Ações

Canibal (dragão)

O Canibal
Cannibal.jpg
Nascimento Em Pedra do Dragão
Outros livros
Mencionado
Mencionado
Mencionado

Canibal ou The Cannibal[N 1] foi um dragão selvagem que viveu em Pedra do Dragão durante a Dança dos Dragões. Ele foi chamado de Canibal pelo povo comum de Pedra do Dragão porque praticava canibalismo, banqueteando-se de dragões mortos ou recém-nascidos e ovos de dragão.[1] Ele era um dos três dragões selvagens que moravam em Pedra do Dragão, sendo os outros Sheepstealer e Grey Ghost.

Aparência

O Canibal era negro como carvão. Ele era o maior e mais antigo dos dragões selvagens.

História

A idade exata do Canibal ainda não foi declarada. Diz-se que o dragão Sheepstealer eclodiu quando o Velho Rei era jovem - isto é, no início do reinado de Jaehaerys I. O Canibal foi declarado o mais velho e o maior dos três dragões selvagens, e portanto era ainda mais antigo do que Sheepstealer.

O canibal era conhecido por atacar dragões menores. Ele repousava em Monte Dragão. Antes da Dança dos Dragões uma dúzia de futuros domadores de dragão tinham feito tentativas de montá-lo, e por isso, seu covil estava cheio de ossos.

Alguns entre os plebeus de Pedra do Dragão alegaram que o Canibal vivia na ilha antes mesmo de os Targaryens chegarem. Se fosse de uma linhagem diferente de dragões valirianos, isso poderia explicar por que Canibal era tão antagônico aos outros dragões Targaryen. No entanto, pelo menos alguns meistres duvidam dessas afirmações.[2]

Quando o Príncipe Jacaerys Velaryon chamou por cavaleiros de dragão durante a Dança dos Dragões nenhuma das sementes de dragão foi tola o suficiente para perturbar o Canibal devido à sua reputação - e todos os que tentaram, não retornaram para contar a história.

Quando Silver Denys, um homem que alegou ser um descendente do rei Maegor I Targaryen, tentou domar Sheepstealer, o dragão arrancou seu braço. Enquanto seus filhos lutavam para estancar sua ferida, o Canibal desceu sobre eles, expulsou Sheepstealer e devorou Silver Denys e seus filhos.

Quando a carcaça de Grey Ghost foi descoberta na base de Monte Dragão, Sor Robert Quince foi rápido em nomear o Canibal como o assassino (na verdade havia sido Sunfyre o culpado). Os pescadores começaram a se preocupar que o dragão se voltasse contra eles, e insistiram com Sor Robert para que o Canibal fosse levado embora dali, mas ele recusou, argumentando que, se deixassem o dragão sozinho, ele não os incomodaria.

O Canibal sobreviveu à Dança dos Dragões, apenas para desaparecer misteriosamente após a guerra.[3]

Citações

Nenhuma das sementes de dragão foi tola o bastante para perturbá-lo.[1]
— Arquimeistre Gyldayn.
Se não o incomodarmos, Canibal não nos incomodará.[1]
— Sor Robert Quince.

Sobre a página

Esta página utiliza conteúdo baseado em Cannibal, um artigo de A Wiki Of Ice And Fire.

Notas

  1. Há uma incoerência na tradução da LEYA no que diz respeito ao nome desse dragão, cuja versão original é The Cannibal. No conto A Princesa e a Rainha do livro Mulheres Perigosas, a LEYA optou por não traduzir seu nome e deixar como Cannibal, seu nome original. Mas em alguns trechos da primeira versão traduzida de O Mundo de Gelo e Fogo seu nome ficou Canibal, enquanto em outros trechos deixaram seu nome original The Cannibal.

Referências

  1. 1,0 1,1 1,2 A Princesa e a Rainha.
  2. O Mundo de Gelo e Fogo, Os Reis Targaryen: Aegon II.
  3. O Mundo de Gelo e Fogo, Os Reis Targaryen: Aegon III.