Ações

Jonquil Darke

Jonquil Darke
Apelido(s) Serpente Escarlate
A Sombra Escarlate
Lealdade Casa Darke
Casa Targaryen
Cultura Terras da Coroa
Outros livros
Mencionada

Jonquil Darke foi membro da Casa Darke. Ela nesceu filha bastarda de Lorde Darklyn de Valdocaso.

História

No Casamento Dourado em 49 d.C., um teste de armas que ficou conhecido como a Guerra pelos Mantos Brancos foi realizada com centenas de cavaleiros competindo pela honra de servir na Guarda Real de Jaehaerys I Targaryen. Jonquil participou como um cavaleiro misterioso conhecido como Serpente Escarlate. Ela acabou sendo derrotada e desmascarada, e se tornou uma grande favorita dos plebeus.[1]

Em 51 d.C. depois de uma tentativa de assassinato da rainha Alysanne Targaryen nas águas sagradas conhecidas como Lagoa de Jonquil em Lagoa da Donzela, foi decidido que a rainha precisava de um protetor que pudesse acompanhá-la onde os homens não pudessem ir. Jaehaerys enviou um corvo para Valdocaso, ordenando que o novo Lorde Darklyn enviasse sua meia-irmã bastarda à corte. Jonquil chegou em Porto Real alguns dias depois, e de bom grado aceitou a posição de escudo juramentado e protetora da Rainha Alysanne. Com o tempo ela ficou conhecida como a "Sombra Escarlate", devido a proximidade com a qual protegia sua senhora.[2]

Quando o Alto Septão faleceu em 54 d.C., Jaehaerys e Alysanne viajaram para Vilavelha em seus dragões para prestar respeito e influenciar a escolha do próximo Alto Septão. Eles levaram dois protetores com eles. Para equilibrar o peso nos dragões, Jonquil montou com o rei Jaehaerys em Vermithor, enquanto Sor Joffrey Doggett da Guarda Real acompanhou Alysanne em Silverwing.[2]

Jonquil viajou com Alysanne quando a rainha visitou o Norte em 58 d.C.. Um pequeno torneio foi realizado em Porto Branco pela Casa Manderly, em honra da rainha. Um dos competidores era uma mulher selvagem, capturada por guardas florestais ao norte da Muralha e "dada" a um dos cavaleiros de Lorde Theomore Manderly, para que a criassem. Impressionada com a ousadia da mulher, Alysanne fez com que Jonquil lutasse com ela. As duas mulheres duelaram com espada e lança, enquanto os nortenhos rugiam em aprovação.[3]

Quando os escândalos cometidos pela princesa Saera Targaryen vieram à luz em 84 d.C., a jovem princesa foi confinada em seu quarto. Após tentar fugir para o Fosso dos Dragões, o rei confinou Saera a uma cela da torre, com Jonquil protegendo-a durante todos os dias e todas as noites. Quando o rei Jaehaerys enfrentou um dos amantes de Saera, Sor Braxton Beesbury em um julgamento por combate, Jonquil fez com que Saera observasse da janela de sua cela enquanto seu pai o matava com a espada Blackfyre.[4]

Sobre a página

Esta página utiliza conteúdo baseado em Jonquil Darke, um artigo de A Wiki Of Ice And Fire.

Referências

  1. Fogo & Sangue, O Ano das Três Noivas: 49 DC.
  2. 2,0 2,1 Fogo & Sangue, Nascimento, Morte e Traição Sob o Governo do Rei Jaehaerys I.
  3. Fogo & Sangue, Jaehaerys e Alysanne: Triunfos e Tragédias.
  4. Fogo & Sangue, O Longo Reinado Jaehaerys e Alysanne: Política, Progênie e Provação.