Noivas Negras

De Gelo e Fogo wiki
(Redirecionado de Noivas de Preto)
Ir para navegação Ir para pesquisar
As Noivas Negras, ilustrado por Douglas Wheatley © para Fogo & Sangue.

As Noivas Negras ou Noivas de Preto[N 1] foram três esposas do rei Maegor I Targaryen, que se casaram com eles em uma única cerimônia realizada em 47 d.C.,[1] oficializada pelo Alto Septão.[2] Maegor as escolheu porque as três mulheres tinham fertilidade comprovada. Todas haviam sido viúvas de homens mortos nas guerras de Maegor, ou sob seu comando.[1]

Os filhos das mulheres foram trazidos como reféns para o cerimônia de casamento para impor sua submissão. Muitas histórias estranhas foram contadas sobre a noite de núpcias, mas é difícil saber a verdade nelas.[2]

As Noivas

  • Lady Elinor Costayne era o mais nova das três Noivas Negras. Ela era casada com Sor Theo Bolling, e deu à luz três filhos dele. Sor Theo foi preso pela Guarda Real, acusado de conspirar com a Rainha Viúva Alyssa Velaryon, e executado - tudo no mesmo dia. Elinor, então com dezenove anos de idade, foi convocada para se casar com Maegor duas semanas depois. Elinor ficou grávida do filho de Maegor, que veio ao mundo natimorto, sem olhos e com pequenas asas. Elinor sobreviveu ao reinado de Maegor.[1]
  • Lady Jeyne Westerling,[3] a viúva de Lorde Alyn Tarbeck, deu a seu primeiro marido um filho póstumo. Ela ficou grávida de Maegor em 47 d.C., mas a criança nasceu três meses antes do previsto: Outro monstro natimorto, saído desta vez de seu ventre, e Jeyne não sobreviveu por muito tempo após o parto.[1]
  • Princesa Rhaena Targaryen, viúva do Príncipe Aegon Targaryen. Quando a Rainha Tyanna da Torre encontrou suas filhas gêmeas, Aerea e Rhaella, Rhaena foi forçada a se casar com Maegor. Maegor nomeou Aerea como sua herdeira (deserdando o Príncipe Jaehaerys). Rhaena, depois de saber que seu irmão, o Príncipe Jaehaerys, fez sua reivindicação, ela voou para Porto Real nas costas de Dreamfyre, roubando a espada Blackfyre no caminho. Ela foi a segunda esposa de Maegor a sobreviver a ele.[1]

Galeria

Notas

  1. A editora SUMA modificou o termo Noivas Negras, até então utilizado pela LeYa nas traduções de As Crônicas de Gelo e Fogo. Na edição brasileira de Fogo & Sangue, a SUMA opta por não utilizar os termos negro ou negra na grande maioria das expressões nesse sentido. Portanto, lê-se Noivas de Preto no volume I de Fogo & Sangue, publicado em novembro de 2018.

Sobre a página

Esta página utiliza conteúdo baseado em Black Brides, um artigo de A Wiki Of Ice And Fire.

Referências