando que os nortenhos não tenham queimado os navios encalhados que ela deixou para trás. Ela está confiante mas, mesmo assim ela envia metade de sua frota para Ponta do Mar do Dragão caso seja atacada.

Na fuga, Asha percebe que seria perigoso acelerar os navios através das madeiras grossas durante a noite por conta do barulho e eles também não poderiam usar tochas de luz ou então atrairiam a atenção e um ataque dos nortenhos. Ela decide descansar com seus homens e esperar pelo nascer do sol, a fim de fugir mais rápido com segurança. Mas os nortenhos os encontram e uma batalha confusa, sangrenta e cega começa. Asha percebe que os nortenhos estão vestindo pedaços de arbustos e árvores e pensa consigo mesma que é como se as próprias árvores estivessem a atacando. A batalha continua com Asha lutando de costas com Qarl, contra os nortenhos. Em meio à confusão, ela o perde e, eventualmente, é atingida na cabeça com um machado.

Links externos

Sobre a página

Referências

  1. A Dança dos Dragões, Capítulo 20, Fedor.
  2. Jon Snow recebe o que parece ser uma mensagem idêntica em Capítulo 28, que aparentemente acontece ao mesmo tempo que o recebimento desta carta. Ambos eventos possivelmente acontecem logo após o Capítulo 20.