Brienne de Tarth

De Gelo e Fogo wiki
Ir para: navegação, pesquisa
Tarth.png Guarda Arco-Íris.png Brienne
Tarth
Tully.png Baratheon de Ponta Tempestade.png
Brienne de Tarth Amoka.jpg
Brienne, por Amoka ©
Apelido(s) A Donzela de Tarth
Brienne, a Bela
Brienne, a Azul
Lealdade Casa Tarth
Casa Baratheon de Ponta Tempestade
Guarda arco-íris
Catelyn Tully
Cultura Terras da Tempestade
Nascimento Em 280 d.C., em Solar do Entardecer
Aparece
Aparece
PDV
Aparece

GoT Logo.jpg
Brienne de Tarth-Character Portraits.jpg
Interpretado(a) por Gwendoline Christie
Aparições 2ª Temporada | 3ª Temporada | 4ª Temporada | 5ª Temporada | 6ª Temporada | 7ª Temporada
Apareceu em 37 episódios (ver seção)

Brienne Tarth, normalmente chamada de Brienne de Tarth por causa da ilha de Tarth,[1] é a única filha e herdeira de Selwyn Tarth, senhor do Solar do Entardecer e cabeça da Casa Tarth,[2] uma casa nobre juramentada à Casa Baratheon. Às vezes ela é chamada de A Donzela de Tarth[3] e Brienne, a Bela.[4] Na série de televisão é interpretada pela atriz Gwendoline Christie.

Aparência e características

Veja também: Imagens de Brienne de Tarth
Brienne de Tarth, por Тхе Мичо ©
Gwendoline Christie como Brienne de Tarth na Série de TV

Brienne tem uma aparência pouco (ou nada) feminina com traços brutos e grosseiros.[1] Ela tem os cabelos loiros, finos, longos e quebradiço da cor de palha seca[5] e despenteado como um ninho de esquilo.[1] Brienne tem o rosto grosseiro,[6] simples,[3] largo e achatado, que é coberto de sardas pelas bochechas e testa.[1] Ela tem os dentes salientes, proeminentes e tortos[1] que parecem ser quase grandes demais para a boca.[5] Sua boca é grande e os lábios tão grossos que pareciam inchados.[1] Seu nariz é torto e foi quebrado mais de uma vez.[1] Brienne ficou com buracos enormes nas bochechas,[7] depois de ser atacada por Dentadas, que devorou parte de seu rosto.[8] Brienne é anormalmente forte[9][10] para uma mulher.[11] Ela te ombros curvados, musculosos e duros,[1][12][10][5] que são mais largos que os de Jaime Lannister.[10]. Seu pescoço é grosso e branco[10] e seu peito é amplo e musculoso,[10][5] mas seus seios são pequenos[1][5] como os de uma garota de dez anos.[10] Ele tem braços grossos[12][5] e musculosos[6] e enormes mãos sardentas[1][3][5] tão grandes quanto as de Gregor Clegane[10] e seus dedos são grossos e cheios de calos.[13] Brienne tem largos quadril[1] e ancas.[5] Suas pernas são longas[5] e grossas[10] como cordões de madeira[6] e seus pés são enormes.[5] Apesar de tudo isso, suas únicas partes que eram espantosamente belas[3] são seus olhos,[13][12][6][11] que eram calmos,[6] grandes[1][11] e muito azuis,[12][11][3] como os de uma menininha.[1] Apesar de Sor Jaime Lannister achá-la feia como uma vaca,[6] de alguma forma ele fica excitado ao vê-la nua nas banheiras de Harrenhal,[10] e quando sonhou com Brienne, ele imaginou-a tão forte e alta como realmente era, mas com mais forma de mulher.[9]

Quando era jovem, Brienne era monstruosamente grande e masculinizada para idade.[14] Mesmo adulta, Brienne é alta,[9] sendo cerca de um palmo mais alta que Renly Baratheon.[1] Brienne pensa que se ela fosse homem, seria considerada apenas alta, mas para uma mulher ela é enorme.[5] George R. R. Martin diz que Brienne ultrapassa seis pés de altura (1,83 metros), mas não chega perto de sete pés de altura (2,13 metros), sendo mais alta e pesada que Jaime Lannister, contudo não se compara a altura de Gregor Clegane, atualmente o personagem mais alto do universo de ASOIAF. Ela também é mais baixa que Hodor e Grande Jon Umber, e pouca coisa mais baixa que Cão de Caça, possuindo a mesma altura de Robert Baratheon.[15]

