Casa Dayne

De Gelo e Fogo wiki
Ir para: navegação, pesquisa
Casa Dayne de Tombastela
Dayne de Tombastela.png
Brasão uma espada através de uma estrela cadente, prateadas, em campo lavanda
Lema A Espada da Manhã
Sede Tombastela
Lorde Atual Edric Dayne
Região Dorne
Título Senhor de Tombastela
Suserano Casa Martell
Ramificação Casa Dayne de Alto Ermitério
Arma Ancestral Alvorada

Casa Dayne de Tombastela é uma casa nobre dornesa juramentada à Casa Martell. A Espada da Manhã é um título dado ao cavaleiro Dayne que é considerado merecedor de empunhar a espada Alvorada, uma espada supostamente criada do núcleo de uma estrela caída. Seu símbolo é uma espada e uma estrela cadente, prateada, em um campo lavanda.[1] Um ramo militar da Casa Dayne são os Dayne de Alto Ermitério. Suas características são atípicas entre os dorneses, se assemelhando mais aos habitantes do restante dos Sete Reinos em aparência, costumes e tradições. Ao contrário do resto dos roinares, têm a pele pálida, com cabelo variando de castanho escuro à loiro pálido e possuem olhos violetas.

História

Cavaleiros juramentados a Casa Dayne, por Tomasz Jedruszek ©.

A Casa Dayne de Tombastela está entre as casas nobres mais antigas dos Sete Reinos, descendentes dos Primeiros Homens, provavelmente, cujo os fundadores surgiram durante a Era da Aurora.[2] Um dos aspectos mais famosos dos Dayne é sua espada ancestral, chamada Alvorada, e os homens que a empunham (os Espada da Manhã), que tem a fama de serem excelentes espadachins.[3] O primeiro Dayne é dito que tenha erguido a fortaleza de Tombastela em uma ilha na boca do rio Torentine, tendo seguido uma estrela cadente que caiu por lá e encontrou uma pedra com propriedades mágicas. Seus descendentes, em seguida, se tornaram os Reis do Torentine e Senhores de Tombastela.[4]

Os Daynes participaram de várias batalhas entre Dorne e a Campina. Em particular, eles tem uma disputa sangrenta com a Casa Oakheart por séculos e o rei Samwell Dayne, chegou a queimar Vilavelha.[2][5] O último rei de Tombastela, Vorian Dayne, foi derrotado durante a Guerra de Nymeria e enviado para a Muralha. Os Daynes dobraram então o joelho para Lançassolar e apoiaram a rainha Nymeria na luta contra o rei Yorick V Yronwood. O terceiro marido de Nymeria foi Sor Davos Dayne, o Espada da Manhã. Nymeria, seguindo os princípios roinares, foi sucedida no título de Princesa de Dorne por sua filha mais velha, que teve com seu primeiro marido Mors Martell, e não por seu filho com Davos.[6]

Durante a Primeira Guerra Dornesa, Sor Joffrey Dayne liderou uma tropa de Dorne contra as muralhas de Vilavelha, queimando os campos e vilas ao redor.[7] A senhora Clarisse Dayne foi, mais tarde, oferecido como provável esposa para Maegor Targaryen.[8]

Ulrick Dayne, um Espada da Manhã, foi considerado um cavaleiro notável, comparado como espadachim a Daemon I Blackfyre e ao príncipe Aemon o Cavaleiro Dragão.[9]

Sor Arthur Dayne, um Espada da Manhã, foi um letal e lendário cavaleiro, que serviu como membro da Guarda Real para o rei Aerys II Targaryen, liderando tropas contra um grupo de rebeldes conhecidos como Irmandade da Mata do Rei. Ele ganhou o apoio do povo das Terras da Coroa, e derrotou os rebeldes. Sor Arthur demonstrou grande habilidade em combate e derrotou o Cavaleiro Sorridente em um duelo. Logo em seguida, ele tornou Jaime Lannister um cavaleiro. Arthur quebrou doze lanças nas justas contra o príncipe e amigo pessoal, Rhaegar Targaryen, no torneio de Ponta Tempestade.

