Ações

Ronnel Arryn (Rei)

Arryn do Ninho da Águia.png
Ronnel Arryn
Arryn do Ninho da Águia.png
Informações biográficas
Outros títulos Rei da Montanha e do Vale
Senhor do Vale e Lorde do Ninho da Águia
Protetor do Leste
Morte 37 d.C., em Ninho da Águia.
Família
Casa Real Casa Arryn
Mãe Rainha regente Sharra Arryn

Ronnel Arryn foi o último Rei da Montanha e do Vale e reinou durante a Guerra da Conquista. Como ele era apenas um garoto, o governo do Vale de Arryn ficou a cargo de sua mãe, a Rainha Regente Sharra Arryn, que é recordada como uma das mulheres mais bonitas de Westeros. Ela era apenas dez anos mais velha do que Aegon, o Conquistador.

O rei-menino

Após Aegon Targaryen desembarcar e deixar claras as suas intenções aos governantes dos Sete Reinos, Sharra enviou um retrato seu a ele, oferecendo sua mão em casamento com a condição de que Aegon fizesse de Ronnel o herdeiro dos dois. Aegon recusou e decidiu tomar o reino dos Arryn pela força. Na Batalha de Vila Gaivota, a frota Arryn derrotou a frota Targaryen mas foi destruída por Visenya Targaryen em seu dragão. Com a destruição das frota Arryn, as Três Irmãs se rebeleram contra o Ninho da Águia.[1]

Como outras regiões de Westeros caíam uma a uma perante Aegon, Sharra reuniu o exército do Vale no Portão Sangrento. Entretanto, Aegon enviou Visenya ao Ninho montada em seu dragão, Vhagar. Quando Sharra retornou ao Ninho, encontrou o filho Ronnel sentado no colo de Visenya e perguntando se poderia dar um passeio no dragão. Sharra dobrou o joelho e os Arryn foram declarados Protetores do Leste e Defensores do Vale.[1]

Após a Conquista

Após renunciar a coroa, Ronnel se tornou Senhor do Vale durante o reinado de Aegon I Targaryen, uma posição que assumiu por trinta anos. Ele foi apelidado de "o Rei que Voou" por ter voado em Vhagar quando menino.[1][2]

A rainha Rhaenys Targaryen arranjou um casamento entre o lorde Ronnel e a filha do lorde Torrhen Stark (embora este último tenha se oposto a isso).[2]

Após a morte do rei Aegon I, contudo, e a ascensão do frágil Aenys I ao Trono de Ferro, revoltas aconteceram por toda a Westeros, incluindo no Vale. O próprio irmão de Ronnel, Jonos Arryn, se rebelou contra ele. Ronnel foi aprisionado e teve o título usurpado pelo irmão.[2][3]

A Casa Royce de Pedrarruna, liderada pelo lorde Allard Royce, reuniu suas forças para destruir Jonos e seus apoiadores, o cercando no Ninho da Águia. Ao perceber sua precária situação, Jonos executou Ronnel, jogando o irmão pelo Portão da Lua, dando-lhe a alcunha de regicida.

Jonos e seus homens permaneceram em desafia ao restante do reino até que o príncipe Maegor Targaryen voou para o Ninho da Águia montado em Balerion para esmagar a rebelião. Os apoiadores de Jonos perceberam que não tinham como enfrentar um dragão e se voltaram contra Jonos. Ele acabou tendo o mesmo destino de Ronnel e foi jogado pelo Portão da Lua. Os homens de Jonos esperavam, por terem virado contra o seu mestre, ganhar um perdão por seus atos, mas Maegors ordenou que todos fossem enforcados, negando o direito que aqueles de nascimento elevado teriam de terem uma execução rápida pela decapitação. A Casa Arryn continuou no poder pelo primo de Ronnel e Jonos, Hubert Arryn, que se tornou o novo Senhor do Vale.[3][4]

Família

 
 
Sharra
 
Desconhecido
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Ronnel
 
Filha de
Torrhen Stark
Jonos
 
 
Hubert
 
Senhora Royce
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Filhos
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Seis filhos
 


Referências

  1. 1,0 1,1 1,2 O Mundo de Gelo e Fogo, Referência errada.
  2. 2,0 2,1 2,2 O Mundo de Gelo e Fogo, Referência errada.
  3. 3,0 3,1 O Mundo de Gelo e Fogo, Referência errada.
  4. Os Filhos do Dragão.