Quando criança, Brienne foi uma criança lenta[14] e ingênua.[16] Já adulta, Brienne não é considerada inteligente[11][3] e também pode ser teimosa,[11][3] desconfiada[16] e julgadora,[6] mas também é honesta, cumpridora, leal e determinada.[11] Apesar de sua força descomunal,[17] ela é gentil.[10] Brienne odeia que lhe seja lembrado que é uma apenas garota e prefere que a chamem pelo nome.[18] Por causa de sua aparência e sua falta de graça feminina, Brienne passou a maior parte de sua vida sendo desprezada e rejeitada,[1][14][4][19] e as pessoas, muitas vezes, tinham pena dela, especialmente quando tentava agir como uma dama.[5] Ela busca por respeito e aceitação, e facilmente oferece sua lealdade às poucas pessoas que a valorizam pelo que ela é ou mesmo que a tratam com cortesia genuína, como a Senhora Catelyn Stark,[13][6] Renly Baratheon[1][20][11][21] e Jaime Lannister.[3][21] Apesar de não ser um cavaleiro e frequentemente ser menosprezada pelos mesmos, Brienne age rigorosamente de acordo com o conceito idealizado do código de honra e conduta dos verdadeiros Cavaleiros, mesmo sabendo que, provavelmente ela nunca será reconhecida pela sociedade como alguém digna do título.[21] Brienne tem profundo respeito pelo significado do Manto Branco da Guarda Real e Sor Jaime Lannister acredita que ela deseja o Manto Branco desesperadamente.[18]

Brienne possuía um talento natural para armas e para o combate. Desde criança, Sor Goodwin notou sua força, velocidade e resistência física fora do comum e lhe ensinou a lutar de forma mais defensiva e cautelosa para conservar suas forças enquanto seu adversário perde as suas.[14] Sor Jaime Lannister fica impressionado com suas habilidades e especialmente com sua força física[17] e acredita que ela é melhor lutadora que Sor Loras Tyrell e tão forte quanto Sandor Clegane.[11] Em combate, Brienne usa morningstar,[1] mas também usa espadas,[5] como a bonita e ornamentada espada de Renly Baratheon[22] e a poderosa espada de Aço Valiriano chamada Cumpridora de Promessas.[3][16][8]

Ao contrário das Senhoras Maege e Dacey Mormont, que parecem confortáveis e confiantes tanto com cota de malha e armas como vestidos de festa,[23] Brienne não se sente confortável ao se vestir com vestidos de uma senhora de alto nascimento,[24][12][10][3] preferindo usar armadura como um Cavaleiro. Seus vestidos têm de ser adaptados ao seu grande corpo.[12][3] Sua armadura de aço é de um profundo azul-cobalto, que parecia magnífica de longe, mas de perto aparecem suas marcas, ranhuras e amassados.[1] Ela também usa camisa de cota de malha, manto, justilho, grande elmo com viseira e escudo,[5] que inicialmente tinha o símbolo da Casa Lothston, mas Brienne pintou-o com o símbolo pessoal de Sor Duncan, o Alto.[14] Ela também usa um gibão de veludo de rosa e azul, as cores de sua casa, calças e botas e um cinto de espada bem trabalhado.[1] Em seu cavalo tem a heráldica entalhada do sol e da lua de Casa Tarth.[1]

Brienne é apaixonada por Renly Baratheon, mas frequentemente tem sonhos de eventos que realmente aconteceram com Renly, mas no sonho é Sor Jaime Lannister que está no lugar dele.[14][16]

História

Brienne é a filha mais velha do Lorde Selwyn Tarth, Senhor de Solar do Entardecer na ilha de Tarth. Sua mãe morreu quando era tão jovem que não se lembra. [12] Ela teve um único irmão mais velho, Galladon Tarth, que se afogou quando tinha oito anos de idade, mas também teve duas irmãs mais novas Arianne e Alysanne, que morreram no berço. Isso faz dela a única descendência viva de Lorde Selwyn Tarth que, naturalmente, tentava achar um partido adequado para Brienne. Devido sua aparência e seu jeito deselegante e atrapalhado, a tarefa provou ser difícil, ainda mais porque Brienne estava decidida a levar uma vida marcial o que é pouco convencional para uma mulher de nascimento elevado, já que sempre se sentia mais confortável com uma espada na mão e usando uma cota de malha do que na companhia da corte. Ela foi educada para se tornar uma dama pela septã, Roelle, ao passo que teve treinamento marcial pelo Mestre de Armas, Sor Goodwin.

Septã Roelle fazia comentários duros com Brienne e suas lições eram sempre cruéis. Septã Roelle enfatizava que Brienne tinha um raciocínio lento e era monstruosamente grande e masculinizada. [4]. Quando criança, Brienne acreditava que todos os homens eram tão nobres como seu pai e acreditava quando eles a elogiavam como uma menina bonita, alta, esperta, inteligente e graciosa, mas a Septã Roelle lhe disse que todos os elogios que recebiam dos homens eram mentiras para conquistar o favor de seu pai e completou dizendo que encontraria a verdade de suas palavras no espelho. Magoada, Brienne chorou muito com aquelas palavras. [16]

Brienne de Tarth, por Elisa Poggese ©

Quando foi procurar Sor Goodwin para que a instruísse, O Mestre de Armas afirmou que todo cavaleiro tem cicatrizes de batalha e perguntou se era isso que Brienne desejava. E assim começou seu treinamento.[7] Sor Goodwin nota durante os treinos que ela era tão forte quanto a maioria dos cavaleiros e mais rápida que uma mulher do seu tamanho deveria ser e além disso era muito resistente e perseverante, o que era ótimo, pois frequentemente a vitória ia para o homem com mais resistência. Sor Goodwin afirma que os homens sempre vão subestimá-la e que Brienne deve tirar vantagem disso em batalha. [14] Mas apesar disso, Sor Goodwin temia por ela ainda ter um coração de mulher. Para endurecê-la, mandou-a ao carniceiro para abater cordeiros e leitões e quando acabou Brienne estava cega com as lágrimas e tinha a roupa tão ensanguentada que a deu à aia para que a queimasse. Ainda assim as dúvidas de Sor Goodwin permaneciam. [16]

