Cortnay Penrose

De Gelo e Fogo wiki
Ir para navegação Ir para pesquisar

 

Penrose.png
Cortnay Penrose
Penrose.png
Cortnay Penrose Joshua Cairós.jpg
Sor Cortnay Penrose, por Joshua Cairós. © FFG.
Apelido(s) Cortnay Penrose
Título(s) Sor
Lealdade Casa Penrose
Cultura Terras da Tempestade
Nascimento Em Pergaminhos
Morte Em 299 d.C., em Ponta Tempestade
Aparece
Mencionado

Sor Cortnay Penrose é um cavaleiro da Casa Penrose. Ele é nomeado Castelão de Ponta Tempestade por Renly Baratheon

Aparência e personalidade

Veja também: Imagens de Cortnay Penrose

Cortnay é completamente calvo com uma barba vermelha (cor de ferrugem), em forma de pá e um rosto desgastado. [1]

Eventos recentes

Info Aviso: Esta seção contém revelações sobre o enredo (spoilers).

A Fúria dos Reis

Após a morte de Renly Baratheon, Cortnay envia corvos com suplicando ajuda para quebrar o Cerco de Ponta Tempestade por parte de Stannis Baratheon, oferecendo dobrar o joelho a quem quer que o enviasse a ajuda. [2] Ele exige ver o cadáver para que ele possa ter certeza da morte de Renly antes de virar o castelo para Stannis

Depois de uma oferta de rendição, uma conferência sob as paredes de Ponta Tempestade é feita e Stannis Baratheon exige que Cortnay abra os portões do castelo castelo, mas quando é exigido que entregue Edric Storm, o bastardo de Robert Baratheon, Cortnay se recusa teimosamente, jogando sua luva em Stannis e desafiando-o para um Combate Singular. Stannis recusa e Cortnay diz a ele para eleger um campeão, insultando aqueles que abandonaram Renly para se juntar a Stannis.

Após a conferência, Stannis diz a Davos Seaworth que Melisandre viu a morte de Cortnay nas chamas. Naquela noite, Stannis envia Davos e Melisandre para assassinar o castelão através de uma sombra assassina de Melisandre (mesma magia utilizada para matar Renly Baratheon). Após a morte de Cortnay, Lorde Elwood Meadows, desiste imediatamente do castelo e de Edric Storm.

Citações

Citações de Cortnay Penrose


Um homem que troca de reis e de deuses como eu troco de botas. Tal como esses outros vira-casacas que vejo à minha frente. [1]
—— Cortnay Penrose para Alester Florent



E de que vale isso? Usa seu manto de muitas cores, pelo que vejo. Aquele que Renly lhe deu quando jurou com sua palavra protegê-lo. Se ele está morto, como é que você permanece vivo? Podia perguntar-lhe o mesmo, Sor Guyard, o Verde, não é? Da Guarda Arco-íris? Que jurou dar a vida pela do rei? Se eu tivesse um manto desses, teria vergonha de usá-lo. [1]
—— Cortnay Penrose para Sor Emmon Cuy e para Sor Guyard Morrigen



É da justiça de sua causa que duvida, senhor, ou da força de seu braço? Tem medo que eu mije em sua espada flamejante e a apague? [1]
—— Cortnay Penrose para Stannis Baratheon



Que os Outros comam o cu do seu Senhor da Luz e limpem-no com esse trapo que você transporta. [1]
—— Cortnay Penrose para Melisandre

Citações sobre Cortnay Penrose


Stannis: Um contrabandista deve ser bom em julgar os homens. O que pensa desse Sor Cortnay Penrose?

Davos: E um homem teimoso.

Stannis: Com fome de morte, diria eu. Jogou meu perdão na minha cara. Sim, e joga a vida fora ao mesmo tempo, com as vidas de todos os homens que estão dentro daquelas muralhas. Combate singular? Certamente confundiu-me com Robert.

Davos: É mais provável que estivesse desesperado. Que outra esperança tem?

Stannis: Nenhuma. O castelo cairá. [1]

—— Conversa entre Stannis e Davos

Referências