A Guerra dos Tronos - Capítulo 4

De Gelo e Fogo wiki
Ir para: navegação, pesquisa
Eddard I
Capítulo de A Guerra dos Tronos
A Guerra dos Tronos.jpg
PDVEddard
LocalWinterfell, Norte, Westeros
Página33-39 PT-BR Leya (Outras versões)
CenaWinter Is Coming (Série HBO)
Cronologia dos capítulos (Todos)
Daenerys I ← Eddard I → Jon I

Eddard II

O Rei Robert Baratheon chega a Winterfell e oferece a Eddard Stark o cargo de Mão do Rei. Incluído no convite vem a proposta de união da Casa Stark e da Casa Baratheon por meio do casamento do Príncipe Joffrey Baratheon, filho [1] e herdeiro do Rei Robert e uma das filhas de Eddard, Sansa Stark.

Resumo

Ned Stark e Robert Baratheon visitando as criptas, extraído de 'A Guerra dos Tronos - Edição Ilustrada', por Michael Kormarck©.

A grande comitiva do Rei chega a Winterfell. Eddard fica espantando quando falha em reconhecer o Rei Robert, anteriormente um guerreiro encorpado de quase dois metros de altura e agora um homem obeso. Eddard só o reconhece porque ele estava sendo escoltado por dois guardas de mantos brancos da Guarda Real e porque Robert o chama pelo nome. Passaram-se nove anos desde que Ned e Robert se viram pela última vez, quando se uniram para derrotar Balon Greyjoy que havia se autoproclamado rei das Ilhas de Ferro.

Acompanhando a comitiva estão Jaime Lannister, Tyrion Lannister, Príncipe Joffrey e Sandor Clegane. Eddard faz reverência a Robert somente depois que a Rainha Cersei e seus filhos mais jovens descem da carruagem. Após as formalidades de saudação, o que inclui a apresentação dos filhos de cada casa, Robert insiste em ser levado às criptas de Winterfell, onde estão enterrados os antepassados dos Stark, como o pai e o irmão mais velho de Eddard - Lord Rickard Stark e Brandon. Robert deseja prestar seu respeito a Lyanna, irmã de Ned. Cersei protesta, mas Robert a ignora, e ela é silenciosamente contida por seu irmão gêmeo Jaime.

Enquanto se dirigem às criptas Ned pergunta a Robert sobre a viagem. Robert reclama da distância percorrida entre o Sul e o vasto Norte do continente, e exalta as vantagens de morar no Sul. Diz a Ned que ele precisa ver as maravilhas, o clima mais ameno e as poucas roupas usadas pelas mulheres do Sul. Eles chegam às criptas e Robert pede para visitar o túmulo de Lyanna, que havia sido sua noiva. Robert diz a Eddard que ela deveria estar enterrada em uma colina ensolarada, mas Ned responde que ela era, antes de tudo, uma Stark de Winterfell e que seus restos a Winterfell pertencem. Diz ainda que era desejo dela ser enterrada naquele local. Eddard, então, se recorda do dia da morte dela, onde somente ele e seu amigo Howland Reed estavam presentes. Robert se lembra de ter se vingado de Rhaegar Targaryen pelo que este fez a ela, somente se arrependendo de tê-lo matado apenas uma vez.

Quando retornam, Ned pergunta sobre Jon Arryn e Robert diz que nunca viu um homem morrer tão depressa: de uma saúde de ferro à morte em apenas uma quinzena. Ned pergunta sobre a esposa de Jon Arryn, Lysa, irmã de sua esposa, dizendo que Catelyn teme pela irmã. Robert diz que a morte do marido a deixou louca e que ela e o filho retornaram ao Ninho da Águia. Robert esperava entregar a criação do menino enfermiço a Tywin Lannister, mas Lysa se recusou a ouvir sobre o assunto e os deixou na calada da noite. Cersei ficou furiosa com a atitude. Ned, que nunca confiou totalmente em Tywin, fica aliviado com a notícia. Ele pede para criar o sobrinho em Winterfell, mas Robert diz que como Tywin já havia concordado em ficar com a criança, seria uma ofensa entregá-lo aos cuidados de Ned agora.