Paralelamente ao seu treinamento, o pai de Brienne encontrou com três homens dispostos a desposá-la, pelas terras de seu pai. Um filho mais novo do Senhor Bryen Caron foi o primeiro pretendente de Brienne. Eles se encontraram apenas uma vez, por ocasião de seu noivado, quando tinha sete anos e ele tinha dez anos. O menino morreu dois anos depois de uma gripe, junto com seu pai, mãe e irmãs. Se ele não tivesse morrido, Brienne teria se casado com ele no ano de sua primeira floração. [5] O segundo esconderijo foi Sor Ronnet Connington, também chamado de Ronnet Vermelho, que era seis anos mais velho do que ela. Quando se encontraram pela primeira vez, Ronnet Vermelho lhe deu uma rosa, e disse-lhe que era tudo o que ela teria dele, e acabou com noivado. [19] O último noivo/prometido de Brienne, Sor Humfrey Wagstaff, que advertiu que ele deveria ser mais feminina uma vez que eles se casaram e parece de agir como um guerreiro. Mesmo com apenas dezesseis anos, Brienne respondeu que só aceitaria tal exigência de um homem que poderia vencê-la em combate. Sor Humfrey aceitou o desafio e acabou com três ossos quebrados e um casamento quebrado. [14]

Depois disso, Lorde Selwyn Tarth desistiu de tentar arrumar um casamento para Brienne. [14] A única experiência positiva que Brienne teve com um homem ocorreu quando o suserano do Senhor Casa Tarth, Lorde Renly Baratheon, visitou sua ilha de Tarth durante uma viagem. Ele se encontrou com Brienne e tratou-a com cortesia, e ela se apaixonou por ele. [5] Algum tempo depois, Lorde Selwyn Tarth enviou-a para Ponta Tempestade. [20]

Eventos recentes

Info Aviso: Esta seção contém revelações sobre o enredo (spoilers).

A Fúria dos Reis

Brienne de Tarth por Aleksandr Nikonov

Quando Renly Baratheon se declara Rei de Westeros em Jardim de Cima, Brienne junta-se a ele em sua marcha rumo a Porto Real. [1] Ela também assiste o casamento de Renly Baratheon com Margaery Tyrell, o que a entristece muito. [21] No acampamento de Renly, Brienne é continuamente zombada. Alguns dos jovens cavaleiros apostam em quem será o primeiro a tirar sua virgindade. Dentre estes, estavam: Ben Bushy, Edmund Ambrose, Hyle Hunt, Ronnet Vermelho Connington, Hugh Beesbury, Richard Farrow, Owen Inchfield, e Mark Mullendore. Mas a aposta teve um fim quando Lorde Randyll Tarly acaba com isso, advertindo Brienne de que sua presença é a causa do problema. [4]

Tomada pela fúria ao saber da aposta, Brienne prova sua perícia com uma Morningstar no corpo a corpo em Ponteamarga, derrotando Sor Loras Tyrell, o Cavaleiro das Flores, bem como muitos dos cavaleiros que apostaram sua virgindade. Ao vencer o corpo a corpo, ela pede para se juntar ao Guarda Arco-Íris como seu prêmio, sendo nomeada como Brienne, a Azul. Quando a Senhora Catelyn Stark não trata Renly Baratheon com a cortesia devida a um Rei, Brienne repreende. Ela fica consternada quando Renly nega a necessidade de uma escolta para um passeio depois das festas noturnas. [1]

Na reunião do Rei Renly Baratheon com seu irmão, Rei Stannis no Cerco de Ponta Tempestade, Brienne segura o estandarte/bandeira do Rei Renly. Depois que as negociações falharem, ela é designada para a porta-estandarte na vanguarda da batalha ao lado de Sor Loras Tyrell. [25] No dia seguinte, antes do confronto, ela está armando Renly para a batalha contra seu irmão quando uma Sombra com o rosto de Stannis Baratheon entra na sua tenda e o assassina Renly Baratheon. Brienne é acusada do assassinato, mas a Senhora Catelyn Stark é capaz de convencer seus aliados sobre a inocência da Donzela de Tarth e leva Brienne com ela ao fugir do acampamento. [22]

Quando eles chegam a Correrrio, Brienne quer se vingar do Rei Stannis Baratheon com a espada de Renly, mas Catelyn Stark convence Brienne de entrar para seus serviços. [13] Brienne está presente quando a Senhora Stark fala com o Sor Jaime Lannister, o Regicida, em sua cela, e concede a Catelyn sua espada quando é solicitada.[26]

A Tormenta de Espadas

Em Correrrio, depois de receber notícias de que seus filhos Bran e Rickon foram assassinados por Theon Greyjoy, Catelyn decide libertar Sor Jaime Lannister, fazendo Brienne escoltá-lo para o Porto Real para trocá-lo por suas filhas Sansa e Arya. Sor Cleos Frey, primo de Regicida, os acompanha até seu destino. [27]

