Ações

A Dança dos Dragões - Capítulo 10

Jon III
Capítulo de A Dança dos Dragões
A Dança dos Dragões.jpg
PDVJon Snow
LocalCastelo Negro, Muralha, Westeros
Página120-131 PT-BR Leya (Outras versões)
Cena. (Série HBO)
Cronologia dos capítulos (Todos)
Jon II
Davos I ← Jon III → Daenerys II

Jon IV

Melisandre queima "Mance", Bowen Marsh desaprova os selvagens indo para o sul da Muralha, Meistre Aemon observa que Luminífera não emana calor.

Resumo

Em Castelo Negro, Melisandre faz os preparativos para queimar Mance Rayder em uma gaiola feita de galhos da Floresta Assombrada. Mesmo com os apelos de Jon para que Stannis Baratheon poupe Mance. Quando vê a gaiola, Mance se desespera e implora por misericórdia, negando ser rei, negando ser quem é e os acusando de bruxaria. Melisandre também queima o Berrante de Joramun, para que a Muralha jamais venha a cair. Enquanto a gaiola queima, Jon ordena que seus arqueiros atirem em Mance com suas setas, um final apropriado para um homem da Patrulha da Noite. Melisandre então proclama para os selvagens ali presentes que Stannis é o seu verdadeiro Rei, Azor Ahai renascido. Stannis exibe sua espada, Luminífera, que é extremamente brilhante, e promete a todos que o servirem: comida, terras e justiça. Os portões da Muralha são abertos e a maioria dos selvagens em cativeiro começam a se aproximar para se ajoelhar diante de Stannis, alimentando a fogueira com pedaços de represeiro, oferendas dos deuses antigos para alimentar o fogo do R'hllor.

Bowen Marsh então diz que é errado deixar milhares de selvagens do lado sul da Muralha, pois ele pensa ser melhor selar os portões e deixar os selvagens defenderem e servirem ao lado do norte. Muitos dos homens da Patrulha da Noite também começam a resmungar contra Jon, dizendo que ele tomou o lado Stannis na guerra dos tronos. Jon nega isso, mas diz que o resultado da guerra não ficou muito claro agora que Tywin Lannister está morto. Jon então compartilha um copo de vinho com Clydas, dizendo que Meistre Aemon lhe mostrou uma passagem no Compêndio de Jade descrevendo Luminífera como uma espada brilhante e terrivelmente quente. Ele observa que, embora a espada de Stannis irradie muita luz, ela não produz calor algum.

Citações

Eu olhei o livro que Meistre Aemon me deixou. O Compêndio de Jade. As páginas que falam de Azor Ahai. Luminífera era a espada dele. Temperada com o sangue de sua esposa, se é possível acreditar em Votar. Depois disso, Luminífera nunca foi fria ao toque, mas quente como Nissa Nissa havia sido quente. Em batalha, a lâmina queimava ardente em fogo. Uma vez Azor Ahai lutou com um monstro. Quando enfiou a espada pela barriga da criatura, o sangue do monstro começou a ferver. Fumaça e vapor saíram de sua boca, os olhos derreteram e escorreram pela sua face, e seu corpo explodiu em chamas. (...) Uma pena que a espada que Stannis empunha é fria. Fico curioso para ver como sua Luminífera se comportaria em batalha.[1]
Jon Snow contando a Clydas sobre sua descoberta.

Links externos

Sobre a página

Esta página utiliza conteúdo baseado em A Dance with Dragons-Chapter 10, um artigo de A Wiki Of Ice And Fire.

Referências

  1. A Dança dos Dragões, Capítulo 10, Jon, página 128.