Argella Durrandon

De Gelo e Fogo wiki
Ir para: navegação, pesquisa
Baratheon de Ponta Tempestade.png
Argella Durrandon
Baratheon de Ponta Tempestade.png
Argella Durrandon.jpg
Arte de Janaina Medeiros (website)
Título Princesa
Rainha da Tempestade
Senhora de Ponta Tempestade
Lealdade Casa Durrandon
Casa Baratheon
Esposa(o) Orys Baratheon
Outros livros
Mencionada

Princesa Argella Durrandon era a filha de Argilac o Arrogante, o último Rei da Tempestade. O pai dela foi morto numa batalha durante a Guerra da Conquista. Em seguida ela se casou com Orys Baratheon, que se tornou lorde de Ponta Tempestade, fundando a Casa Baratheon.[1][2]

História

Argilac Durrandon, o Rei da Tempestade, estava com medo da ameaça que Harren Hoare, o Rei das Ilhas e dos Rios, representava. No ano 2 antes da Conquista, ele contactou Aegon Targaryen, Lorde de Pedra do Dragão, oferecendo a mão de sua filha, Argella, junto com todas as terras a leste do Olho de Deus do Tridente até a Torrente da Água Negra como seu dote de casamento. Lorde Aegon rejeitou a oferta, como ele já tinha duas esposas e não precisava de uma terceira, e as terras que Argilac oferecia estavam nas mãos da Casa Hoare havia uma geração. Aegon fez então uma contraproposta: as terras que foram prometidas, mais o Gancho de Massey, e as terras do sul da Água Negra até o rio Guaquevai e as cabeceiras do rio Vago. O pacto seria selado por um casamento entre Argella Durrandon e Orys Baratheon, amigo de infância e campeão de Aegon.[1]

O rei Argilac raivosamente rejeitou os termos, já que havia rumores de que Orys era na verdade meio irmão bastardo de Aegon. Enfurecido, ele cortou as mãos do mensageiro de Aegon e mandou para ele numa caixa, com a mensagem: "Essas são as únicas mãos que o seu bastardo receberá de mim." Este acontecimento marcou o início da Guerra da Conquista, quando Aegon Targaryen anunciou que ele era agora o único rei nos Sete Reinos. A esposa de Aegon, a rainha Rhaenys Targaryen, e Orys Baratheon, agora feito sua Mão, foram enviados para Ponta Tempestade a frente de um exército. Na batalha que se seguiu, conhecido como a Última Tempestade, Orys matou Argilac o Arrogante em combate singular e assim o exército Durrandon foi dispersado.[1]

Orys Baratheon e o exército Targaryen avançou então para tomar o castelo de Argilac, mas sua filha, Argella Durrandon, barrou os portões de Ponta Tempestade e se declarou Rainha da Tempestade. Quando Rhaenys voou com Meraxes para iniciar negociações, Argella anunciou que os defensores de Ponta Tempestade iriam lutar até o último homem. Contudo, sua guarnição, ciente da Queima de Harrenhal, não compartilhavam essa opinião e se revoltaram. Argella foi presa pelos próprios guardas que ergueram uma bandeira de paz e a entregaram, amordaçada, acorrentada e nua, ao acampamento de Orys. Porém Orys a acolheu, removeu suas correntes com suas próprias mãos, colocou seu manto sobre ela e lhe deu comida e vinho. Ele falou gentilmente com ela, contado da coragem do seu pai, Argilac, em sua morte.[1]

O rei Aegon I nomeou Orys Baratheon como o novo Senhor de Ponta Tempestade, para governar as Terras da Tempestade.[2] Orys tomou Argella como esposa e para honra-la e também a seu pai, ele tomou a heráldica e o lema da Casa Durrandon como seus.[1][3]

Argella e Orys tiveram pelo menos um filho, Davos Baratheon.[3]

Família

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
{Orys}
 
{Argella Durrandon}
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Esposa
 
Lorde
desconhecido
 
{Davos}
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
{Raymont}
 
 
 
{Robar}
 
{Alyssa Velaryon}
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Esposa
 
{Boremund}
 
 
 
 
 
{Jocelyn}
 
{Aemon Targaryen}
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
{Borros}
 
Esposa
 
 
 
 
 
{Rhaenys
Targaryen}
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
4 Filhas

Referências

  1. 1,0 1,1 1,2 1,3 1,4 O Mundo de Gelo e Fogo, Referência errada.
  2. 2,0 2,1 A Guerra dos Tronos, Referência errada.
  3. 3,0 3,1 O Mundo de Gelo e Fogo, Referência errada.