Brienne defende Jaime habilmente. Eles fazem seu caminho por barco, conseguindo escapar de uma perseguição por homens de Correrrio quando Brienne escalar um penhasco e empurra pedras enormes (causando um desmoronamento) interrompendo a perseguição de Sor Robin Ryger. [6] Depois disso eles continuam por terra. Na Estalagem do Ajoelhado, Brienne é cautelosa e evita que o grupo siga os conselhos de viagens do estalajadeiro, uma vez que ela suspeitava que estivesse tentando levá-los para uma emboscada. [18]

Mais tarde, eles são emboscados por alguns fora-da-lei perto de Lagoa da Donzela. Sor Cleos Frey é morto e Sor Jaime tenta escapar de Brienne enfrentando-a com a espada de Cleos. Sor Jaime Lannister estava acorrentado, sem armadura e fora de prática com os músculos comprometidos devido ao tempo de cativeiro, no entanto, ele deu batalha a Brienne que ficou surpresa com as habilidades do Regicida,[5], contudo Brienne venceu o embate e, em um momento de raiva, segura sua cabeça debaixo d'água tentando afogá-lo, até Jaime lembrá-la de sua promessa a Senhora Catelyn Tully e Brienne se recompõe. Mas a luta é interrompida pela companhia mercenária chamada de Bravos Companheiros, também chamados de Saltimbancos Sangrentos. Quatro deles batem em Brienne, arruinando dois de seus dentes. Sor Jaime é imobilizado por outros enquanto Zollo corta sua mão da espada de Jaime.[17] Tomado por uma febre devastadora pela ferida da mão (e pelo desespero de perder suas habilidades de luta), Jaime anseia pela morte, mas Brienne o chama de covarde por se desapegar da vida assim tão fácil e o convence a viver para se vingar. Por sua vez, Jaime impede Zollo, Rorge e Shagwell, três dos Saltimbancos, de estuprarem Brienne. [28] Os Saltimbancos Sangrentos confiscam a armadura e a espada de Brienne . [10]

Jaime e Brienne numa arena em Harrenhal, por Joshua Cairós ©.

Eles são levados para Harrenhal, Brienne é melhor tratada e Sor Jaime é tratado por Qyburn. Em algum momento, os dois compartilham um banho e Sor Jaime revela que ele salvou Porto Real do rei Aerys II Targaryen durante Rebelião de Robert, impedindo que a cidade inteira e todos seus habitantes fossem queimados por Fogovivo.[10] Qyburn traz um vestido rosa para Brienne, que Jaime acha que lhe parece ridículo vestido nela. Lorde Roose Bolton envia Jaime em seu caminho, mas mantém Brienne como o “prêmio” a Vargo Hoat. [10] Quando Vargo Hoat descobre que Lorde Selwyn Tarth não tem safiras para pagar o resgate de Brienne, ele tenta a estuprar, mas ela morde sua orelha e a arranca fora.[9] Irado Vargo Hoat, então, a joga no fosso do urso em Harrenhal para que ela seja morta, mas Jaime retorna depois de sonhar com ela e a resgata do urso, salvando sua vida. [9] Mais tarde é revelado que a ferida que Brienne fez na orelha de Vargo Hoat não curou direito e o deixou delirante da infecção. [11] Walton Pernas-de-Aço escolta Brienne e Sor Jaime Lannister em direção a Porto Real, e Brienne fica chocado quando Sor Bertram Beesbury os informa em Bosque Malhado da morte de Catelyn Tully no Casamento Vermelho. [11]

Após sua chegada em Porto Real, ambos são confrontados por Sor Loras Tyrell, que ainda acredita que Brienne é culpada do regicídio de Renly Baratheon. Tentando acalmar a situação tensa, Jaime ordena a prisão de Brienne apenas para protegê-la de um embate com Sor Loras Tyrell, que por um lado a mataria se ganhasse, mas por outro lado, se perdesse, todo o poderio do Jardim de Cima iria querer Brinne morta. [11] Mais tarde, Sor Jaime Lannister providencia uma conversa pacífica com Sor Loras Tyrell, o que acaba convencendo o jovem Tyrell da inocência de Brienne. [29]

Jaime confia a Brienne a espada de Aço Valiriano dada a ele por seu pai, Tywin, que a nomeia como Cumpridora de Promessas. Ele ordena a Brienne que cumpra a promessa que ambos fizeram a Senhora Catelyn Tully de salvar Sansa Stark, que está desaparecida. Jaime completa dizendo que essa é sua última chance de honrar sua palavra e que sua honra está nas mãos de Brienne. Como Cumpridora de Promessas foi forjado a partir da lâmina de Lorde Eddard Stark, Gelo, Brienne está usando aço Stark para resgatar a garota Stark. Junto com isso, Jaime dá-lhe dois sacos cheios de Dragões de Ouro e Veados de Prata, uma cota de malha, um escudo Lothston e uma carta assinada pelo próprio Rei Tommen I Baratheon dizendo que ela está em um missão real. Brienne fica extremamente agradecida a Sor Jaime Lannister e fará de tudo o possível para cumprir sua promessa. [3]

