Symon Língua de Prata

De Gelo e Fogo wiki
Ir para navegação Ir para pesquisar

 

Symon
Symon Lingua de Prata.jpg
por Roman Papsuev ©
Apelido(s) Symon Língua de Prata
Morte Em 299 d.C., em Porto Real
Aparece 
Aparece
Mencionado

Symon Língua de Prata é um cantor, ator e harpista.[1]

Aparência

Symon é baixo, com cabelos castanhos e finos e calvos, bochechas rosadas e uma pança pequena.[2][1]

Symon usa um gibão de pele de veado.[1] É um cantor adequado,[2] e toca uma harpa de madeira com doze cordas.[1]

Eventos Recentes

A Fúria dos Reis

Quando Tyrion Lannister discretamente visita sua amante, Shae, na mansão perto do Portão de Ferro um dia, ele ouve música e então alguém cantando lá dentro. Symon Língua de Prata revela que reconhece Tyrion, chamando-o de "Meu senhor Mão", Tyrion ameaça o cantor em segredo. Tyrion permite que Shae continue fazendo Symon cantar para ela, desde que ele não espalhe o que sabe.[2]

A Tormenta de Espadas

Symon é contratado por Lady Tanda Stokeworth, a conselho de Shae, para acalmar Lollys Stokeworth quando seu bebê chuta. Symon está bem informado sobre o que acontecerá na festa de casamento do Rei Joffrey I Baratheon e Margaery Tyrell. Seu relato detalhado das maravilhas planejadas para a festa leva Shae a pedir permissão a Tyrion para comparecer à festa, o que Tyrion se opõe porque não é seguro para ela. Tyrion ordena Bronn que encontre Symon antes de qualquer outra pessoa.[3]

Quando Tyrion e Symon se encontram em uma taberna, Tyrion aconselha o cantor a partir de Porto Real para as Cidades Livres. Symon responde ameaçando cantar sua nova canção sobre Tyrion e Shae para a irmã de Tyrion, a Rainha Regente Cersei Lannister, ou pai, Lorde Tywin Lannister. Symon se permitirá ser subornado até o silêncio se Tyrion encontrar uma maneira de deixá-lo participar do torneio de cantores que será realizado na festa de casamento. Se ele não tiver permissão para tocar para Joffrey, Symon irá apresentar sua nova música pela cidade. Tyrion diz a Symon que ele irá providenciar tudo, e que Bronn entrará em contato com ele. Após a partida de Symon, Tyrion dá instruções a Bronn para fazer Symon desaparecer. Bronn se refere a uma loja de panelas na Baixada das Pulgas que faz "uma saborosa tigela de castanho" com "todos os tipos de carne".[1]

Tyrion mais tarde se lembra da música de Symon enquanto estava preso pelo assassinato de Joffrey[4] e quando ele mata Shae.[5]

A Dança dos Dragõess

Enquanto a bordo do Selaesori Qhoran, Tyrion confessa a Merreca que ele mandou matar Symon por escrever uma música sobre ele.[6]

Depois de ingressar nos Segundos Filhos, Kem menciona a Tyrion que ele se lembra de uma loja de panelas em Porto Real que fazia a melhor tigela de castanho. Quando ele pergunta a Tyrion se ele já comeu o ensopado, Tyrion responde que ele comeu uma ou duas vezes e chama o prato de "ensopado de cantor".[7]

Citações por Symon


Symon: Chamam-me de Symon Língua de Prata, senhor. Ator, cantor, contador de histórias...

Tyrion: E um grande idiota.[2]

—— Symon e Tyrion Lannister



Muito bem, senhor. Eu vou cantar na noite da boda do Rei Joffrey. Se por acaso for chamado à corte, ora, vou querer oferecer ao rei as minhas melhores composições, canções que cantei mil vezes e que certamente agradarão. Mas se der por mim cantando em alguma triste taberna... bem, essa seria uma ocasião adequada para experimentar a minha nova canção. Porque mãos de ouro são sempre finas, mas há calor em mãos de mulher.[1]
—— Symon para Tyrion Lannister


Citações sobre Symon


Tyrion: Quem é aquele?

Ibbenês: Cantor barrigudo.[2]

—— Tyrion Lannister e um guarda Ibbenês



Tyrion: Ele canta bem?

Shae: Melhor do que alguns. Não tão bem quanto outros.[2]



Nas mãos suaves, brandia uma harpa de madeira com doze cordas, que era mais mortífera do que uma espada. [1]
—— pensamentos de Tyrion Lannister

Referências


Sobre a página

Esta página utiliza conteúdo baseado em Symon Silver Tongue, um artigo de A Wiki Of Ice And Fire.