Ações

Pypar

Minigdn.png
Pypar
Minigdn.png
Pypar Amoka.jpg
Pypar por Amoka©
Apelido(s) Pyp
Macaco
Macaco de Saltimbanco
Lealdade Patrulha da Noite
Cultura Westeros
Aparece
Mencionado
Aparece
Aparece
Aparece


GoT Logo.jpg
Pypar-HBO.jpg
Interpretado(a) por Josef Altin
Aparições 1ª Temporada | 3ª Temporada | 4ª Temporada
Apareceu em 13 episódios (ver seção)

Pypar, também chamado de Pyp, é um membro da Patrulha da Noite. Foi-lhe dado o apelido Macaco de Saltimbanco por Sor Alliser Thorne.[1] Ele é nomeado como Patrulheiro quando faz seus votos.[1] Na série de televisão é interpretado pelo ator Josef Altin.

Aparência e características

Veja também: Imagens de Pypar
Pypar por The Mico/Тхе Мичо©

Pypar, ou Pyp, é pequeno e tem grandes orelhas[2] que ele pode mexer.[3] Gosta de se vangloriar por ser capaz de identificar a origem de uma pessoa apenas pelo sotaque. Pyp é um mentiroso nato e um grande contador de histórias, sempre interpretando suas histórias com cem vozes diferentes.[4] Ele adora tirar sarro de seu amigo Grenn, chamando-o de burro.

História

Pyp era o filho de um pantomimeiro[4] e, como tal, viajou o mundo com a trupe de pantomineiros em apresentações.

Eventos recentes

Info Aviso: Esta seção contém revelações sobre o enredo (spoilers).

A Guerra dos Tronos

Pyp se junta a Patrulha da Noite na mesma época que Jon Snow. Durante o treino, Jon pensa que Pyp usa sua espada como uma punhal,[1] o que não é apropriado. Com o tempo, Pyp e Jon se tornam amigos, assim como Grenn, Halder, Sapo, Dareon e outros. Pyp percebe que Grenn está treinando com Jon e pediu ajuda também. Com isso Pyp já não deixa mais a espada cair de suas mãos no treino.[2]

Quando Samwell Tarly chega na muralha, Pyp ajuda Jon a defender Sam da opressão de Sor Alliser Thorne nos treinos de espada.

Quando Sor Alliser Thorne acredita que o treinamento dos recrutas acabou, Pyp é nomeado Patrulheiro.[5] Assim como o resto dos seus amigos, Pyp fica chocado ao saber que Jon foi nomeado Intendente e não Patrulheiro. Pyp informa para Jon que o Rei Robert Baratheon estava morto.[6] Pyp está entre os amigos de Jon quando este mostra a espada de Aço Valiriano Garralonga que tinha acabado de ganhar de Jeor Mormont.[7]

Ao lado de seus amigos (Grenn, Halder, Sapo e Matthar), Pyp parte em busca de Jon Snow para tentar salvá-lo, quando este tenta escapar da muralha.[8]

A Fúria dos Reis

Pyp não participa da Grande Patrulha e recebe a ordem de ficar e defender a Muralha. Ao lado de Halder e Sapo, Pyp oferece para pagar a Grenn sua primeira mulher na Vila Toupeira, para comemorar sua primeira patrulha.[9]

A Tormenta de Espadas

Quando Jon Snow chega no Castelo Negro ferido por uma flecha na perna após abandonar os selvagens na Coroadarrainha com a ajuda de Verão (o Lobo gigante de Bran Stark), Grenn e Pyp informaram-no sobre a Batalha do Punho dos Primeiros Homens e sobre Sam ter matado um Outro, antes de ter sido abandonado na Fortaleza de Craster.[10] Jon informa a que a Muralha vai ser atacada por selvagens pelo sul e Grenn e Pyp ajudam aldeões de Vila Toupeira a procurar refúgio do ataque dos selvagens liderados por Styr, o Magnar dos Thenns.[11]

