Torrhen Manderly

De Gelo e Fogo wiki
Ir para navegação Ir para pesquisar

 

Manderly.png
Torrhen Manderly
Manderly.png
Título(s) Sor
Lorde Regente
Senhor de Porto Branco
Guardião do Faca Branca
Escudo da Fé
Defensor dos Despojados
Senhor Marechal do Vago
Cavaleiro da Ordem da Mão Verde
Mão do Rei
Lealdade Casa Manderly
Negros
Cultura Nortenho
Filho(a) Filhas[1]
Outros livros
Mencionado
Mencionado
Mencionado

Torrhen Manderly foi um cavaleiro da Casa Manderly durante a Dança dos Dragões e o segundo filho do Lorde Desmond Manderly.[2] Mais tarde, ele se tornou o Senhor de Porto Branco, bem como Senhor Regente e Mão do Rei durante a minoria do Rei Aegon III Targaryen.[3][4]

Aparência e Personalidade

Torrhen era inteligente e corpulento.[5] Dizia-se dele que era rude e glutão, mas justo.[1] Torrhen era um homem cortês, polido, bem vestido e bem disciplinado. Ele era um seguidor da Fé dos Sete.[6]

História

Dança dos Dragões

O príncipe Jacaerys Velaryon visitou Porto Branco e Winterfell e alistou o norte para os negros em 129 d.C. durante a Dança dos Dragões. O pai de Torrhen, Lorde Desmond Manderly, enviou Torrhen e seu irmão, Sor Medrick, ao sul para ajudar a Rainha Rhaenyra Targaryen. Depois que Rhaenyra perdeu dois dragõess para os Dois Traidores, Torrhen e seu irmão argumentaram que as outras duas sementes de dragão, Addam Velaryon e Urtigas, também não eram confiáveis .[2]

Durante os motins em Porto Real, Torrhen liderou seus homens do norte para Praça do Peixeiro e a Rua do Rio. Lá descobriram os cavaleiros de Sor Perkin a Pulga, aos montes. A força de Torrhen perdeu um quarto de seus homens enquanto recuava de volta para a Fortaleza Vermelha. No Forte Pardo eles embarcaram no Violande, que os levou para a Pedra do Dragão. Torrhen e seu irmão permaneceram a bordo do navio enquanto Rhaenyra desembarcava. Em Pedra do Dragão, Torrhen e seu irmão navegaram de volta ao Porto Branco no Violande.[2][7]

Regência de Aegon III Targaryen

Sor Torrhen foi nomeado um dos sete regentes do rei Aegon III Targaryen em 131 d.C..[3][4] Quando os regentes discutiram sobre quem deveria ser o herdeiro de Aegon, Torrhen objetou à Lady Baela Targaryen, a opção apresentada por Sor Tyland Lannister, a Mão do Rei.[4]

Mais tarde, em 132 d.C., uma doença conhecida como Febre do Inverno caiu em Westeros. Ele atingiu as Três Irmãs primeiro e rapidamente se espalhou para Porto Branco. Com a morte do pai de Torrhen, Lorde Desmond, seguida quatro dias depois pela morte de seu irmão, Sor Medrick, Torrhen tornou-se o novo Senhor de Porto Branco. Ele desistiu de sua posição de regente e navegou de volta para o norte.[4]

Torrhen enviou uma carta para Porto Real quando Lorde Unwin Peake, a Mão do Rei, tentou casar sua própria filha Myrielle Peake com o Rei Aegon III após a morte da Rainha Jaehaera Targaryen. Em sua carta, Lorde Torrhen argumentou que Aegon III deveria se casar com uma Manderly, dado o fato de que ambos os pactos de casamento entre Casa Manderly e Casa Targaryen foram rompidos por "um azar cruel" .[8]

Quando um Grande Conselho foi convocado em 136 d.C. para escolher os novos regentes e a Mão do Rei para o Rei Aegon III, Lorde Torrhen navegou para a capital com dois cavaleiros e primos. Torrhen foi escolhido pelos lordes reunidos como a nova Mão de Aegon. Ele aceitou o cargo e nomeou Isembard Arryn como o novo mestre da moeda e Gedmund Peake como o mestre dos navios.[1]

