Ações

Daemon II Blackfyre

John Violinista by Lord Evermore.png Daemon II Blackfyre Blackfyre.png
John Violinista - Oznerol.png
Daemon II Blackfyre como John, o Violinista, por Oznerol©
Apelido(s) Sor John, o Violinista
O Dragão Marrom
Título Rei dos Ândalos, dos Roinares e dos Primeiros Homens (pretendente)
Senhor dos Sete Reinos (pretendente)
Protetor do Reino (pretendente)
Lealdade Casa Blackfyre
Aparece

Daemon II Blackfyre.png[1]

Daemon II Blackfyre foi o terceiro filho de Daemon Blackfyre. Ele usara o pseudônimo John, o Violinista, um cavaleiro andante, enquanto viajara incógnito através dos Sete Reinos. Ele liderou a breve Segunda Rebelião Blackfyre.

Aparência e características

Veja também: Imagens de Daemon II Blackfyre

Ao encontrá-lo sob o apelido de "Sor John, o Violinista", Sor Duncan, o Alto notou que ele um jovem caveiro (de vinte e dois anos, na época) que é magro e ágil, com o rosto bem escanhoado, traços elegantes, cabelo negro e reluzente que caia até o colarinho e olhos azuis escuros brilhando de diversão que combinava com seu gibão de seda azul-escura com acabamento em cetim dourado. Ele sorri frequentemente e Dunk nota que seus olhos são como os de Egg. Daemon também costuma usar perfumes e cheira a frutas como laranjas e limas com um toque de algum estranho tempero oriental. Dunk notou que ele possui um emblema pessoal que ele usa em sua roupa (mais precisamente em seu peito): uma cruz serrilhada fora bordada com fio dourado, com um violino dourado no primeiro e no terceiro quadrante, e uma espada dourada no segundo e no quarto. Ele se apresenta como um cavaleiro andante, mas Dunk nunca vira um cavaleiro andante tão enfeitado, armado ou montado com tal esplendor. Depois de revelar-se como o filho de Daemon I Blackfyre, o Jovem Daemon abandonou seu brasão pessoal e tomou o emblema da Casa Blackfyre e lavou a tinta preta da cabeça para revelar seus reluzentes cabelos da cor de prata, assim como o cabelo de qualquer Targaryen.[2]

Daemon é apaixonado por música e coisas boas e bonitas. Ele teve um relacionamento íntimo de infância com o Lorde Alyn Cockshaw.[3] George R. R. Martin confirmou que Daemon era homossexual.[4]

Assim como Daeron, o Bêbado, Daemon tinha Sonhos de Dragão, como são chamados os sonhos proféticos que alguns membros da Casa Targaryen tem.[2] Ele corretamente sonhou que seus irmãos Aegon e Aemon morreriam, e que Dunk se tornaria um cavaleiro do Guarda Real. Ele também sonhou que um Dragão eclodiria de um de Ovo de Dragão em Alvasparedes, mas isso acabou por ser uma metáfora.[2]

História

Daemon nasceu em Westeros, como o terceiro filho de Daemon Blackfyre e Rohanne de Tyrosh. Quando criança, ele se tornou amigo íntimo com Alyn Cockshaw, e eles eram frequentemente intimidados pelos irmãos mais velhos de Daemon, Aegon e Aemon. Em 196 d.C., quando tinha sete anos, seu pai iniciou a Primeira Rebelião Blackfyre. Após a morte de seu pai e seus irmãos mais velhos no Batalha do Campo do Capim Vermelho, Daemon foi para o exílio em Tyrosh com o restante de sua família e com Aegor Rivers.[2][5]

A Segunda Rebelião Blackfyre

Em Tyrosh, Daemon sonhou que um dragão nasceria em Alvasparedes. Lorde Gormon Peake, um partidário da Casa Blackfyre, de alguma forma ouviu falar disto, e convenceu Daemon a atravessar o Mar Estreito. O pretexto para reunir outros senhores para apoiar a causa Daemon foi um torneio em Alvasparedes que Lorde Ambrose Butterwell faria em 211 d.C., no qual o grande prêmio seria o Ovo de Dragão de Lorde Butterwell. No entanto, Açoamargo não prestou muita atenção no plano de Peake e desconfiava dos sonhos de Daemon (ou talvez estivesse incomodado por sua homossexualidade), e não lhe deu o apoio nem a espada Blackfyre.[2][3]

Sob o disfarce de Sor John, o Violinista, ele encontrou Sor Duncan, o Alto e Egg enquanto ia a Alvasparedes para o torneio que Lorde Ambrose Butterwell executaria.[2] Sor Duncan, o Alto estranhou que Sor John, o Violinista, dizia ser um cavaleiro andante, mas agia e se vestia como um lorde. Durante o casamento, ele ganhara um lugar de honra no altar, algo inusitado para alguém que deveria ser um cavaleiro andante. Após as núpcias, um Daemon bêbado, ainda sob seu disfarce, aproximou-se de Sor Duncan, que também estava bêbado, e contou-lhe sobre os sonhos que estava tendo, sobre Sor Duncan vestindo uma capa branca no futuro. Ele tentou ganhar Sor Duncan para seu lado, mas este permaneceu inseguro, e ambos foram interrompidos por Lorde Gormon Peake. Alyn Cockshaw, que tinha ficado extasiado com o retorno de Daemon a Westeros, ressentiu-se profundamente de Dunk pela atenção de Daemon por ele e tornou-se seu inimigo secreto.[2]

