Addam Velaryon

De Gelo e Fogo wiki
Ir para: navegação, pesquisa
Velaryon.png
Addam Velaryon
Velaryon.png
Addam Velaryon.jpeg
Addam Velaryon, por © Enife
Apelido(s) Addam de Casco
Título Sor
Lealdade Casa Velaryon
Casa Targaryen
Os Negros
Cultura Terras da Coroa
Nascimento Em 114 d.C., em Casco, Derivamarca
Morte Em em 130 d.C., em Tumbleton
Outros livros
Mencionado
Mencionado

Addam Velaryon , também conhecido como Addam de Casco, foi um bastardo legitimado da Casa Velaryon, assim como seu irmão Alyn Velaryon. Após ser legitimado, Addam foi o legitimado herdeiro de Derivamarca e da Casa Velaryon.[1]

Aparência e características

Veja também: Imagens de Addam Velaryon

Addam tinha apenas quinze anos quando começou a Dança dos Dragões. Ele era inflexível, determinado, fluente com a língua e leal.[1]

História

De acordo com o Arquimeistre Gyldayn, as origens de Addam continuam sendo uma questão de discussão entre os historiadores.[1] Sua mãe, Marilda de Casco, afirmou que ele e seu irmão Addam foram gerados por Sor Laenor Velaryon - um fato que muitos acharam notável devido à preferência sexual conhecida de Laenor pelos homens. Mas existiram outras versões que afirmam que eles foram gerados pelo pai de Laenor, Lorde Corlys Velaryon, mas não foram reconhecidos longe da corte para não ofender a esposa de Corlys, a tempestuosa Rhaenys Targaryen.[2]

Dança dos Dragões

Durante a Dança dos Dragões, quando Príncipe Jacaerys Velaryon anunciou que os Negros precisavam de mais dragões do seu lado, muitos homens em Pedra do Dragão se apresentaram para responder o chamado do príncipe. Addam de Casco foi uma delas, juntamente com seu irmão mais velho Alyn de Casco. Addam conseguiu ganhar o antigo dragão de Laenor Velaryon, Seasmoke, e Alyn Velaryon procurou o dragão selvagem Grey Ghost, mas não conseguiu encontrá-lo e tentou domar Sheepstealer, mas seu manto acabou sendo queimado pelo fogo do dragão. Addam usou sua própria capa para diminuir as chamas, enquanto Seasmoke expulsou Sheepstealer. Addam conseguiu salvar seu irmão Alyn, mas este ficou marcado com terríveis cicatrizes de queimadura nas costas e pernas.[1]

Pouco tempo depois, quando Addam conseguiu voar em Seasmoke, Lorde Corlys Velaryon pediu a Rainha Rhaenyra Targaryen para remover sua bastardia e de seu irmão. A rainha consentiu e legitimou os irmãos. Addam Velaryon foi nomeado herdeiro de Derivamarca.[1]

Quando finalmente Rhaenyra tomou Porto Real, seus dragões pousaram um a um. Uma vez que o Príncipe Daemon Targaryen estava certo de que não haveria nenhum prejuízo, ele indicou a sua esposa para descer sobre Syrax. Addam permaneceu no alto, voando em Seasmoke ao redor das muralhas da cidade, alertando aqueles que estivessem abaixo dele que qualquer desafio seria encarado com fogo.[1]

Após a decisão de que a Rainha Rhaenyra permaneceria em Porto Real, Addam Velaryon permaneceu com Seasmoke e com Príncipe Joffrey Velaryon. Syrax, Seasmoke e Tyraxes eram suficientes para a defesa da cidade, e o resto dos Domadores de Dragões foram para a batalha, além de Syrax, Seasmoke e os outros dragões foram mantidos no Poço dos Dragões. Fazia tempo que nenhum Domador de Dragão permanecia no poço para defender a cidade o mais rápido possível, caso fosse atacada, então a Rainha preferiu manter seu dragão ao seu lado e esse dever caiu para Ser Addam Velaryon.[1]