O Festim dos Corvos

Sor Jaime Lannister é enviado por sua irmã, Rainha Cersei Lannister, para subjugar os rebeldes restantes nos Terras Fluviais. Em Harrenhal, ele acerta um soco em Ronnet Connington com sua mão de ouro, por zombar de Brienne. [30]

Sem o conhecimento de Brienne, Sansa Stark está escondido no Ninho da Águia sob o nome assumido de Alayne Stone com Lorde Petyr Baelish. [31] Brienne procura por Sansa Stark ao longo da Estrada de Rosby nas Terras da Coroa, onde se encontra com Sor Illifer, o Sem Dinheiro, Sor Creighton Longbough e Sor Shadrich. [5] Ela visita o Forte Pardo em Valdocaso e seu escudo foi pintado com o brasão de Sor Duncan, O Alto. [14] O garoto Podrick Payne, antigo escudeiro de Tyrion Lannister, tenta discretamente seguir Brienne, pois acredita que Tyrion está com sua esposa Sansa Stark e alimenta esperança de que se Brienne achar Sansa, ele vai achar Tyrion. [14]

A próxima parada de Brienne está em Lagoa da Donzela, onde ela só consegue entrar graças a ajuda indesejado de Sor Hyle Hunt, um dos cavaleiros que haviam apostado tomar sua virgindade no acampamento de Renly Baratheon. Lá, ela se encontra com Lorde Randyll Tarly, que com muita relutância, permite que ela continue sua busca. Na estalagem chamada Ganso Fedorento ela conhece Lesto Dick Crabb, que promete leva-la até um Bobo a leva depois de um tolo, a quem ela acredita é Dontos Hollard, que poderia ter Sansa com ele. [4]

Viajando pela Ponta da Garra Rachada, o trio chega aos Murmúrios, o salão arruinado dos ancestrais de Lesto Dick da Casa Crabb. Eles encontram alguns remanescentes de grupo mercenário chamado Bravos Companheiros. Este pequeno grupo é liderados pelo tolo Shagwell, o Bobo Psicótico. Shagwell mata Lesto Dick, mas Brienne mata Pyg e Timeon com Cumpridora de Promessas. Ela força Shagwell a cavar um túmulo para Lesto Dick e depois o mata também quando o Bobo tenta a matar. Sor Hyle Hunt junta-se ao grupo, depois de segui-la desde a Lagoa da Donzela. [16].

Antes de morrer, Timeon afirma para Brienne que Sandor Clegane andava com um uma das filhas da Senhora Stark e que andava em direção a Correrrio. [16] Seguindo as informações do mercenário, Brienne volta para o Terras Fluviais para encontrar Sandor Clegane e Sansa Stark, mas Brienne não sabia que, na verdade, Cão de Caça estava com a Arya Stark e não com Sansa. Em Lagoa da Donzela eles se juntam a Meribald, um septão andarilho, que os acompanha para Salinas. A partir daí, ela visita a Ilha Quieta, onde Irmão Mais Velho afirma com convicção que o Cão de Caça está morto. [21]

Na Estalagem da Encruzilhada, perto do Tridente, Brienne encontra com outro grupo de remanescentes da antiga companhia mercenária chamada Bravos Companheiros, liderados por Rorge, que está disfarçado de Sandor Clegane (usando seu elmo) e espalhando o terror pelas Terras Fluviais. Tentando defender os órfãos na pousada, a Brienne mata Rorge, mas está em uma grande desvantagem numérica e acaba gravemente ferida por Dentadas, que quebra seu braço e mastiga e engole a carne de seu rosto. [8] mas no último instante Gendry atravessa a cabeça de Dentadas com uma lança e, ao lado da Irmandade Sem Bandeiras salva Brienne e os órfãs da Estalagem da Encruzilhada, mas levam ela junto com Podrick Payne e Sor Hyle Hunt. [7]

A Senhora Coração de Pedra não acredita no relato de Brienne sobre sua busca para encontrar Sansa Stark e julgam que ela é uma traidora que serve Casa Lannister, por vários motivos, dentre eles a sua espada e do Pergaminho Real. É imposto sobre Brienne a escolha de matar o Regicida e provar sua lealdade ou ser enforcada por trair Catelyn Tully. Brienne se recusa a escolher e é condenado a forca, junto com seus companheiros. Mas quando viu que o pobre Podrick Payne também morreria por sua culpa, ela fala uma última palavra [7] De acordo com uma fonte semi-canônica, ela vê Podrick sufocando e grita "espada", escolhendo, assim, matar Sor Jaime Lannister. [32]

A Dança dos Dragões

Poupada pela irmandade, Brienne aparece brevemente em Centarbor quando Sor Jaime Lannister está acampado lá. Ela pede a Jaime para ajudá-la a salvar Sansa Stark do Cão de Caça, afirmando que estão a um dia de viagem, ressaltando que ele deve ir com ela apenas, ou o Cão de Caça matará Sansa Stark. [33] Cersei permanece cética quando ela é informada de que seu gêmeo, Jaime, desapareceu com uma mulher nas Terras Fluviais. [34]

Info Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo (spoilers).

