Irmandade Sem Bandeiras

De Gelo e Fogo wiki
(Redirecionado de Irmandade sem Bandeiras)
Ir para: navegação, pesquisa
A Irmandade Sem Bandeiras no início da saga. Por Sir-Heartsalot ©

A Irmandade Sem Bandeiras, também conhecida como Cavaleiros do Monte Oco e Companhia Esquecida, é um grupo criminoso que inicialmente lutava pelos Lannister em nome do Rei Robert. Antigamente liderados pelo Senhor Relâmpago, Beric Dondarrion, e atualmente liderado pela Senhora Coração de Pedra, o grupo está localizado nas Terras Fluviais, e é formado pela maior marde por soldados e nobres que foram enviados pela antiga Mão do Rei, Eddard Stark, para matar levar Gregor Clegane à justiça. Depois que eles são emboscados e quase derrotados, o grupo continua a luta como um grupo de guerrilha. O seu número aumenta à medida que eles acolhem soldados derrotados de outras batalhas e refugiados da Guerra dos Cinco Reis.

Eventos recentes

Info Aviso: Esta seção contém revelações sobre o enredo (spoilers).

A Guerra dos Tronos

Após relatos de saqueadores invasores nas Terras Fluviais atingem Porto Real, a Mão do Rei, Lorde Eddard Stark, envia uma força sob o comando de Lorde Beric Dondarrion, incluindo alguns de seus próprios homens Stark, para parar os saqueadores e trazê-los para justiça. De acordo com testemunhas, os saqueadores são liderados por um homem de tamanho monstruoso, e Eddard percebe só pode ser Sor Gregor Clegane. Beric, com o comando do grupo, lidera seus homens em uma emboscada e é morto por Gregor na Batalha do Vau do Saltimbanco. Mais tarde é revelado que Lorde Tywin Lannister tinha a intenção chamar Eddard para que ele pudesse ser capturado e trocado por seu filho, Tyrion Lannister, que tinha sido feito prisioneiro por Catelyn Tully. Por ter sido ferido, Eddard foi incapaz de levar o grupo, e confiou a liderança do grupo em Beric.[1]

Na Estalagem do Entroncamento, Tywin diz a seu irmão e a Tyrion que Thoros de Myr e Beric Dondarrion continuam a atormentar seu grupo de saqueadores.[2]

A Fúria dos Reis

Arya Stark viaja através das Terras Fluviais, e ela ouve inúmeros relatos de bandidos. Há também grandes relatos de que Lorde Beric foi morto. Gregor Clegane e seus homens, especialmente Cócegas, torturam seus cativos para obter informações.

A Tormenta de Espadas

A Irmandade captura Arya Stark, Gendry, e Sandor Clegane e os trazem para um esconderijo no Monte Oco. É revelado que Beric Dondarrion está vivo, mas com muitos ferimentos. Ele coloca Sandor em julgamento por atrocidades Lannister, que são negadas. Quando Arya acusa Sandor de assassinar o menino filho do açougueiro, Mycah, Beric permite que ele prove sua inocência em um Julgamento por combate. Ele luta com Sandor pessoalmente, com uma espada flamejante. Embora Sandor mate Beric, ele é ressuscitado por Thoros novamente, para o espando de Arya.[3] A irmandade permite que Sandor saia.

A Irmandade revela sua história para Arya. Após a morte de Beric na Batalha do Vau do Saltimbanco, Beric foi acidentalmente ressuscitado por Thoros de Myr usando o costume funeral de sua religião. Beric reviveu e jurou defender seu juramento ao Rei Robert e retoma sua busca pela cabeça de Gregor. Thoros revela a Arya que houve pessoas dentro do grupo que achavam que eles deveriam se entregar, mas Beric convenceu a todos a continuar a luta em nome do Rei Robert, em respeito do espírito do decreto de Robert para proteger as pessoas.

A Irmandade lutou uma guerra de guerrilha contra os invasores. A princípio, os Lannisters e seus aliados eram os seus alvos, mas, eventualmente, a irmandade viu a sua tarefa de proteger o plebeus contra todos os que iriam prejudicá-los. Devido a isso, os invasores do norte e bandidos comuns estão agora também no alvo da Irmandade.

A Irmandade está em alto astral. Eles acreditam na nobreza de sua causa e ganham muito apoio dos plebeus, que fornecem-lhes informações e, às vezes, a comida. Eles tem bastante sucesso na captura de seus inimigos, e continuam a mostrar a sua fé na justiça de sua causa, sempre oferecendo a seus prisioneiros a justiça; ou seja, um julgamento. Devido aos inimigos deles, Beric foi morto várias vezes, mas é ressuscitado toda vez por Thoros. Alguns deles, como Harwin[1] e Limo [4], se recusam a reconhecer isso, e de acordo com eles, Beric é sempre apenas gravemente ferido e Thoros é um curandeiro competente.