A primeira tarefa de Torrhen como Mão do Rei foi julgar os julgamentos dos acusados de envenenar Gaemon Cabelo-Claro e tramar traição contra o Rei Aegon III.[1] Durante seu tempo como Mão, Torrhen provou ser honesto e capaz. Ele promulgou uma grande reforma dos impostos com a ajuda de Isembard, fez várias nomeações na corte e repudiou o pacto que Lorde Alyn Velaryon havia assinado para garantir a libertação do Príncipe Viserys Targaryens. No entanto, o Rei Aegon III nunca gostou de Torrhen, e Torrhen nunca gostou do rei.[1]

Com a aproximação da décimo sexto dia de Aegon III, Torrhen fez os preparativos para um grande progresso real em todos os Sete Reinos para marcar a ocasião. No entanto, no dia em que Aegon III fez dezesseis anos, o rei entrou nas câmaras do conselho e cancelou o progresso. Em seguida, ele dispensou seus regentes e libertou Torrhen de sua posição como Mão. Ao fazer isso, Aegon III transformou Torrhen em um inimigo, já que Torrhen considerou sua demissão e o cancelamento abrupto do progresso real um insulto pessoal profundamente humilhante. Torrhen deixou Porto Real em duas semanas e navegou de volta para Porto Branco a bordo do Sal Contente, acompanhado pelo bobo da corte Cogumelo, a quem ele havia oferecido a posição de bobo na Corte do Tritão.[1]

Citações


Melhor não arriscar. Se o inimigo ganhar mais dois dragões, nós estaremos perdidos.[5]
—— Torrhen para Rhaenyra Targaryen e seu conselho



Sim, eu aceito. Mas vou precisar de um homem que seja bom com dinheiro, se vou ter que lidar com aqueles ladrões lysenos e o banco maldito deles.[1]
—— Torrhen aos lordes presentes no Grande Conselho de 136 DC



Um rei deve ter uma Mão de sua própria escolha. Você me serviu bem, não há dúvida, assim como serviu minha mãe antes de mim, mas foram meus senhores que o escolheram. Pode voltar para Porto Branco.[1]
—— Aegon III Targaryen quando demitiu Torrhen como Mão do Rei

Família

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Theomore
 
4 Esposas
Desconhecidas
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Irmão(s)
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Filho
 
Filhos
[Note 1]
 
Mara
 
Jessamyn
 
Filha
[Note 2]
 
Lorde Darklyn
 
Sobrinho
[Note 3]
 
Sobrinhas
[Note 4]
 
 
 
 
 
Filho
 
 
 
 
 
Desmond
 
Esposa
Desconhecida
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Filhas
 
Medrick
 
Torrhen
 
Esposa
Desconhecida
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Filhas
 
 
 
Jeyne
 
Rickon
Stark
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Descendentes
 
 
 
 
 
 
Notas:
  1. Lorde Theomore é conhecido por ter tido pelo menos três filhos.
  2. Sabe-se que Lorde Theomore teve pelo menos duas filhas, Jessamyn e Mara, mas não se sabe se ele teve outras filhas também. Uma das filhas de Theomore, não identificada pelo nome, casou-se com Lorde Darklyn em 72 d.C..
  3. Sabe-se que Lorde Theomore teve pelo menos um sobrinho.
  4. Sabe-se que Lorde Theomore teve pelo menos três sobrinhas.


Referências

  1. 1,0 1,1 1,2 1,3 1,4 1,5 1,6 1,7 Fogo & Sangue, A Primavera Lysena e o fim da regência.
  2. 2,0 2,1 2,2 A Princesa e a Rainha.
  3. 3,0 3,1 O Mundo de Gelo e Fogo, Os Reis Targaryen: Aegon III.
  4. 4,0 4,1 4,2 4,3 Fogo & Sangue, Sob os regentes: A Mão encapuzada.
  5. 5,0 5,1 Fogo & Sangue, A morte dos dragões: Rhaenyra triunfante.
  6. Fogo & Sangue, O Momento Posterior: A Hora do Lobo.
  7. Fogo & Sangue, A morte dos dragões: Rhaenyra destituída.
  8. Fogo & Sangue, Sob os regentes: Guerra e paz e exposição de gado.

Sobre a página

Esta página utiliza conteúdo baseado em Torrhen Manderly, um artigo de A Wiki Of Ice And Fire.