Citações

Brienne de Tarth, por Elia Fernández ©

Citações de Brienne Tarth

Não era a primeira vez que Brienne era confundida com um homem. Tirou o elmo, deixando que os cabelos se derramassem, livres. Eram loiros, da cor da palha seca, e quase igualmente quebradiços. Longos e finos, foram soprados em volta de seus ombros.[5]
— Brienne Tarth
Se Brienne fosse um homem, seria chamada de grande; para uma mulher, era enorme. Monstruosa era a palavra que ouvira a vida inteira. Era larga de ombros e mais larga nas ancas. As pernas eram longas, e os braços, grossos. O peito era mais músculo do que seios. As mãos eram grandes, e os pés, enormes. E, além de tudo, era feia, com uma cara equina e sardenta, e dentes que pareciam ser quase grandes demais para a boca.[5]
— Brienne Tarth
Brienne recordou a sua luta com Jaime Lannister na floresta. Fora com dificuldade que mantivera a espada dele afastada. Ele estava fraco do tempo passado encarcerado, e tinha correntes nos pulsos. Nenhum cavaleiro dos Sete Reinos o poderiam enfrentar na posse de todas as suas forças, sem correntes que lhe tolhessem os movimentos. Jaime fizera muitas coisas malignas, mas o homem sabia lutar! A sua mutilação fora monstruosamente cruel. [5]
— Brienne lembrando de seu confronto com Sor Jaime Lannister
Em Harrenhal, as banheiras eram enormes e feitas de pedra. O ar da casa de banhos estava pesado com o vapor que se erguia da água, e Jaime aparecera, caminhando através dessa névoa, nu como no dia de seu nome, parecendo meio cadáver e meio deus. Ele entrou na banheira comigo, recordou, corando. Pegou num bocado de sabão duro e esfregou-se debaixo dos braços, tentando evocar o rosto de Renly.[14]
Brienne de Tarth
Naquela noite sonhou que se encontrava de novo na tenda de Renly. Todas as velas estavam se apagando, e o frio era intenso à sua volta. Algo se movia pela escuridão verde, algo maligno e horrível precipitava-se para o seu rei. Brienne quis protegê-lo, mas tinha os membros rígidos e gelados, e precisava de mais energia do que aquela de que dispunha apenas para erguer a mão. E quando a espada de sombra cortou o gorjal de aço verde e o sangue começou a jorrar, Brienne viu que o rei moribundo afinal não era Renly, mas sim Jaime Lannister, e ela falhara com ele.[14]
Brienne de Tarth sonhando com Sor Jaime no lugar de Renly Baratheon


Gostaria que Jaime estivesse comigo, pensou... mas ele era um cavaleiro da Guarda Real, o lugar que lhe competia era com o rei. Além disso, era Renly quem desejava.[16]
Brienne de Tarth em pensamento
Adormeceu sonhando com a luta que tinham tido, e com Sor Jaime prendendo-lhe um manto arco-íris em volta dos ombros.[16]
Brienne de Tarth sonhando com Sor Jaime no lugar de Renly Baratheon
Thoros: Fez também o que pôde pelo seu rosto, lavando os ferimentos com cerveja fervida para parar a necrose. Mesmo assim... Uma dentada humana é uma coisa nojenta. Foi daí que veio a febre, estou certo. Tivemos de cortar alguma carne. Temo que seu rosto não fique bonito.

Brienne: Fala de cicatrizes?

Thoros: Senhora, aquela criatura arrancou metade de sua bochecha. [7]

