Tigela de castanho

De Gelo e Fogo wiki
Ir para navegação Ir para pesquisar

 

Tigela de castanho por Tamires Para © Fantasy Flight Games.

Tigela de castanho,[1] panela de castanho,[2] ou apenas castanho, é um ensopado feito por várias casas de pasto nos becos da área de Porto Real conhecidos como Baixada das Pulgas. O castanho costuma ser cozido por longos períodos de tempo, fervendo ano após ano em enormes banheiras, onde recebe novos ingredientes enquanto é servido constantemente aos residentes mais pobres da cidade. O castanho típico tem uma película de gordura sobre ele e apresenta pedaços de vegetais; as carnes são mais difíceis de identificar.

Ingredientes comuns incluem cevada, cenoura, cebola, nabo e quaisquer pedaços de carne que seus cozinheiros possam conseguir e ousar incluir neles, incluindo peixes capturados localmente.[1][3] As carnes podem variar de acordo com cada casa de pasto, mas não é incomum que incluam pombos, ratos, gatos [4] e até cadáveres.

É razoável presumir que quase nenhuma carne seja rejeitada pelas casas de pasto, a menos que seja manifestamente imprópria para a cozinha; a certa altura, Bronn afirma que uma casa de pasto que ele conhece usa "todos os tipos de carne" quando solicitado a se desfazer de uma vítima de assassinato[2]. É possível, e provavelmente comum, que os consumidores paguem por suas porções com animais capturados (e presumivelmente outros alimentos dignos de guisado, como muitos vegetais) que, por sua vez, se tornarão ingredientes frescos para o castanho.

As lojas de sopa são lugares perigosos, sempre sendo vigiados por pessoas de reputação e motivação questionáveis.

Apesar de sua duvidosa qualificação sanitária e ética, o castanho é uma importante fonte de nutrição para os menos afortunados entre os habitantes de Porto Real.

Embora as tigelas de castanho propriamente ditas sejam uma peculiaridade cultural de Porto Real, refeições semelhantes não são incomuns em outros lugares de Westeros, sustentando um número considerável de pessoas que não conseguem encontrar facilmente alimentos mais agradáveis.[5]


Citações


Na Baixada havia casas de pasto espalhadas pelas vielas, onde enormes banheiras de guisado ferviam há anos, e podia-se trocar metade de uma ave por uma fatia de pão do dia anterior e uma "tigela de castanho", e até torravam a outra metade no fogo, desde que o cliente depenasse o pombo. Arya teria dado qualquer coisa por uma xícara de leite e um bolo de limão, mas o castanho não era de todo mau. Costumava ter cevada e pedaços de cenoura, cebola e nabo, e às vezes tinha até maçã com uma película de gordura por cima. Em geral, tentava não pensar na carne. Uma vez obtivera um pedaço de peixe.[1]
—— pensamentos de Arya Stark.



Meus homens vêm, na sua maioria, do povo. Caminham pelas mesmas ruas, bebem nas mesmas tabernas, servem-se das mesmas tigelas de castanho dos mesmos refeitórios. Seu eunuco já lhe deve ter dito que há pouco amor pelos Lannister em Porto Real.[3]
—— Jacelyn Bywater para Tyrion.



Tyrion: Pode querer ficar com a língua dele, ouvi dizer que é de prata. O resto dele nunca deverá ser encontrado.
Bronn: Conheço uma casa de pasto na Baixada das Pulgas que faz uma saborosa panela de castanho. Ouvi dizer que tem todos os tipos de carne.
Tyrion: Certifique-se de que eu nunca coma lá.[2]
—— Bronn e Tyrion.



E foi por isso que o pobre Symon acabou numa tigela de castanho.[6]
—— pensamentos de Tyrion.



Kem: Sinto falta da comida, também.
Tyrion: Da comida da sua mãe?
Kem: Os ratos não comeriam a comida da minha mãe. Mas tinha uma loja de ensopados. Ninguém fazia uma tigela de sopa marrom como eles. Tão grossa que você podia colocar a colher de pé na tigela, com pedaços disso e daquilo. Já provou uma tigela de sopa marrom, Meio-Homem?
Tyrion: Uma vez ou duas. Ensopado de cantor, eu a chamava.[7]
—— conversa entre Tyrion e Kem, dos Segundos Filhos.



Abaixo do sal, Dunk encontrou Sor Kyle afogando seus infortúnios na cerveja de Lorde Butterwell. Tinha um pedaço de pão sem miolo cheio de um guisado grosso feito com restos de comida da noite anterior. “Uma tigela de castanho”, assim chamavam esse prato nas lojas de sopa de Porto Real. Sor Kyle claramente não tinha estômago para aquilo. Intocado, o guisado tinha esfriado e uma película de gordura brilhava em cima do caldo marrom.[5]
—— pensamentos de Duncan, o Alto.

Referências


Nota: Esta página utiliza conteúdo da A Wiki Of Ice And Fire. O conteúdo original está aqui em Bowl of brown.