Dreamfyre

De Gelo e Fogo wiki
Ir para: navegação, pesquisa
Dreamfyre
Lealdade Rhaena Targaryen
Helaena Targaryen
Raça dragão
Morte Em 130 d.C., em Fosso dos Dragões
Livro(s) O Mundo de Gelo e Fogo (mencionado)
The Sons of the Dragon (mencionado)
O Príncipe de Westeros (mencionado)
A Princesa e a Rainha (mencionado)

Dreamfyre era uma dragão-fêmea, montada pela princesa Rhaena Targaryen e mais tarde pela Princesa Helaena Targaryen.[1]

Aparência

Dreamfyre era uma esguia dragão-fêmea. Sua coloração era principalmente azul-clara, com marcas prateadas. Por volta do ano 35 d.C., Dreamfyre era grande o suficiente para Rhaena Targaryen, que tinha doze anos de idade, montá-la.[2]

História

Dreamfyre foi chocada durante o reinado do Rei Aegon I Targaryen. Ela criou vínculo com a primeira neta de Aegon I, Princesa Rhaena Targaryen, que tornou-se a cavaleira de Dreamfyre em 35 d.C. aos doze anos.[3][2] Em 43 d.C., ela havia dado duas ninhadas de ovos.[2]

Após a morte do pai de Rhaena, Rei Aenys I Targaryen, e a coroação de seu meio-irmão, Maegor I, em 42 d.C. e a morte do marido de Rhaena em 43 d.C., Princesa Rhaena enviou suas filhas gêmeas Aerea e Rhaella para se esconderem. No entanto, ela sentiu que não poderia se esconder também, já que ela tinha Dreamfyre com ela, e um dragão não seria fácil de se esconder. Portanto, ela voou com Dreamfyre para Ilha Leal na costa do Mar Poente, e ali elas ficaram, em Casteloleal. Lá elas permaneceram até 47 d.C., quando Maegor ordenou que Rhaena voltasse para Porto Real. Não querendo trazer a ira de Maegor e as chamas de Balerion para Ilha Leal, Rhaena voou com Dreamfyre para a Fortaleza Vermelha.[2]

No ano seguinte, Rhaena fugiu da Fortaleza Vermelha montada em sua dragão, junto com sua filha mais velha Aerea, e a espada de aço valiriano de Maegor, Blackfyre, para se juntar a seu único irmão sobrevivente, Jaehaerys.[2]

Durante o reinado de Viserys I Targaryen, Dreamfyre vinculou-se com Helaena Targaryen. Durante a Dança dos Dragões, após o filho de seis anos de Helaena ser assassinado durante a guerra civil, Helaena passou seus dias na escuridão, chorando, e já não era mais capaz de montar Dreamfyre. Dreamfyre residia no Fosso dos Dragões, e é dito que quando Helaena se atirou de sua janela em sua morte na Fortaleza de Maegor Dreamfyre subiu de repente com um rugido que sacudiu o Fosso dos Dragões e quebrou duas das correntes que a prendiam.[1]

Dreamfyre permaneceu acorrentada no Fosso dos Dragões quando o povo de Porto Real invadiu o fosso. Dos quatro dragões presentes, Dreamfyre foi a única dragão capaz de se libertar de suas correntes quando a multidão invadiu. Ela pegou vôo, circulou o interior cavernoso da cúpula e desceu para atacar os homens abaixo. Ela matou mais homens do que os outros três dragões combinados. Arqueiros e besteiros soltavam flechas e ofensas contra ela, e sempre que ela pousava, homens corriam para atacá-la, levando-a de volta ao ar. Eventualmente, um de seus olhos foi atingido por um ferrolho de besta. Dreamfyre meio-cega e enlouquecida voou para a grande cúpula acima do Fosso dos Dragões, que quebrou no impacto. Metade dela desmoronou, esmagando-a e também esmagando os matadores de dragões, sob toneladas de pedra quebrada e entulho.[1]

Cavaleiros de Dreamfyre conhecidos

Sobre a página

Esta página utiliza conteúdo baseado em Dreamfyre, um artigo de A Wiki Of Ice And Fire.

Referências