— Brienne Tarth e Thoros de Myr conversando

Citações sobre Brienne Tarth

O cabelo sob o visor era um ninho de esquilo de palha suja, e o rosto… os olhos de Brienne eram grandes e muito azuis, olhos de menininha, confiantes e sem malícia, mas o resto… seus traços eram brutos e grosseiros, os dentes, proeminentes e tortos, a boca grande demais, os lábios tão grossos que pareciam inchados. Um milhar de sardas salpicava suas bochechas e sua testa, e o nariz tinha sido quebrado mais do que uma vez. O coração de Catelyn encheu-se de piedade.[1]
Catelyn Stark
Era doloroso ver a maneira como olhava o rei… como o olhava para baixo, pois era um bom palmo mais alta, embora Renly fosse quase tão alto como o irmão tinha sido.[1]
Catelyn Stark
Brienne de Tarth tinha sido colocada na ponta mais distante da mesa principal. Não se vestia como uma senhora; em vez disso, escolhera os adornos de um cavaleiro, um gibão de veludo esquartelado de rosa e azul, calções e botas e um cinto de espada bem trabalhado, com seu novo manto arco-íris fluindo pelas costas. Mas nenhum traje podia disfarçar sua falta de atrativos; as enormes mãos sardentas, o rosto largo e achatado, a saliência dos seus dentes. Sem armadura, seu corpo parecia desajeitado, com quadris largos e membros grossos, ombros curvados e musculosos, mas sem seios que valessem a pena mencionar. E era claro por tudo o que fazia que Brienne sabia e sofria com isso. Falava apenas em resposta a alguém e raramente levantava os olhos da comida.[1]
Catelyn Stark
Brienne fechou os dedos grossos e cheios de calos em volta do cabo da espada. A espada que tinha sido dele.[13]
Catelyn Stark
Ao seu lado, a infelicidade de Brienne era quase palpável. Catelyn mandara costurar trajes para as suas medidas, belos vestidos adequados ao seu nascimento e sexo, mas ela ainda preferia vestir peças avulsas de cota de malha e couro fervido, com um cinto de espada cingido à cintura.[12]
Catelyn Stark
Olhos bonitos e calmos.[6]
Jaime Lannister em pensamento
A garota odeia mesmo que lhe seja lembrado que é uma garota.[18]
Jaime Lannister em pensamento
Era muito mais peluda do que sua irmã. Absurdamente, sentiu o pau se agitar dentro da água. Agora sei que estou há tempo demais longe de Cersei. Desviou os olhos, perturbado pela resposta de seu corpo. [10]
Jaime Lannister em pensamento
Ela era tão alta e forte quanto se lembrava, mas pareceu a Jaime que agora tinha mais formas de mulher. [9]
— sonho de Jaime Lannister
Aos olhos de Catelyn, era um vestuário bizarro para uma senhora, mas Dacey e a Senhora Maege pareciam mais confortáveis, como guerreiras e como mulheres, do que a garota de Tarth jamais esteve.[24]
Catelyn Stark
A mulher fizera cair um rochedo sobre Robin Ryger, batalhara contra um urso com uma espada de torneio, arrancara a orelha de Vargo Hoat com uma dentada e lutara com Jaime até a exaustão... mas agora encontrava-se quebrada, acabada.[11]
Jaime Lannister nota o abatimento de Brienne depois que ela descobre sobre a morte de Catelyn Stark
Loras: Será tão covarde quanto assassina, Brienne? Terá sido por isso que fugiu, com o sangue dele em suas mãos? Desembainhe a espada, mulher!

Jaime: É melhor ter esperança que ela não o faça. Senão é provável que seja seu o cadáver que levaremos daqui, A garota é tão forte quanto Sandor Clegane, embora não seja tão bonita. [11]

— Sor Loras Tyrell querendo vingança pela morte de Renly Baratheon, mas Sor Jaime Lannister tenta acalmar a situação tensa
O que vale dizer é que a garota tem honra. Mais do que vi em você. E até pode acontecer que esteja dizendo a verdade. Admito que ela não é aquilo que se poderia chamar de inteligente, mas até o meu cavalo conseguiria arranjar uma mentira melhor, se é que ela queria contar uma mentira.[11]
Jaime Lannister defendendo Brienne da fúria de Loras Tyrell
Brienne é feia e teimosa como um jumento. Mas falta-lhe a esperteza para ser uma mentirosa, e é leal para lá do bom senso. Prestou um juramento de me trazer para Porto Real, e aqui estou eu. Esta mão que perdi... bem, isso foi tanto obra minha como dela. Pesando tudo o que fez para me proteger, não tenho qualquer dúvida de que teria lutado por Renly, se tivesse havido um inimigo com quem lutar. [11]
Jaime Lannister fala para Loras Tyrell que acredita em Brienne Tarth
Loras:Renly a achava absurda. Uma mulher vestida de cota de malha de homem, fingindo ser um cavaleiro.

Jaime: Se alguma vez a tivesse visto vestindo cetim cor-de-rosa e renda de Myr, não teria se queixado.

Loras: Perguntei-lhe por que a mantinha por perto, se a achava assim tão grotesca. Ele disse que todos os outros cavaleiros queriam coisas dele, castelos, honrarias ou riquezas, mas tudo que Brienne queria era morrer por ele. [11]

Jaime Lannister e Loras Tyrell conversando

Família

 
 
 
Selwyn
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
{Endrew}
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
{Galladon}
 
{Arianne}
 
{Alysanne}
 
Brienne
 
 
 
 

Descendência

Brasão pessoal de Sor Duncan, o Alto que fica bordado no escudo de Brienne

Muitos fãs teorizam sobre Brienne ser uma descendência de Sor Duncan, O Alto, visto que George R. R. Martin já mencionou algumas vezes que descendentes de Dunk aparecem nos livros de ASOIAF. [35] [36] Várias pistas foram dadas nos livros como o símbolo pessoal de Duncan no escudo que Brienne carrega, ou mesmo quando várias pessoas dizem que Brienne tem a cabeça dura como a muralha de um Castelo (frase bordão sobre Dunk). Acontece que no dia 29/05/2016, George R R Martin confirmou que Brienne é descendente de Duncan na Convenção de Fantasia e Ficção Científica de Baltimore, Maryland (Science Fiction Convention in Baltimore, Maryland). [37] Ele disse que com o tempo, nos próximos livros, serão reveladas mais informações sobre isso.