A irmã de Sor Arthur, a senhora Ashara Dayne, era uma das damas de companhia de Elia Martell, e esteve presente no torneio de Harrenhal. Lá ela dançou com Lorde Jon Connington e Eddard Stark. Nas justas, Arthur perdeu para o príncipe Rhaegar, o eventual campeão. Sor Barristan Selmy tinha uma queda por Ashara e disse que, se tivesse ganho, teria nomeado ela como rainha do amor e da beleza.

A lealdade da Casa Dayne aos Targaryens durante a Guerra do Usurpador causou a morte de alguns de seus membros mais famosos. O atual Senhor de Tombastela, Edric Dayne, é sobrinho do melhor guerreiro da Guarda Real de Aerys II Targaryen, Sor Arthur Dayne, o Espada da Manhã, e suas irmãs, a bela Senhora Ashara e a Senhora Allyria, pelo seu irmão mais velho. Sor Arthur tombou na Torre da Alegria, morto por Lorde Eddard Stark e Lorde Howland Reed. A senhora Ashara, que servira como dama-de-companhia da Princesa Elia Martell por anos, havia retornado à Tombastela por razões desconhecidas. Quando recebeu Alvorada e a notícia da morte de seu irmão por Lorde Eddard, ela jogou-se no Mar de Verão. Seu corpo nunca foi resgatado.

Lorde Edric foi mandado como escudeiro ao Lorde Beric Dondarrion após o casamento do Senhor de Portonegro com sua tia Allyria.

Eventos recentes

A Guerra dos Tronos

Donzelas e soldados em Winterfell contam histórias sobre Sor Arthur Dayne e sua irmã, a senhora Ashara Dayne.[10]

Em Porto Real, Lorde Eddard Stark tem um sonho febril onde se lembra da Batalha da Torre da Alegria.[11]

A Fúria dos Reis

Bran Stark se lembra do seu pai, Eddard, falando como Sor Arthur era o melhor cavaleiro que ele já viu.[12]

A Tormenta de Espadas

Daenerys Targaryen ouve Arstan Barba-Branca falar sobre Sor Arthur; Viserys Targaryen disse para ela que Arthur era o único cavaleiro do reino cujo as habilidades eram equiparáveis com as do seu irmão Rhaegar, o Príncipe de Pedra do Dragão.[13]

Viajando pelas Terras Fluviais, Arya Stark se encontra com a Irmandade sem Bandeiras. Lá ela descobriu que Lorde Edric Dayne acompanhava Lorde Beric Dondarrion em sua missão para levar Sor Gregor Clegane à justiça. O grupo foi emboscado na Batalha no Vau do Saltimbanco e Beric foi morto. Edric defendeu seu corpo, contudo, permitindo que fosse levado e ressuscitado por Thoros de Myr. Edric acompanha os sobreviventes da emboscada, criando um grupo de foras da lei (a Irmandade) para proteger o povo comum das Terras Fluviais dos horrores da guerra.[14]

Enquanto lê o livro branco na Fortaleza Vermelha, Sor Jaime Lannister se lembra de Sor Arthur Dayne com grande respeito.[15]

O Festim dos Corvos

A princesa Arianne Martell recruta Sor Gerold Dayne de Alto Ermitério para ajuda-la num complô para colocar a princesa da coroa Myrcella Baratheon no trono. Gerold ressente o fato de que ele não é reconhecido como um cavaleiro tão bom quanto Sor Arthur foi. Quando o plano de Arianne entra em colapso, Gerold fere Myrcella e foge.[2]

Quando a Senhora Coração de Pedra assume o comando da Irmandade sem Bandeiras após a morte de Beric, Edric e outros guerreiros deixam o grupo. Seu atual paradeiro é desconhecido.[16][17]

A Dança dos Dragões

O príncipe Doran Martell pede para Obara Sand levar Sor Balon Swann para Alto Ermitério para caçar Gerold Dayne, que é acusado de matar Sor Arys Oakheart.[18]

A Casa Dayne no final do terceiro século

Os Dayne conhecidos durante o período de tempo dos eventos descritos em As Crônicas de Gelo e Fogo são:

 
 
 
 
 
 
Dayne
desonhecido
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Dayne
desconhecido
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Dayne
desconhecido
 
{Ashara}
 
 
{Arthur}
 
Allyria
 
 
Gerold
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Edric
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Referências