Casa Royce

De Gelo e Fogo wiki
Ir para: navegação, pesquisa
Casa Royce de Pedrarruna
Royce-de Pedrarruna.png
Brasão seixos cinzentos, sobre campo laranja, com bordas de runas brônzeas
Lema Nós Lembramos
Sede Pedrarruna
Lorde Atual Yohn Royce
Região Vale
Título Senhor de Pedrarruna
Herdeiro Andar Royce
Suserano Casa Arryn
Ramificação Casa Royce dos Portões da Lua
Fundação Era dos Heróis

Casa Royce de Pedrarruna é uma antiga casa nobre, talvez a mais poderosa vassala da Casa Arryn. A sede da Casa Royce é o castelo ancestral de Pedrarruna, localizado na costa do Mar Estreito. Sua ramificação, Casa Royce dos Portões da Lua ocupa a edificação não-hereditária dos Portões da Lua, localizado no caminho que leva ao Ninho da Águia.

Seu brasão ostenta seixos cinzentos, sobre campo laranja, com bordas de runas brônzeas[1] e seu lema é "Nós Lembramos".[2]

História

Os Royce são uma casa antiga, sendo anteriores ao governo da Casa Arryn e são capazes de traçar sua ascendência desde os dias dos Primeiros Homens, que já povoaram o Vale, entretanto sem dúvidas se casaram constantemente com os Ândalos que conquistaram o Vale milênios depois.

Eles possuem centenas de armaduras de bronze ancestral inscritas com runas que supostamente protegem quem as veste de ferimentos.[3] A verdade desta alegação é sempre posta em dúvida.

Após Robar II Royce, o último Rei de Bronze, ser morto na Batalha das Sete Estrelas, os Royce se mantiveram subordinados aos Arryn.

Os Royce se aliaram a Jonos Arryn na sua rebelião contra o lorde Ronnel durante o governo do rei Aenys I Targaryen. Após a revolta, o novo lorde do Ninho da Águia, Hubert Arryn, se casou com uma mulher da Casa Royce.

Ao final do primeiro século depois da Conquista, a Casa Royce chegou ao auge do seu poder e riqueza, sob comando de Yorbert Royce, que servia como Lorde Protetor do Vale da Senhora Jeyne Arryn. Durante a Dança dos Dragões, os Arryn apoiaram a rainha Rhaenyra Targaryen e deram grande ajuda aos Negros. Durante o assalto ao Fosso dos Dragões, Sor Willum Royce foi morto e perdeu a lendária espada de aço valiriano Lamentação.

Durante a Rebelião de Robert, os Royce lutaram ao lado dos Arryn contra o rei louco Aerys II Targaryen, com Yohn Royce liderando as tropas de sua casa.

Durante a Guerra dos Cinco Reis, Lorde Yohn era um dos senhores do Vale que desejava se juntar ao Rei Robb Stark, e tem sido muito franco sobre o assunto. Seu filho, Robar Royce, era membro da Guarda Arco-Íris de Renly Baratheon. Ele foi morto por Loras Tyrell por ter permitido que Catelyn Tully e Brienne de Tarth fugissem após o assassinato de Renly. Lorde Yohn também é um dos Senhores Declarantes, que querem a remoção de Petyr Baelish do cargo de Protetor do Vale.

Eventos recentes

A Guerra dos Tronos

Sor Waymar Royce, um patrulheiro da Patrulha da Noite, é morto por um Outro. Ele é ressuscitado e se torna uma criatura e mata Will. Lorde Yohn Royce e seus dois filhos, Andar e Robar, participam do Torneio da Mão em Porto Real. Eles lutam no torneio apesar da senhora Lysa Arryn ter proibido que os cavaleiros do Vale de participarem.[4] Mais tarde, Lorde Yohn vai caçar com o rei Robert Baratheon na Mata do Rei e seu filho, Sor Robar, é enviado por lorde Eddard Stark, a Mão do Rei, para encontra-los e informa-los da sua declaração de guerra tácita contra a Casa Lannister.

Quando Joffrey Baratheon ascende ao trono, ele manda mensagens para Lorde Royce e seus filhos para que jurem fidelidade ao novo rei ou serão considerados traidores.

A Fúria dos Reis

Robar se torna um membro da Guarda Arco-Íris de Renly Baratheon e ele passa a ser chamado de Sor Robar o Vermelho. Ele permite que Catelyn Tully e Brienne de Tarth fujam após o assassinato de Renly. Sor Loras Tyrell, enfurecido pela morte de Renly, mata Robar.

A Tormenta de Espadas

Durante a Guerra dos Cinco Reis, Lorde Yohn está entre um dos vários senhores do Vale que querem que a senhora Lysa Arryn declare apoio a Robb Stark, mas ela prefere declarar neutralidade.[5]

O Festim dos Corvos

Após a morte da senhora Lysa, Lorde Yohn é um dos Senhores Declarantes que exigem a remoção de lorde Petyr Baelish da função de Protetor do Vale de Arryn. Os Senhores assinam um acordo com suas exigências em Pedrarruna. Petyr concede o comando dos Portões da Lua ao lorde Nestor Royce de forma vitalícia, criando a Casa Royce dos Portões da Lua.

Yohn Royce dá um torneio apenas para escudeiros em Pedrarruna e este é vencido por Harrold Hardyng. Yohn torna Harry um cavaleiro como prêmio. Sor Mychel Redfort é forçado por seu pai, Lorde Horton Redfort, a se casar com Ysilla, uma das filhas de Lorde Yohn.[6]

A Casa Royce no final do terceiro século

Os Royce conhecidos durante o período de tempo dos eventos descritos em As Crônicas de Gelo e Fogo são:

Com relação familiar com o ramo principal desconhecida, há também:


 
Yohn Royce
 
Desconhecida
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Andar Royce
 
{Robar Royce}
 
{Waymar Royce}
 
Mychel Redfort
 
Ysilla Royce
 
 

Casas Juramentadas

Casa Coldwater de Regato da Água Fria Coldwater de Regato de Aguafria
Casa Shett Shett de Torre Gaivota
Casa Tollett Tollett de Vale Cinzento


Referências nos livros

Dunk and Egg

As Crônicas de Gelo e Fogo


Notas e Referências