A Guerra dos Tronos - Capítulo 6

De Gelo e Fogo wiki
Ir para: navegação, pesquisa
Catelyn II
Capítulo de A Guerra dos Tronos
A Guerra dos Tronos.jpg
PDVCatelyn
LocalTorre Grande de Winterfell, Norte, Westeros
Página46-52 PT-BR Leya (Outras versões)
CenaWinter Is Coming (Série HBO)
Cronologia dos capítulos (Todos)
Catelyn I
Jon I ← Catelyn II → Arya I

Catelyn III

Uma carta secreta de Lysa leva sua irmã Catelyn a convencer Ned a ir para Porto Real e se tornar a Mão do Rei.

Resumo

Robert Baratheon em Winterfell, extraído de 'A Guerra dos Tronos - Edição Ilustrada', por Magali Villeneuve©.

Ned e Catelyn estão em seu quarto após fazerem amor. Desconfortável com o calor do recinto, que é aquecido pelas nascentes subterrâneas de água quente do castelo, Ned abre as janelas. Enquanto ela o observa da cama, Catelyn vê que ele aparenta o mesmo de quando se casaram e espera que ainda possam conceber mais um filho.

Eles discutem sobre a proposta do Rei Robert Baratheon, a qual Ned pretende recusar. Catelyn insiste que ele deve aceitá-la para não ofender o Rei, o que poderia colocá-los em perigo. Enquanto Catelyn se recorda do preságio do Lobo Gigante morto por um Veado, Ned deseja que seu irmão Brandon pudesse estar vivo para ele então ser o Lorde de Winterfell.

Eles são interrompidos por Desmond, que diz que Meistre Luwin tem uma mensagem urgente para Ned. O Meistre entra no quarto e diz que uma caixa de madeira entalhada foi deixada em seu observatório enquanto ele estava dormindo. A caixa possuía ótimas novas lentes para o observatório, porém a forma como ela foi entregue fez o Meistre suspeitar e descobrir uma mensagem escondida num fundo falso. Meistre Luwin diz então que ele não a leu e não a entregará a Ned, visto que esta endereçada a Catelyn.

Catelyn pega a mensagem apreensiva. É de sua irmã Lysa, e está escrita numa língua secreta que somente as duas irmãs compartilham. Catelyn queima a mensagem imediatamente após lê-la, mas explica a Ned que a mensagem alega que Jon Arryn foi morto pela Rainha Cersei e os Lannister. Catelyn diz que agora Ned necessita ser a Mão do Rei para assim descobrir a verdade por trás das acusações de Lysa. Meistre Luwin concorda com Catelyn, pois a Mão possui grandes poderes que irão ajudar a determinar a verdade e a proteger Lysa e seu filho. Catelyn então diz que Ned não deixaria Robert, um homem que ele ama como um irmão, enfrentar os Lannisters por si só.

Ned delibera e então toma sua decisão: ele irá, mas Catelyn deverá ficar, governando Winterfell e ensinando Robb o que ele precisa saber para se tornar um bom senhor. Ele diz que o jovem Rickon poderá ficar com eles, mas os outros devem seguir para o Sul - Sansa para se casar com Joffrey, Arya para aprender as maneiras de uma corte sulista. Catelyn concorda com relutância e suplica para que seu caçula de 7 anos Bran possa ficar, mas Ned insiste que Bran deve preencher a lacuna entre Robb e Joffrey. Será mais seguro assim e Catelyn se vê obrigada a concordar, mas se sente desde já solitária.

Maester Luwin pergunta sobre Jon Snow. Ned consegue sentir a raiva em Catelyn. Catelyn relembra da criança bastarda que Ned trouxe de volta consigo no início de seu casamento. Ela entendia Ned possuir filhos bastardos, mas não conseguia aceitar criar um no castelo. Havia rumores de que Ashara Dayne fosse sua mãe, mas Ned a proibira de perguntar sobre ela, dizendo apenas que Jon era do seu sangue. Ned nunca o mandaria embora e Catelyn nunca conseguira perdoá-lo por isso. Catelyn insiste que Jon deve partir, mas Ned diz que não haveria lugar para ele na corte. Meistre Luwin menciona a ambição de Jon integrar a Patrulha da Noite. Ned considera isso por um momento e finalmente concorda em deixar Jon vestir o negro, no entanto, não até eles partirem para o Sul. Ele quer que Jon aproveite seus últimos dias e decide que, quando ele achar melhor, contará ele mesmo a Jon.