Na Batalha de Castelo Negro, Donal Noye defende o portão da Muralha contra o ataque do gigante Mag Mar Tun Doh Weg, enquanto Jon assume a liderança no topo da Muralha. Após selvagens baterem em retirada no primeiro de vários confrontos, Jon Snow bota Grenn no comando e vai com Pyp até os portões, encontrando os corpos de Noye e Mag, o Poderoso, e Pyp vomita ao ver os cadáveres brutalmente devastados no túnel abaixo da muralha.[12] Jon Snow assume a liderança temporária após a morte de Donal Noye e defende a Muralha com a ajuda dos poucos homens que ali estão, dentre eles Pyp, Grenn, Barricas, Cetim, Cavalo, Owen Idiota, Tim Língua-Presa, Mully, Bota Extra, Alyn Vermelho e outros homens. Após dias de batalha o cansaço era enorme e homens dormiam pouco, então Pyp batizou os espantalhos no topo da Muralha com o nome dos patrulheiros que não estavam no Castelo Negro e todos apostavam quem deles levaria mais flechas dos selvagens. Aparentemente, isso parecia animar um pouco seus homens, por isso Jon Snow permitiu que a brincadeira continuasse. Quando Jon Snow precisou dormir, ele deixou Pyp com o comando uma vez.[13]

Após a Batalha de Castelo Negro, quando Samwell Tarly finalmente retorna ao Castelo Negro com Goiva, seus amigos Grenn e Pyp o recepcionam com sorrisos, fortes abraços e brincadeiras, informando Sam sobre Melisandre, os Homens da Rainha e a Luminífera. Mais tarde, Sam confessa a seus amigos sua preocupação sobre a eleição do nonacentésimo nonagésimo oitavo Senhor Comandante da Patrulha da Noite, já que Janos Slynt vem ganhando cada vez mais votos, então Grenn e Pyp incentivam-no a convencer Cotter Pyke e Sor Denys Mallister (dois candidatos que se odeiam e que possuem mais votos) a apoiarem-se para ganhar eleição, já que Sam é o mais adequado para a missão, pois tem mais prestígio que eles, já que é de nascimento alto, intendente de Meistre Aemon e matou um Outro.[14] Quando Jon Snow foi eleito nonacentésimo nonagésimo oitavo Senhor Comandante da Patrulha da Noite, Grenn, Pyp e Sam felicitam o bastardo e confessam que influenciaram na votação que o elegeu.[15]

O Festim dos Corvos

Pypar fica ressentido com Jon Snow, o novo Lord Comandante do Patrulha da Noite, porque Jon se afasta dos amigos que o ajudaram na sua ascensão ao comando.[3]

A Dança dos Dragões

Quando Pyp faz piadas sobre os rituais de R'hllor, Jon ordena-lhe que pare antes que os Homens da Rainha ouçam os gracejos. O Senhor Comandante resolveu mandar Grenn e Pyp para Atalaialeste do Mar, assim como Halder e Sapo para Torre Sombria.[16]

Info Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo (spoilers).

Citações

Citações de Pyper

Jon: Vou descer até a Torre do Rei. Chamem-me se Mance preparar alguma. Pyp, a Muralha é sua.

Pyp: Minha?

Grenn: Dele?[13]

Jon Snow deixa o comando temporário da Muralha para Pyp

Citações sobre Pypar

Pyp estava no meio de uma história. O orelhudo filho do pantomimeiro era um mentiroso nato, possuía cem vozes diferentes, e vivia suas histórias mais que as contava, representando todos os papéis à medida que iam surgindo, num momento um rei e no seguinte um criador de porcos. Quando o personagem era uma criada de cervejaria ou uma princesa virgem, usava uma aguda voz de falsete que levava todos às lágrimas com as gargalhadas que eram incapazes de evitar, e seus eunucos eram sempre caricaturas fantasmagóricamente fiéis de Sor Alliser.[4]
Jon Snow em pensamentos

Na série de televisão

Veja também: Imagens de Pypar em Game of Thrones

Aparições

Aparições na 1ª Temporada de Game of Thrones
Winter Is Coming The Kingsroad The Wolf and the Lion
A Golden Crown
Aparições na 3ª Temporada de Game of Thrones
Valar Dohaeris Dark Wings, Dark Words Walk of Punishment And Now His Watch Is Ended Kissed by Fire
The Climb The Bear and the Maiden Fair Second Sons The Rains of Castamere
Aparições na 4ª Temporada de Game of Thrones
Two Swords The Lion and the Rose First of His Name
The Laws of Gods and Men

Sobre a página

Esta página utiliza conteúdo baseado em Pypar, um artigo de A Wiki Of Ice And Fire.

Referências