Jaremy Rykker

De Gelo e Fogo wiki
Ir para: navegação, pesquisa
Rykker.png
Jaremy Rykker
Minigdn.png
Título Sor
Primeiro Patrulheiro (substituto)
Lealdade Casa Rykker
Patrulha da Noite
Cultura Terras da Coroa
Morte Em 298 d.C., em Castelo Negro
Aparece
Mencionado
Mencionado
Mencionado

Jaremy Rykker é um Patrulheiro da Patrulha da Noite e um Cavaleiro da Casa Rykker .

Aparência e Características

De acordo com Tyrion Lannister, Jeremy tem um rosto nobre.[1] Ele não é conhecido por sua paciência[2] e tem um sorriso sarcástico.[1]

História

Jaremy permaneceu leal ao Rei Aerys II Targaryen durante Rebelião de Robert. Após o Saque de Porto Real, Lorde Tywin Lannister exigiu que ele escolhesse entre a Muralha ou a morte. Jaremy e Sor Alliser Thorne juntaram-se a Patrulha da Noite.[1]

Eventos recentes

Info Aviso: Esta seção contém revelações sobre o enredo (spoilers).

A Guerra dos Tronos

Sor Jaremy está presente quando Tyrion Lannister janta no Castelo Negro com Senhor Comandante Mormont e outros oficiais veteranos.[1]

Depois que Primeiro Patrulheiro Benjen Stark é dado como desaparecido Para Lá da Muralha, Jaremy conduz duas explorações em busca dele para o norte do Castelo Negro, enquanto Qhorin Meia-Mão lidera outro grupo para o norte da Torre Sombria. Ninguém é encontrado, exceto algumas pistas em árvores que Benjen costumava marcar seu caminho. As marcas desaparecem nas regiões pedregosas ao noroeste, assim como todos os vestígios de Benjen Stark.[3]

Jaremy assume como Primeiro Patrulheiro na ausência de Benjen Stark. Ele está presente durante a cerimônia de juramento dos novos membros da Patrulha da Noite no septo do Castelo Negro e novamente quando Jon Snow, Samwell Tarly, e outros fazem seus juramentos sob os Represeiros na Floresta Assombrada Para Lá da Muralha. Após a cerimônia, os corpos de dois guardas são encontrados por Fantasma.[4]

No outro dia, o Senhor Comandante Mormont lidera uma escolta para investigar sobre a mão do cadáver que Fantasma encontrou na Floresta Assombrada. Tal comitiva é composta por Sor Jaremy Rykker, Dywen, Hake, Ketter, Bass, Chett e outros homens da Patrulha da Noite. O grupo encontra os cadáveres de Othor e Jafer Flowers, ambos pertenciam ao grupo de Benjen Stark, na Floresta Assombrada. Sor Jaremy Rykker constata que eles não poderiam ter sido mortos a mais de um dia, pois não estavam decompostos e nem cheiravam, mas Sam diz que isso não faz sentido, pois o sangue está seco em duras crostas e nem as larvas e nem os vermes chegam perto dos corpos e tanto os cães como os cavalos têm medo dos cadáveres. Sor Jaremy Rykker e Dywen notam que Othor e Jafer Flowers nunca tiveram olhos azuis quando eram vivos. O Senhor Comandante Mormont não gosta que Benjen Stark não tenha sido encontrado nas explorações, mas Jaremy explica que ele não tem Patrulheiros suficientes e que o Senhor Comandante Mormont havia ordenado patrulhas próximas a Muralha. Quando eles retornam ao Castelo Negro, Jeor ordena Jaremy (através de Jon Snow) para colocar os mortos em um depósito até que Meistre Aemon possa examiná-los.[2]

No Castelo Negro, Jafer Flowers, como uma Criatura, mata cinco pessoas, incluindo Sor Jaremy. O cavaleiro consegue cortar a cabeça da Criatura com a espada, mas é morto quando a Criatura sem cabeça puxa sua adaga de sua bainha e apunhala as entranhas de Jaremy.[5]

A Fúria dos Reis

Com o desaparecimento de Benjen Stark e a morte de Jaremy Rykker, Thoren Smallwood demonstra interesse em assumir como novo Primeiro Patrulheiro, mas o Senhor Comandante Mormont recusa dizendo que Benjen Stark ainda é o Primeiro Patrulheiro, pois ainda não foi dado como morto.[6] Thoren recebe as roupas e a armadura de Jaremy, retirando o emblema da Casa Rykker usado como um broche no manto de Jaremy, pois a Patrulha da Noite não desperdiça coisas.[7]

A morte de Jeremy pela mão da Criatura é mencionado pelo Senhor Comandante Mormont em sua conversa com Craster.[8]

Sor Alliser Thorne menciona em frente ao Trono de Ferro que Jaremy foi morto por uma Criatura, quando ele implora à Coroa para fornecer mais homens para a Patrulha da Noite, fazendo com que as pessoas rissem em deboche enquanto Tyrion Lannister zomba de Sor Alliser Thorne.[8]

A Tormenta de Espadas

Quando Mance Rayder questiona Jon Snow no Punho dos Primeiros Homens, quem estava no comando, sugerindo que poderia ser Jaremy Rykker, dentre outros, pois não sabia que Jaremy estava morto. Depois de alguma hesitação, Jon admite que a Grande Patrulha Para Lá da Muralha foi liderada pelo Senhor Comandante Mormont.[9]

A Dança dos Dragões

Enquanto os Selvagens estão prestes a atravessar a Muralha, o novo Senhor Comandante Snow pensa que um homem mais experiente deveria lidar com Tormund Terror dos Gigantes. Neste contexto, ele pensa em Jaremy, entre outros.[10]

Citações

Citações de Jaremy Rykker

Jeor: Sor Alliser é um cavaleiro ungido, um dos poucos a vestir o negro desde que sou Comandante. Lutou bravamente em Porto Real.

Jaremy: Do lado errado. Eu sei, pois estava lá nas ameias ao seu lado. Tywin Lannister nos deu uma excelente escolha. Vestir o negro ou ver nossas cabeças espetadas em espigões antes do fim do dia. Não pretendo ofender, Tyrion.

Tyrion: Não me ofende, Sor Jeremy. Meu pai gosta muito de cabeças espetadas em espigões, especialmente as de pessoas que o aborreceram de algum modo. E um rosto tão nobre como o seu, bem, sem dúvida que vos imaginou a decorar a muralha da cidade por cima do Portão do Rei. Penso que teria ficado impressionante lá em cima.[1]

— Conversa entre Jaremy Rykker, Tyrion Lannister e Jeor Mormont

Sobre a página

Esta página utiliza conteúdo baseado em Jaremy Rykker, um artigo de A Wiki Of Ice And Fire.

Referências