Aron Santagar

De Gelo e Fogo wiki
Ir para: navegação, pesquisa
House Santagar.png Aron Santagar House Santagar.png
Aron Santagar Тхе Мичо.jpg
Aron Santagar, por Тхе Мичо/The Mico ©.
Título Sor
Mestre de Armas da Fortaleza Vermelha
Lealdade Casa Santagar
Casa Baratheon de Porto Real
Cultura Dornesa
Morte Em 299 d.C., em Porto Real
Aparece
Aparece
Mencionado

Aron Santagar foi cavaleiro membro da Casa Santagar e também o Mestre de Armas da Fortaleza Vermelha durante o reinado do Rei Robert Baratheon e durante o começo do reinado do Rei Joffrey Baratheon.

Aparência e característica

Veja também: Imagens de Aron Santagar

Sor Aron Santagar era um homem vaidoso e honesto.[1] Ele também era um homem sombrio.[2]

Eventos recentes

Info Aviso: Esta seção contém revelações sobre o enredo (spoilers).

A Guerra dos Tronos

Quando Senhora Catelyn Stark e Sor Rodrik Cassel vão para Porto Real em uma busca para descobrir quem era o dono da adaga de Aço Valiriano usada na tentativa de assassinato de Bran Stark. Sor Rodrik furtivamente vai visitar Sor Aron Santagar, que talvez como Mestre de Armas poderia reconhecer a adaga e poderia informar seu dono, mas de alguma forma Varys descobre a conversa dos dois e Petyr Baelish diz que não era necessário conversar com Sor Aron para descobrir sobre o dono da adaga, visto que ele mesmo era o antigo dono e o atual era Tyrion Lannister.[1] Não é revelada a resposta de Sor Aron para Sor Rodrik, contudo, de acordo com George R. R. Martin, provavelmente ele disse que Mindinho era dono de tal arma, mas não muito mais do que isso.[3]

Aron participa do torneio Torneio da Mão. Sua luta contra Lothor Brune termina em um empate, e mais tarde Aron é derrotado por Lorde Jason Mallister.[4]

Irritado por não poder participar do corpo a corpo do Torneio da Mão e por estar gordo, o Rei Robert Baratheon manda seus escudeiros, Lancel Lannister e Tyrek Lannister, procurarem Sor Aron para conseguir um “esticador de peitorais”, mas isso não existe e os escudeiros foram os “bodes expiatórios” do Rei, já que isso era apenas uma brincadeira de mal gosto com os garotos.[5]

A Fúria dos Reis

Quando o jovem Tommen Baratheon resolve montar em um ponei e avançar contra um boneco de palha de treino durante o torneio de aniversário do Rei Joffrey Baratheon, Sor Aron entrega a uma espada prateada sem fio para Tommen, mas o jovem príncipe é derrubado do ponei.

Sor Aron é parte da escolta que é atacada pelos cidadãos de Porto Real depois de assistir a partida da Princesa Myrcella Baratheon para Dorne. Ele e Sor Balon Swann transportam os estandartes do rei na retaguarda da comitiva. Mas a imprudência de Joffrey Baratheon gera uma revolta do povo que ataca a comitiva real. Durante a fuga, ele é puxado do cavalo e quatro homens seguraram-no no chão e revezaram-se para bater em sua cabeça com uma pedra de pavimentação e Sandor Clegane mata um dos atacantes, mas isso não salva Sor Aron, que foi morto e seu corpo irreconhecível é encontrado numa sarjeta, com a cabeça transformada numa polpa vermelha dentro de um elmo esmagado.[6]

O Festim dos Corvos

Como a posição de Aron ainda não foi substituída, a Rainha Regente Cersei Lannister considera que o novo Mestre de Armas também venha de Dorne para aliviar a tensão com Casa Martell.[7]

Citações

Citações sobre Aron

Sor Aron Santagar é um homem vaidoso, mas honesto. Ele pode conhecer a lâmina sim...[1]
Rodrik Cassel, para Catelyn Stark.

Sobre a página

Esta página utiliza conteúdo baseado em Aron Santagar, um artigo de A Wiki Of Ice And Fire.

Referências