Durante o torneio, Daemon tirou da sela Sor Franklyn Frey,[2] e Sor Galtry, o Verde, mas Dunk descobriu que Peake estava subornando os oponentes de Daemon para que ele ganhasse o torneio, mas Sor Glendon Flowers recusou-se de perder por qualquer suborno.[2] Após Sor Glendon Flowers ser acusado do roubo do ovo de dragão que seria o grande prêmio do torneio, ele foi preso e torturado.[2] Após a intervenção e persuasão de Sor Duncan revelando o Ovo não foi roubado por Glendon Flowers, mas que ele foi acusado por negar o suborno, Daemon II percebera que Sor Glendon havia sido enquadrado.[2] Com a honra ferida e não sabendo o que pensar sobre o assunto, Daemon II (que a essa altura já revelou sua verdadeira identidade), deu a Sor Glendon a chance para defender-se das acusações em um Julgamento por combate, com o próprio Daemon.[2] Sor Glendon, ainda sofrendo de suas torturas, derrotou Daemon no primeiro embate da justa.[2]

Notícias espalharam-se rapidamente de que o Lorde Corvo de Sangue estava indo em direção a Alvasparedes para terminar o que se tornara a Segunda Rebelião Blackfyre. Daemon tentou inspirar os homens que estavam no interior do castelo, mas eles não tinham intenção de lutar por um guerreiro tão fraco. Daemon insiste e, na tentativa de inspirá-los, levanta sua espada e todos notam que ele não está segurando a Blackfyre, o que desmotiva ainda mais seus homens. Praticamente sozinho, Daemon encontrou o exército, e ofereceu-se para lutar em um combate singular, homem contra homem, porém foi preso por Lorde Corvo de Sangue.[2] Corvo de Sangue manteve-o vivo para impedir Aegor Rivers de coroar o irmão mais jovem de Daemon, Haegon.[2]

Consequências da segunda rebelião

Daemon II faleceria, contudo, pouco tempo depois nos calabouços da Fortaleza Vermelha. Não muito mais tarde Aegor iniciou a Terceira Rebelião Blackfyre, ao nomear Haegon como Rei.[3]

Citação

Citações de Daemon

Daemon:Sonhei com você, Sor Duncan. Antes mesmo de conhecê-lo. Quando o vi na estrada, reconheci seu rosto imediatamente. Era como se fôssemos velhos amigos.

Duncan: Sonhou comigo? Que tipo de sonho?

Daemon: Ora. sonhei que você estava todo de branco, da cabeça aos pés, com um longo manto pálido fluindo desses ombros largos. Você era uma Espada Branca, sor, um Irmão Juramentado da Guarda Real, o maior cavaleiro de todos os Sete Reinos, e vivia com o único propósito de guardar, servir e agradar a seu rei. Você teve o mesmo sonho, sei que teve.

Duncan: Todo garoto sonha em servir a Guarda Real.[2]

Daemon: Espero que coloque mais fé no que eu lhe digo quando o ovo de dragão eclodir.

Duncan: Um ovo de dragão vai eclodir? Um dragão vivo? O quê? Aqui?

Daemon: Sonhei com isso. Com esse castelo pálido, você, um dragão irrompendo de um ovo, sonhei com tudo isso, assim como um dia sonhei com meus irmãos morrendo. Eles tinham doze anos, e eu só tinha sete, então riram de mim e morreram. Tenho vinte e dois agora, e acredito nos meus sonhos.[2]

Gostaria de torná-lo meu homem e erguê-lo bem alto. Meus sonhos não mentem, Sor Duncan. Você terá aquele manto branco, e eu devo ter o ovo de dragão. É preciso, meus sonhos tornaram isso claro. Talvez o ovo ecloda, ou então.[2]

Citações sobre Daemon

um jovem magro e ágil, com o rosto bem escanhoado e traços elegantes. O cabelo negro caía reluzente até o colarinho. Seu gibão era feito de seda azul-escura com acabamento em cetim dourado. Em seu peito, uma cruz serrilhada fora bordada com fio dourado, com um violino dourado no primeiro e no terceiro quadrante, e uma espada dourada no segundo e no quarto. Seus olhos tinham o mesmo azulescuro do gibão e brilhavam de diversão.[2]
— Primeiras impressões de Sor Duncan

Família

 
 
 
Daena Targaryen
 
Aegon IV Targaryen
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Daemon Blackfyre
 
Rohanne
de Tyrosh
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Aegon
 
Aemon
 
Daemon II
 
Haegon
 
Esposa
 
Aenys
 
Dois Filhos
 
Filha(s)
 
Calla
 
Aegor Rivers
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Daemon III
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Daemon
 
 
 
 
Maelys
 
 
 
 
 

Referências

  1. Brasão de Daemom II Blackfyre, como Sor John, o Violinista
  2. 2,00 2,01 2,02 2,03 2,04 2,05 2,06 2,07 2,08 2,09 2,10 2,11 2,12 2,13 2,14 2,15 2,16 2,17 2,18 O Cavaleiro dos Sete Reinos, O Cavaleiro Misterioso.
  3. 3,0 3,1 3,2 O Mundo de Gelo e Fogo, Os Reis Targaryen: Aerys I.
  4. Ideas at the House: George R.R. Martin, Lena Headey & Michelle Fairley - 'Game of Thrones' , Nov 11, 2013
  5. O Mundo de Gelo e Fogo, Os Reis Targaryen: Daeron II.

Sobre a página

Esta página utiliza conteúdo baseado em Daemon II Blackfyre, um artigo de A Wiki Of Ice And Fire.