Ned diz a Robert que eles deveriam visitar a Muralha, mas Robert diz que tem assuntos mais importantes a cuidar, como a substituição de Jon Arryn, inclusive no que se refere a função de Protetor do Leste, ao que Ned responde que deverá sempre ser um Arryn. Robert diz que não nomeará um garoto de 6 anos de idade. Ned lembra a Robert que em tempos de paz, o título é apenas uma honraria. Robert se opõe a isso e diz que o garoto não saiu ao pai e que, quando crescer, talvez o título lhe seja devolvido. Ele menciona que precisa nomear um substituto para a Mão do Rei e oferece a posição a Ned, dizendo que podem ficar lado a lado novamente. Robert, então, conta a Ned como as responsabilidades da Coroa o estão aborrecendo e que ele está cercado de bajuladores e idiotas. Ele insiste que Ned leve sua família para Porto Real, no Sul, a fim de assumir o cargo e que Ned somente será subordinado ao próprio Rei. Ned reluta em aceitar o cargo e Robert, brincando, concorda com ele que não é uma posição que as pessoas desejam e recita o ditado popular “O Rei come e a Mão limpa a merda”. Robert pede a Ned pelo menos um sorriso, ao que ele retruca dizendo que o Norte é tão gelado que congela o sorriso na garganta e mata as pessoas sufocadas.

Robert propõe ainda casar Sansa Stark, a filha mais velha de Ned, com 11 anos, com o Príncipe herdeiro Joffrey, a fim de unir as duas Casas como ele e Lyanna deveriam ter feito. Ned hesita em aceitar e diz que quer conversar antes com Catelyn. Robert concorda mas pede que a decisão não demore a ser tomada. Ned é inundado com um pressentimento de que é em Winterfell que ele pertence e que o inverno está chegando.

Citações

Já começava a pensar que nunca mais chegaríamos a Winterfell. No Sul, do modo como falam de meus Sete Reinos, um homem se esquece de que sua parte é tão grande quanto as outras seis juntas.[2]
— Robert, para Ned, se referindo ao Norte.
Os invernos são duros, mas os Starks os suportarão. Sempre os suportamos.[3]
— Ned, para Robert, quando este questiona como seria o inverno no Norte.
Era mais bela que isto. Ah, maldição, Ned, tinha de enterrá-la num lugar como este? Ela merecia mais que trevas... Podia estar em algum lugar numa colina, sob uma árvore frutífera, com o sol e as nuvens acima dela e a chuva para lavá-la.[4]
— Robert, para Ned, sobre o túmulo de Lyanna.
Nos meus sonhos mato-o todas as noites. Mil mortes ainda serão menos do que ele merece.[5]
— Robert, para Ned, sobre Rhaegar Targaryen.
Que os Outros carreguem minha esposa (...)[6]
— Robert, para Ned, sobre Cersei Lannister.
Preocupa-me mais o bem-estar de meu sobrinho do que o orgulho de um Lannister.[7]
— Ned, para Robert, sobre a afronta que seria criar o garoto após Tywin ter aceito.
(...) Quero você de novo a meu lado, Ned. Quero-o lá embaixo, em Porto Real, e não aqui no fim do mundo (...) Juro-lhe, estar sentado num trono é mil vezes mais difícil do que conquistar um. As leis são uma coisa entediante, e contar tostões é pior (...) e os meus senhores e senhoras não são melhores. Estou cercado de aduladores e idiotas. Aquilo pode levar um homem à loucura, Ned. Metade deles não se atreve a me dizer a verdade, e a outra metade não é capaz de encontrá-la. Há noites em que desejo que tivéssemos perdido no Tridente. Ah, não, não de verdade, mas...[8]
— Robert, para Ned, antes de lhe informar seu desejo de tê-lo como Mão do Rei.
Aquilo que o rei sonha, a Mão constrói.[9]
— Ned, para Robert, sobre o ditado conhecido.
(...) O rei come, e a Mão recolhe a merda.[10]
— Robert, para Ned, contando-lhe a versão popular do ditado.
Dizem que fica tão frio por aqui no inverno que as gargalhadas dos homens congelam em suas gargantas e os sufocam até a morte. Talvez seja por isso que os Stars possuem tão pouco humor.[11]
— Ned, para Robert.

