A Guerra dos Tronos - Capítulo 39

De Gelo e Fogo wiki
Ir para: navegação, pesquisa


Eddard X
Capítulo de A Guerra dos Tronos
A Guerra dos Tronos.jpg
PDVEddard Stark
LocalFortaleza Vermelha, Porto Real
PáginaPT-BR Leya (Outras versões)
Cronologia dos capítulos (Todos)
Eddard IX
Tyrion V ← Eddard X → Catelyn VII

Eddard XI

Ned sonha com o Torre da Alegria. Quando ele acorda, ele encontra o rei Robert irritado com o seqüestro de Tyrion Lannister, exigindo que Ned faça as pazes com a Lannisters. Robert retoma Ned como Mão do Rei e declara que Ned deve sentar-se no Trono de Ferro porque ele vai caçar.

Sinopse

Arte extraída de 'A Guerra dos Tronos - Edição Ilustrada', por Levi Pinfold ©.

Sob a influência do leite da papoula, Ned sonha com um velho combate na Torre da Alegria. No sonho como estava na vida, seus amigos viajam com ele: Howland Reed, Lorde Willam Dustin, Ethan Glover, Martyn Cassel, Theo Wull e Sor Mark Ryswell. Eram sete, enfrentando três, mas estes três eram homens da Guarda Real e lendas vivas: Senhor Comandante Sor Gerold Hightower, Sor Arthur Dayne o Espada da Manhã, e Sor Oswell Whent. Ned tinha procurado por eles na Tridente, e no Saque de Porto Real, e no Cerco de Ponta Tempestade, mas os encontrou guardando esta torre perto do Montanhas Vermelhas de Dorne. Apesar da morte de Rhaegar, eles se recusaram a dobrar o joelho. No final, apenas Ned e Howland Reed continuam vivos. Ainda durante o sonho, após a batalha, Ned é acordado no meio de uma promessa à sua irmã moribunda Lyanna, não revelando qual era essa promessa.

Vayon Poole está chamando e isso acorda Ned. Ele é informado de que já se passaram seis dias e o Rei Robert ordenou que Ned o acompanhasse quando ele acordasse. Ned responde que ele está muito fraco, mas que ele teria o prazer de receber o rei em seu quarto. Quando Ned chama por seu capitão da guarda (lembrando que Jory está morto), Alyn aparece. Ele diz a Ned que Sor Jaime Lannister partiu Porto Real, que reforçaram a guarda, que suas filhas estavam com ele todos os dias, e que os corpos de Jory, Heward e Wyl foram dadas às Irmãs Silenciosas para serem enviadas até o norte para Winterfell. Ned lembra que o pai de Jory, Martyn Cassel (um dos seus sete homens na Torre da Alegria) foi enterrado na Marca de Dorne com os outros. Isso leva Ned de volta ao seu sonho. Ele não acha que seja um bom presságio para ele sonhar agora. É então que Poole anuncia a chegada de Robert e Cersei. Ned não acha que seja um bom presságio que Cersei tenha chegado também. Ned ordena que eles entrem e que os outros saiam, pois o que deve ser dito deve ser mantido em segredo.

Quando Robert pergunta se Ned sabe o que sua esposa fez, Ned afirma que Catelyn é inocente desde que ela agiu em seu nome e sob sua autoridade como Mão do Rei. O rei diz a Ned que ele está infeliz: a Mão do Rei deve manter a paz, mas sete homens estão mortos. Cersei corrige Robert e anuncia que são oito, já que um guarda Lannister morreu recentemente de suas feridas. Robert declara que ele não vai tolerar isso e exige que Ned comande a libertação de Tyrion Lannister e faça as pazes com Jaime. Ned com raiva responde que três de seus homens foram massacrados diante de seus olhos porque Jaime queria castigá-lo.

Cersei parte para a defesa de Jaime, acusando Ned e seus homens de atacarem Jaime enquanto voltavam bêbados de um bordel. Ned calmamente lembra Robert que ele deveria conhecê-lo melhor do que isso, e que Mindinho irá confirmar sua história. Robert responde que Mindinho só disse que eles estavam voltando de um bordel. Ned diz a Robert que ele estava no bordel para visitar a filha bastarda de Robert. Quando Robert critica a escolha do nome da menina, Ned tem dificuldade em manter a calma enquanto pergunta como pode-se esperar que uma prostituta de 15 anos tenha mais juízo. Ele então diz a Robert que a garota está apaixonada por ele.

Ned pede a permissão de Robert para trazer Jaime de volta para enfrentar a justiça. Robert diz a ele para deixá-lo em paz e fazer as pazes com Jaime. Ned declara que, se essa é a noção de justiça de Robert, ele fica satisfeito por não ser mais sua Mão. Cersei declara que se alguém ousasse falar com um Targaryen] como ele havia falado com Robert… mas Robert a interrompe abruptamente perguntando com raiva se ela o confundiu com Aerys. Cersei prossegue independentemente, dizendo a Robert que ela o tomou como um rei, que Jaime e Tyrion são seus irmãos por casamento, e que Ned desonrou a todos eles, afastando um irmão e raptando o outro. A discussão fica acalourada e quando ela declara que Robert deveria usar as saias e ela deveria usar a armadura, Robert fica roxo de raiva e ele ataca com um golpe no rosto de Cersei que a derruba no chão. Cersei se levanta com dignidade fala que ela usará o machucado como um distintivo de honra antes e Robert afirma que ela pode usar aquilo como quiser e então ela parte e é acompanhada por Sor Meryn Trant.

Robert, na miséria, pergunta a Ned se ele vê o que Cersei faz com ele. Ele continua dizendo que não deveria ter batido nela, mas diz que não sabe como lutar com alguém que não pode atingir. Abatido com a situação, Robert então declara que Rhaegar venceu: Rhaegar tem Lyanna e ele tem Cersei. Ned diz a Robert que eles precisam conversar, mas Robert está cansado de falar e pretende caçar no dia seguinte; O que quer que Ned queira lhe dizer, pode esperar até que ele retorne. Quando Ned lembra Robert que ele retornará para Winterfell como ordenado, Robert joga o distintivo de Mão do Rei na cama e proíbe Ned de deixar Porto Real, reassumindo seu cargo de Mão. Ned pergunta sobre Daenerys Targaryen e Robert diz já estava feito. Ned continua perguntando por que Robert o quer como Mão se ele não ouvir seus conselhos. Robert afirma que alguém tem que administrar o reino. Ao sair, Robert jura que, se Ned se demitir novamente, ele botará o distintivo de Mão em Jaime Lannister.

Sobre a página

Esta página utiliza conteúdo baseado em A Game of Thrones – Chapter 39, um artigo de A Wiki Of Ice And Fire.