Ações

Valíria

(Redirecionado de Valiriana)
Valíria
Cidade Arruinada
Valyria.jpg
Valíria em seu explendor
Valíria is located in Baia dos Escravos
Valíria

Localização de Valíria na região da Baía dos Escravos e da Península Valiriana
Localização Península Valiriana, Essos
Governo Senhores de dragões , nascidos livres e com terras suficientes para votar.
Religião inúmera religiões
Fundado(a) Cerca de cinco mil anos antes do Desembarque de Aegon
Destruído(a) Cem anos antes do Desembarque de Aegon

Valíria, também chamada de Velha Valíria, é uma cidade em ruínas de Essos. No passado, foi uma vibrante cidade e capital do poderoso Império Valiriano. Foi destruída num evento cataclísmico conhecido como a Perdição de Valíria, um século antes da Conquista de Aegon. É o lar ancestral das Casas Targaryen, Celtigar e Velaryon.[1]

Sobre

Valíria está morta há mais de 400 anos e já foi a capital de um grande império que caiu em ruína. No seu auge, o império Valiriano era uma civilização avançada e dominava militar e culturalmente o mundo conhecido. A cidade era localizada em uma península do continente oriental e é o lar ancestral das Casas Targaryen, Velaryon e Celtigar.

Localização

Localizava-se no coração da Península Valiriana, que se estendia para o Mar de Verão. A Perdição quebrou a península, separando a cidade de Valíria das Terras do Longo Verão e criando o Mar Fumegante. Atualmente, a cidade de Valíria situa-se no centro da maior ilha remanescente, cercada por falésias. Valíria era conectada a inúmeras cidades, incluindo Tíria [2].

Cultura

Uma característica comum entre a comunidade valiriana eram seus olhos roxos e cabelos de prata-ouro, brancos ou platinados, além dos casamentos incestuosos. Apesar de não comum, alguns eram bígamos. Valíria é dito que ainda mantém tesouros sob seus escombros, como lâminas de aço valiriano e itens de poder mágico. Diz-se que as velas de vidro de Vilavelha foram trazidos de lá, mil anos antes da Perdição.

História

Valíria era governada pelos senhores de dragões, que eram aproximadamente quarenta famílias, embora apenas duas ou mais rivalizavam pelo poder. A Casa Targaryen não era considerada muito poderosa ou influente.[3] Os senhores de dragão elegiam, dentre seus nobres, os arcontes, para cargos de liderança, exercendo essa posição com mandatos limitados.[4]

Os valirianos dominavam as artes negras e magias de sangue, mergulhando profundamente na terra em busca de segredos e torcendo a carne de bestas e homens para criar quimeras monstruosas e não naturais. Muitos dizem que foi por causa destes "pecados" que os deuses jogaram sua ira sobre Valíria.[5]

O Império Valiriano, chamado de Cidade Franca de Valíria, primeiro conquistou o Império Ghiscari‎ a oeste da Baía dos Escravos, além de outras colônias Ghis, como as Ilhas Basilisco e Sothoryos. Sempre buscando mais escravos para suas minas, eles continuaram a conquistar territórios e estabelecer colônias pelo oeste e norte de Essos ao derrotar os Ândalos e Roinares.

Quatrocentos anos atrás, contudo, Valíria e sua península foram destruídas num evento cataclísmico chamado de Perdição.[6]

Em 55 d.C., a princesa Aerea Targaryen, montada em Balerion, desapareceu por mais de um ano antes de retornar para Porto Real. Segundo o septão Barth, a pele dela estava queimada de dentro para fora com "vermes com rostos" em erupção de sua pele, "mãos deformadas" e outras monstruosidades. Balerion também tinha vários ferimentos e machucados. Barth concluiu que Balerion, sem controle e com uma montadora inexperiente nele como Aerea, acabou voando de volta para seu lar ancestral de Valíria, onde ele tinha nascido. Isso sedimentou a noção de que Valíria seria amaldiçoada e navios passaram a ser proibidos de entrar na região valiriana.[7] Gerion Lannister viajou até Valíria em busca da Rugido Brilhante, antiga espada de aço valiriano dos Lannister, mas nunca mais retornou.[8] Mais recentemente, Euron Greyjoy diz ter estado na ilha, onde encontrou o Berrante de Dragão.[9]

Galeria

Referências

  1. A Guerra dos Tronos, Capítulo 3, Daenerys.
  2. Atlas das Terras de Gelo e Fogo
  3. O Mundo de Gelo e Fogo, O Reinado dos Dragões: A Conquista.
  4. O Mundo de Gelo e Fogo, História Antiga: A Ascensão de Valíria.
  5. Fogo & Sangue, Jaehaerys e Alysanne: Triunfos e tragédias.
  6. A Dança dos Dragões, Capítulo 5, Tyrion.
  7. Fogo & Sangue, Jaehaerys e Alysanne: Triunfos e tragédias.
  8. A Tormenta de Espadas, Capítulo 32, Tyrion.
  9. O Festim dos Corvos, Capítulo 29, O Pirata.