Passagens destacadas

Lyanna, em seu leito de morte, com Ned, por Amoka ©.
  • O capítulo introduz a Rebelião Greyjoy, ocorrida há 9 anos, quando Ned se recorda que foi a última vez que se encontrara com Robert, e que desde então este deve ter ganho pelo menos 50 quilos. Theon Greyjoy se torna refém e protegido de Ned após o término da rebelião.[12]
  • Tomamos conhecimento de quão grande é o Norte, quando Robert diz que “um homem se esquece de que a sua parte (referindo-se ao Norte) é tão grande quanto as outras seis juntas.[13]
  • A cripta de Winterfell é descrita em detalhe neste capítulo. Assim como os principais mortos que ali se encontram, como o pai e irmãos de Ned. Brandon, o herdeiro de Winterfell, morreu com 20 anos de idade, estrangulado por ordem do Rei Louco, poucos dias antes de se casar com Catelyn. Não é revelada as razões do casamento de Ned e Catelyn, que desconhecíamos até então estar prometida a outra pessoa. E Lyanna, a irmã caçula, morreu com 16 anos, de causas ainda não reveladas. Só foi dito que estava com febre e acamada.[14]
  • É a primeira vez que vemos Ned se recordar da promessa feita a Lyanna em seu leito de morte. Howland Reed esteve presente neste momento.[15]
  • O capítulo descreve a Batalha do Tridente, sob o ponto de vista dos rebeldes, Robert e Ned, acrescentando mais detalhes a introdução feita por Viserys no capítulo anterior. Nada é revelado em detalhes, mas pelas palavras de Robert, ele “jurou matar Rhaegar pelo que fez a Lyanna”. Robert e Lyanna estavam prometidos.[16]
  • A desconfiança de Ned em Tywin Lannister é intensificada pelo pensamento de Ned de que algumas velhas feridas nunca chegam a sarar de verdade, e voltam a sangrar à primeira palavra. Não é relevado o que ocorrera.[17]
  • Robert Arryn tem 6 anos de idade.[18]
  • É revelado que a Muralha foi construída há aproximadamente 8 mil anos.[19]
  • Fica clara as intenções de Robert ao pedir que Ned seja a Mão do Rei: ele não confia em ninguém de sua Corte. Jon Arryn era o único. Agora ele afirma estar cercado de aduladores e idiotas.[20]
  • Sansa tem 11 anos de idade.[21]

Listas

Personagens

Aparecem:

Aparecem:

Mencionados:

Mencionados:

Casas

Aparecem:

Mencionadas:

Locais

Aparecem:

Mencionados:

Mencionados:

Outros termos

Galeria

Links externos

Sobre a página

Esta página utiliza conteúdo baseado em A Game of Thrones-Chapter 4, um artigo de A Wiki Of Ice And Fire.

Referências

  1. Neste ponto do livro ainda não foi informado que Joffrey é na verdade filho da Rainha Cersei com Jaime Lannister
  2. A Guerra dos Tronos, Capítulo 4, Eddard, página 34.
  3. A Guerra dos Tronos, Capítulo 4, Eddard, página 34.
  4. A Guerra dos Tronos, Capítulo 4, Eddard, páginas 35 e 36.
  5. A Guerra dos Tronos, Capítulo 4, Eddard, página 36.
  6. A Guerra dos Tronos, Capítulo 4, Eddard, página 36.
  7. A Guerra dos Tronos, Capítulo 4, Eddard, página 37.
  8. A Guerra dos Tronos, Capítulo 4, Eddard, página 38.
  9. A Guerra dos Tronos, Capítulo 4, Eddard, página 38.
  10. A Guerra dos Tronos, Capítulo 4, Eddard, página 38.
  11. A Guerra dos Tronos, Capítulo 4, Eddard, página 39.
  12. A Guerra dos Tronos, Capítulo 4, Eddard, página 33.
  13. A Guerra dos Tronos, Capítulo 4, Eddard, página 34.
  14. A Guerra dos Tronos, Capítulo 4, Eddard, página 35.
  15. A Guerra dos Tronos, Capítulo 4, Eddard, página 36.
  16. A Guerra dos Tronos, Capítulo 4, Eddard, página 36.
  17. A Guerra dos Tronos, Capítulo 4, Eddard, página 37.
  18. A Guerra dos Tronos, Capítulo 4, Eddard, página 37.
  19. A Guerra dos Tronos, Capítulo 4, Eddard, página 37.
  20. A Guerra dos Tronos, Capítulo 4, Eddard, página 38.
  21. A Guerra dos Tronos, Capítulo 4, Eddard, página 39.