Arya e Gendry acompanham o grupo de Beric quando eles viajam através das Terras Fluviais; Arya assiste enquanto eles lutam contra alguns dos Saltimbancos Sangrentos. Gendry se junta á Irmandade e é condecorado por Beric.[4] Lorde Dondarrion decide ficar com Arya e pedir resgate aos seus parentes Tully. Arya escapa da Irmandade, mas é capturada por Sandor.[5]

Mais tarde, Merrett Frey é enviado á Pedravelhas para resgatar Petyr Frey, que foi capturado pelo grupo. Quando ele chega, ele vê que Petyr já foi enforcado. Os membros da Irmandade se revelam e acusam Merrett de participar do Casamento Vermelho. Embora Merrett negue qualquer culpabilidade, o grupo revela uma testemunha, Senhora Catelyn Tully, que foi morta no casamento e, em seguida, jogada no Ramo Verde. A morta-viva Catelyn manda o grupo enforcar o Frey.[6]

O Festim dos Corvos

Senhora Coração de Pedra com a coroa do Rei Robb I. - Por Zippo514 ©
Coração de Pedra mandando enforcarem mais um homem. Por Marc Simonetti ©

Sor Jaime Lannister já havia feito um juramento para Catelyn Tully que iria voltar com suas filhas, Sansa e Arya Stark, e Jaime manda Brienne de Tarth encontra-las. Brienne e seus companheiros, Podrick Payne e Sor Hyle Hunt, são salvos de Dentadas na Estalagem do Entroncamento pela Irmandade. Eles levar o trio para uma caverna, possivelmente o Monte Oco, e trazem uma Brienne ferida á morta-viva Catelyn, que agora é chamada de Senhora Coração de Pedra.

Thoros de Myr revela a Brienne que após o Casamento Vermelho a Irmandade encontrou o corpo de Catelyn. Harwin pediu a Thoros para ressuscitar ela, mas ele se recusou, pois ela tinha sido morta por muito tempo. Em vez de Thoros, Beric deu á Catelyn o beijo da vida, trocando sua vida pela dela e ressuscitando corpo meio deteriorado de Catelyn; o que o convenceu a fazer isso é desconhecido. Embora ela tenha se tornado quase muda por causa de sua garganta cortada, Catelyn pode coaxar as ordens. Ela adotou o nome Senhora Coração de Pedra e tornou-se a nova líder da irmandade.

Sob a liderança da morta-viva Catelyn Tully a Irmandade embarcou em uma campanha de vingança contra aqueles que eram seus inimigos. Os participantes do Casamento Vermelho, particularmente os Frey, são seus principais alvos. Por exemplo, depois de ter sido demitido de Correrrio por Jaime, Sor Ryman Frey foi emboscado pela fraternidade e foi enforcado como Merrett, juntamente com todos os seus companheiros. De acordo com Thoros, neste ponto a Irmandade foi pra baixo, pois agora não são diferentes de bandidos regulares; muitos deixaram a organização liderada por Catelyn.

Brienne é acusada de ajudar os Lannisters. A morta-viva Catelyn reconhece Brienne, mas não está interessada em qualquer que seja seu argumento, uma vez que Brienne enquanto delirava durante sua recuperação tinha chamado o nome de Jaime muita vezes. Além disso, ela leva o o selo do jovem Rei Tommen Baratheon, e a espada que Jaime deu a ela, Cumpridora de Promessas, formada com o aço de Gelo, a espada de Ned. Em vez disso, ela exige que Brienne mate Jaime. Brienne se recusa porque ela tinha sido resgatado por Jaime em Harrenhal, e acredita que ele seja um homem mudado. Senhora Coração de Pedra em seguida dá o comando para Brienne ser enforcada com seus companheiros. No último momento, quando irmandade iria puxar a corda, Brienne grita uma palavra.[7]

Em Correrrio, Jaime se encontra o cantor Tom de Seterrios, que sem que ele soubesse que o canto é um membro da Irmandade.[8]

A Dança dos Dragões

Sor Jaime Lannister está em Centarbor quando olheiros trazem a cativa Brienne de Tarth a ele. Brienne afirma que ela encontrou Sansa Stark, mas apenas Jaime pode acompanhá-la, ou o cão vai matá-la.[9]

Membros conhecidos

Atualmente


Antigamente

Aliados e simpatizantes

Citações sobre a Irmandade

Robert foi morto, mas sua terra perdura. E nós a defendemos.[3]
Beric Dondarrion
Aqui somos irmãos. Irmãos sagrados juramentados ao reino, ao nosso deus e uns aos outros.[3]
Thoros de Myr
Tom: A irmandade sem estandartes. Os cavaleiros do monte oco.

Cão: Cavaleiros? Dondarrion é um cavaleiro, mas o resto de vocês é o mais lamentável bando de fora da lei e homens quebrados que eu já vi. Cago homens melhores que vocês.[3]

Sandor Clegane para Tom
Qualquer cavaleiro pode armar cavaleiros, e todos os homens que vê na sua frente sentiram uma espada no ombro. Somos a companhia esquecida.[3]
Beric Dondarrion

Referências


Nota: Esta página utiliza conteúdo da A Wiki Of Ice And Fire. O conteúdo original está aqui em Brotherhood Without Banners. A lista de autores pode ser vista no histórico da página.