Segunda Batalha de Tumbleton

Após a traição de Hugh Hammer e Ulf, o Branco, muitas vozes no Conselho dos negro questionaram a fidelidade dos irmãos Alyn e Addam, pelo simples fato de terem nascido bastardos. Somente Lorde Corlys falou em defesa deles, observando que Addam e seu irmão Alyn eram "verdadeiros Velaryons", dignos de Derivamarca, mas seus protestos foram em vão e a Rainha Rhaenyra, suspeitando de traição, ordenou a Sor Luthor Largent que prendesse Addam, que estava no Poço dos Dragões.[1] No entanto, Addam havia sido avisado sobre sua prisão e conseguiu fugir nas costas de Seasmoke antes que pudesse ser interrogado e preso. Ao ordenar a prisão de Addam, a rainha perdeu não só um dragão, mas também a mão dela. Corlys foi espancada e presa por ajudar na fuga de Addam. Quando chegou ao ouvido do povo que Lorde Corlys apodrecia numa masmorra da Fortaleza Vermelha, os homens que navegaram de Pedra do Dragão para guarnecer a cidade em nome da Rainha começaram a abandonar a causa dos Negros às centenas. Os que restavam não eram confiáveis, de modo que, para fins práticos, Rhaenyra perdeu sua frota e um de seus maiores pontos de apoio.

Quando começou a Segunda Batalha de Tumbleton, Addam estava determinado a provar que nem todos os bastardos eram traidores. Os cantores dizem que Addam voou de Porto Real para o Olho de Deus, onde ele pousou na sagrada Ilha das Caras e tomou conselho com os Homens Verdes. Mas na verdade, Addam voou de encontro aos Senhores que ainda eram leais à rainha para juntar um exército. Quando Addam estava pronto para descer em Tumbleton, ele tinha quase quatro mil homens apoiando-o.[1]

Sor Addam atacou Tumbleton à noite, pegando os Verdes completamente desprevenidos. À medida que o caos se seguiu, Addam podia ver a batalha se transformando em uma derrota abaixo dele. Por esse tempo, dois dos inimigos, Hugh Hammer e o Príncipe Daeron, o Ousado estavam mortos; embora Addam não tivesse como saber disso, ele podia ver os dragões Vermithor, Silverwing e Tessarion. O desmontado Tessarion voou e Addam virou seu dragão Seasmoke para encontrá-la. Ambos sendo jovens dragões, eles se moviam rapidamente enquanto lutavam. A briga terminou quando o inexplicante Vermithor enfurecido subiu ao céu e começou a matar indiscriminadamente os que estavam no chão.[1]

Quando Vermithor cometeu uma carnificina, Seasmoke caiu sobre ele, fazendo com que este caísse aos gritos na lama. De acordo com Arquimeistre Gyldayn, Addam sentia que tinha a obrigação de proteger seus homens no chão, embora certamente ele soubesse que Seasmoke não podia combater o dragão mais velho. Tessarion, sem cavaleiro, logo se juntou à briga e os três dragões lutaram até a morte no chão em meio a lama, sangue e fumaça.[1]

Após a batalha, Lorde Unwin Peake foi derrotado e ordenou uma retirada, levando os remanescentes da grande tropa de Príncipe Daeron e de Lorde Ormund Hightower até Vilavelha. Addam, que foi injustamente acusado de traidor e vira-casaca, salvou Porto Real dos inimigos sacrificando sua própria vida pela causa de Rhaenyra.[1]

Sobre a página

Esta página utiliza conteúdo baseado em Addam Velaryon, um artigo de A Wiki Of Ice And Fire.

Família

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Daemon
Targaryen
 
Laena
Velaryon
 
Marilda
de Hull
 
Laenor
Velaryon
 
Rhaenyra
Targaryen
 
Daemon
Targaryen
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Addam
Velaryon
 
 
 
 
3 filhos
 
Aegon III
Targaryen
 
Daenaera
Velaryon
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Rhaena
Targaryen
 
Baela
Targaryen
 
 
 
Alyn
Velaryon
 
 
 
 
 
Elaena
Targaryen
 
Outra
Descendência
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Casa
Velaryon
 
 
Jon
Waters
 
Jeyne
Waters
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Casa
Longwaters
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 


Referências