Citações

Conhece o homem. O rei é um estranho para você. O orgulho é tudo para um rei, meu senhor. Robert percorreu essa distância toda para vê-lo, para lhe trazer essas grandes honrarias, não pode atirá-las à cara.[1]
— Catelyn, para Ned Stark.
Brandon. Sim. Brandon saberia o que fazer. Sabia sempre. Tudo estava destinado a Brandon. Você, Winterfell, tudo. Ele nasceu para ser Mão do Rei e pai de rainhas. Eu nunca pedi para que esse cálice me fosse oferecido.[2]
— Ned, para Catelyn.
(...) Lysa é impulsiva, sim, mas essa mensagem foi cuidadosamente planejada, e inteligentemente escondida. Ela sabia que, se a carta caísse nas mãos erradas, isso significaria a morte. Para arriscar tanto, deve ter mais do que meras suspeitas.[3]
— Catelyn, para Ned Stark.
As únicas verdades que conheço estão aqui. O Sul é um ninho de víboras que eu faria bem em evitar.[4]
— Ned, para Catelyn.
Ned: Meu pai foi para o Sul uma vez, a fim de responder à convocatória de um rei. Nunca mais regressou para sua casa
Meistre Luwin: Um tempo diferente. Um rei diferente.[5]
— Ned Stark e Meistre Luwin.
Então, mantenha-o longe das muralhas. Você sabe como Bran gosta de escalar.[6]
— Catelyn, para Ned.
Nunca me pergunte sobre Jon. É do meu sangue, e é tudo que precisa saber.[7]
— Ned, para Catelyn.
Ned: E mesmo um bastardo pode erguer-se a grande altura na Patrulha da Noite (...)
Meistre Luwin: É um sacrifício duro. Mas estes são tempos duros, senhor. O caminho dele não é mais cruel que o seu ou o de sua senhora.[8]
— Ned Stark e Meistre Luwin, sobre Jon Snow.

Passagens destacadas

  • O castelo de Winterfell foi construído sobre nascentes naturais de água quente, o que fazia a diferença entre a vida e a morte durante o inverno.[9]
  • Catelyn e Ned aparentam ter um casamento sólido e feliz. Catelyn gostaria de poder dar outro filho a Ned.[10]
  • O apoio de Catelyn para Ned ir para o Sul e assumir a função de Mão do Rei, é totalmente baseado no mau presságio que sente ao se recordar do lobo gigante morto na neve com o chifre de veado quebrado profundamente alojado na garganta.[11]
  • Sansa tem 11 anos quando é prometida ao príncipe Joffrey Baratheon, praticamente a mesma idade que sua mãe, Catelyn, tinha quando foi prometida a Brandon Stark.[12]
  • É revelado o costume na época de casar o irmão mais novo com a noiva que havia sido prometida ao irmão mais velho, caso este venha a falecer. Por este motivo Ned se casa com Catelyn após a morte de seu irmão Brandon.[13]
  • Pela primeira vez é mencionado, sob a perspectiva de Catelyn, como Jon Snow entrou em suas vidas, sendo um bastardo de Ned. Apesar de todos os seus esforços, o marido nunca mandou o filho bastardo embora, nem nunca admitiu que Catelyn o questionasse sobre quem seria a mãe de Jon. Havia rumores sobre Ashara Dayne, que nunca fora confirmado por Ned. Mas de uma coisa Catelyn tinha certeza: quem quer que tenha sido a mãe de Jon, Ned devia tê-la amado ferozmente. Era a única traição de Ned que Catelyn jamais perdoaria. Amava o marido com todo seu coração, mas nunca encontrara em si lugar para amar Jon.[14]

Listas

Personagens

Aparecem:

Mencionados:

Mencionados:

Mencionados:

Casas

Aparecem:

Mencionadas:

Locais

Aparecem:

Mencionados:

Mencionados:

Outros termos

Galeria de imagens

Links externos

Sobre a página

Esta página utiliza conteúdo baseado em A Game of Thrones-Chapter 6, um artigo de A Wiki Of Ice And Fire.

Referências

  1. A Guerra dos Tronos, Capítulo 6, Catelyn, página 46.
  2. A Guerra dos Tronos, Capítulo 6, Catelyn, página 47.
  3. A Guerra dos Tronos, Capítulo 6, Catelyn, página 49.
  4. A Guerra dos Tronos, Capítulo 6, Catelyn, página 49.
  5. A Guerra dos Tronos, Capítulo 6, Eddard, página 50.
  6. A Guerra dos Tronos, Capítulo 6, Catelyn, página 50.
  7. A Guerra dos Tronos, Capítulo 6, Catelyn, página 51.
  8. A Guerra dos Tronos, Capítulo 6, Eddard, página 52.
  9. A Guerra dos Tronos, Capítulo 6, Catelyn, página 46.
  10. A Guerra dos Tronos, Capítulo 6, Catelyn, página 46.
  11. A Guerra dos Tronos, Capítulo 6, Catelyn, página 46.
  12. A Guerra dos Tronos, Capítulo 6, Catelyn, página 47.
  13. A Guerra dos Tronos, Capítulo 6, Catelyn, página 47.
  14. A Guerra dos Tronos, Capítulo 6, Catelyn, página 51.