Na série de televisão

Veja também: Imagens de Brienne de Tarth em Game of Thrones

Aparições

Aparições na 2ª Temporada de Game of Thrones
The North Remembers The Night Lands
Blackwater
Aparições na 3ª Temporada de Game of Thrones
Valar Dohaeris
Second Sons The Rains of Castamere
Aparições na 4ª Temporada de Game of Thrones
The Laws of Gods and Men The Mountain and the Viper The Watchers on the Wall
Aparições na 5ª Temporada de Game of Thrones
Sons of the Harpy
Unbowed, Unbent, Unbroken Hardhome The Dance of Dragons
Aparições na 6ª Temporada de Game of Thrones
Oathbreaker
Blood of My Blood The Broken Man Battle of the Bastards The Winds of Winter
Aparições na 7ª Temporada de Game of Thrones
The Queen's Justice Eastwatch
- - -

Sobre a página

Esta página utiliza conteúdo baseado em Brienne of Tarth, um artigo de A Wiki Of Ice And Fire.

Referências

  1. 1,00 1,01 1,02 1,03 1,04 1,05 1,06 1,07 1,08 1,09 1,10 1,11 1,12 1,13 1,14 1,15 1,16 1,17 1,18 1,19 1,20 1,21 1,22 1,23 1,24 A Fúria dos Reis, Capítulo 22, Catelyn.
  2. A Fúria dos Reis, Apêndice.
  3. 3,00 3,01 3,02 3,03 3,04 3,05 3,06 3,07 3,08 3,09 3,10 3,11 A Tormenta de Espadas, Capítulo 72, Jaime.
  4. 4,0 4,1 4,2 4,3 4,4 O Festim dos Corvos, Capítulo 14, Brienne.
  5. 5,00 5,01 5,02 5,03 5,04 5,05 5,06 5,07 5,08 5,09 5,10 5,11 5,12 5,13 5,14 5,15 5,16 5,17 5,18 5,19 5,20 O Festim dos Corvos, Capítulo 4, Brienne.
  6. 6,0 6,1 6,2 6,3 6,4 6,5 6,6 6,7 6,8 6,9 A Tormenta de Espadas, Capítulo 1, Jaime.
  7. 7,0 7,1 7,2 7,3 7,4 O Festim dos Corvos, Capítulo 42, Brienne.
  8. 8,0 8,1 8,2 O Festim dos Corvos, Capítulo 37, Brienne.
  9. 9,0 9,1 9,2 9,3 9,4 9,5 A Tormenta de Espadas, Capítulo 44, Jaime.
  10. 10,00 10,01 10,02 10,03 10,04 10,05 10,06 10,07 10,08 10,09 10,10 10,11 10,12 10,13 10,14 A Tormenta de Espadas, Capítulo 37, Jaime.
  11. 11,00 11,01 11,02 11,03 11,04 11,05 11,06 11,07 11,08 11,09 11,10 11,11 11,12 11,13 11,14 11,15 11,16 A Tormenta de Espadas, Capítulo 62, Jaime.
  12. 12,0 12,1 12,2 12,3 12,4 12,5 12,6 12,7 A Fúria dos Reis, Capítulo 45, Catelyn.
  13. 13,0 13,1 13,2 13,3 13,4 A Fúria dos Reis, Capítulo 39, Catelyn.
  14. 14,00 14,01 14,02 14,03 14,04 14,05 14,06 14,07 14,08 14,09 14,10 14,11 14,12 O Festim dos Corvos, Capítulo 9, Brienne.
  15. So Spake Martin: BRIENNE OF TARTH (JANUARY 31, 2001)
  16. 16,0 16,1 16,2 16,3 16,4 16,5 16,6 16,7 16,8 16,9 O Festim dos Corvos, Capítulo 20, Brienne.
  17. 17,0 17,1 17,2 A Tormenta de Espadas, Capítulo 21, Jaime.
  18. 18,0 18,1 18,2 18,3 A Tormenta de Espadas, Capítulo 11, Jaime.
  19. 19,0 19,1 O Festim dos Corvos, Capítulo 27, Jaime.
  20. 20,0 20,1 A Fúria dos Reis, Capítulo 42, Davos.
  21. 21,0 21,1 21,2 21,3 21,4 O Festim dos Corvos, Capítulo 31, Brienne.
  22. 22,0 22,1 A Fúria dos Reis, Capítulo 33, Catelyn.
  23. A Tormenta de Espadas, Capítulo 51, Catelyn.
  24. 24,0 24,1 A Tormenta de Espadas, Capítulo 45, Catelyn.
  25. A Fúria dos Reis, Capítulo 31, Catelyn.
  26. A Fúria dos Reis, Capítulo 55, Catelyn.
  27. A Tormenta de Espadas, Capítulo 2, Catelyn.
  28. A Tormenta de Espadas, Capítulo 31, Jaime.
  29. A Tormenta de Espadas, Capítulo 67, Jaime.
  30. O Festim dos Corvos, Capítulo 27, Jaime.
  31. O Festim dos Corvos, Capítulo 10, Sansa.
  32. So Spake Martin: MISCON REPORT (JUNE 03, 2012)
  33. A Dança dos Dragões, Capítulo 48, Jaime.
  34. A Dança dos Dragões, Capítulo 54, Cersei.
  35. So Spake Martin: US Signing Tour (Dayton, OH) (November 10, 2005)
  36. So Spake Martin: Mysterious Galaxy Signing (San Diego, CA) (November 08, 2000)
  37. George R.R. Martin confirms GAME OF THRONES/SONG OF ICE AND FIRE fan theory