A Dança dos Dragões - Capítulo 7

De Gelo e Fogo wiki
Ir para: navegação, pesquisa


Jon II
Capítulo de A Dança dos Dragões
A Dança dos Dragões.jpg
PDVJon Snow
LocalCastelo Negro
Página88 PT-BR Leya (Outras versões)
Cronologia dos capítulos (Todos)
Jon I
O Homem do Mercador ← Jon II → Tyrion III

Jon III

Jon Snow troca os bebês de Goiva e Dalla, envia a selvagem com Sam Tarly e Meistre Aemon embora, e pede para Edd Doloroso buscar em um bloco para Janos Slynt.

Resumo

Jon ordena que Goiva leve o bebê de Mance Rayder para longe de Castelo Negro, para sua proteção. A garota chora e Jon, relutante, a obriga dizendo que Melisandre queimará a criança para fazer feitiços, pois o bebê teria sangue de ancestral já que é filho do Rei-Para-Lá-da-Muralha, e que Goiva terá que abrir mão de proteger o seu filho para que o de Mance não morra.

Logo depois, Sam chega. Depois de uma breve discussão sobre o que eles sabem sobre os Outros e como poderiam combater esses monstros, Jon dá a notícia de que ele irá enviar Sam para a Cidadela para que ele possa treinar para se tornar um meistre e substituir Meistre Aemon. Sam viajará pelo mar a partir de Atalaialeste, junto com Goiva, o bebê e Meistre Aemon. Sam deixa a reunião perturbado, enquanto Jon se lembra de algo que o Meistre Aemon lhe contou quando se tornou Lorde Comandante da Patrulha da Noite:

Mate o menino, Jon Snow. O inverno está quase sobre nós. Mate o menino e deixe o homem nascer.

Jon faz sua inspeção em Castelo Negro, durante a qual ele ouve um relato de Dywen e Kedge Olho-Branco que dois dos homens da rainha, Sor Richard Horpe e Sor Justin Massey foram vistos partindo em direção sul.

Na manhã seguinte, Jon acorda cedo para ver Sam, Goiva e Meistre Aemon, partirem para Atalaialeste. Ele então se encontra com o guarda Bedwyck. Jon diz a Bedwyck que ele está colocando uma guarnição no castelo abandonado Marcagelo, dando a ele o comando do local. Ambos concordam sobre o perigo de selvagens escalado a Muralha e criando um apoio para os outros invasores. Eles referem-se a Raymun Barbarruiva que, no passado, fez exatamente isso para vencer a Muralha. Jon diz que está planejando guarnecer todos os castelos, mas por enquanto, apenas Marcagelo e Guardagris. Quando descobre que a liderança de Guardagris será oferecida a Janos Slynt, Bedwyck pede que Jon escolha alguém mais confiável.

Metade da manhã se passa antes de Lorde Janos se apresentar a Jon, como lhe fora ordenado, escoltado por Barricas e Edd Doloroso. Jon diz a ele que ele está lhe dando o comando de Guardagris - parcialmente por conta de experiência de Slynt comandando a Patrulha da Cidade, mas principalmente para poder separar Slynt de Alliser Thorne e acabar com suas maquinações - mas Slynt o amaldiçoa e deixa a reunião enfurecido. Na manhã seguinte, Jon encontra Slynt quebrando seu jejum na sala comunal e anuncia que ele está dando uma última chance para Slynt deixar cair sua colher e se reportar aos estábulos para partir para Guardagris. Depois que Slynt o recusa novamente, e zomba dele na frente de seus homens e dos homens de Stannis, Jon instrui Emmett de Ferro e Edd a levarem Slynt até a Muralha e enforcá-lo.

Enquanto Slynt é sendo arrastado para fora, Jon muda de ideia e pede um bloco para que ele possa decapitá-lo com Garralonga. Com a cabeça no bloco, Slynt desesperadamente implora à Jon por misericórdia. Jon se recusa e o executa.

Observando dos degraus da Torre do Rei, Stannis encontra os olhos de Jon e acena brevemente em aprovação.


Citações

Permita-me, senhor, dar-lhe um último conselho o mesmo conselho que uma vez dei ao meu irmão quando nos separamos pela última vez. Ele tinha trinta e três quando o Grande Conselho o escolheu para assumir o Trono de Ferro. Um homem crescido, com seus próprios filhos, mas em alguns aspectos ainda um menino. Ovo tinha uma inocência, uma doçura que todos amávamos. Mate o menino em você, eu disse para ele no dia em que peguei o navio para a Muralha. É preciso um homem para governar. Um Aegon, não um Ovo. Mate o menino e deixe o homem nascer. Você tem metade da idade que Ovo tinha, e temo que seu fardo seja mais cruel do que o dele. Você terá poucas alegrias com seu comando, mas penso que terá forças para fazer as coisas que precisam ser feitas. Mate o menino, Jon Snow. O inverno está quase sobre nós. Mate o menino e deixe o homem nascer.[1]
Meistre Aemon para Jon Snow.


Jon: – Aço de dragão? – O termo era novo para Jon. – Aço valiriano?
Sam: – Foi minha primeira ideia também.
Jon: – Então, se conseguirmos convencer os senhores dos Sete Reinos a nos dar suas espadas valirianas, tudo está salvo?[2]
Sam e Jon Snow questionando as descobertas sobre o Aço valiriano.


Jon: – Você descobriu quem são os Outros, de onde vieram, o que querem?
Sam: – Ainda não, senhor, mas pode ser que eu esteja lendo os livros errados. Há centenas que ainda não olhei. Me dê mais tempo e eu encontrarei o que há para ser encontrado. [3]
Sam e Jon Snow questionando as descobertas sobre os Outros.


Eu poderia ler os livros, mas... um m-meistre precisa ser curandeiro e s-sangue me faz desmaiar. (...) Sou Sam, o Assustado, não Sam, o Matador. Meu senhor, meu p-p-pai, Lorde Randyll, ele, ele, ele, ele, ele... a vida de um meistre é uma vida de servidão. Nenhum filho da Casa Tarly jamais usará uma corrente. Nenhum homem de Monte Chifre se curva diante de um senhor insignificante. Jon, não posso desobedecer meu pai.[4]
Sam Tarly para Jon Snow.


Lorde Snow, deixei um livro para você em meus aposentos. O Compêndio de Jade. Foi escrito pelo aventureiro volantino Colloquo Votar, que viajou para o leste e visitou todas as terras do Mar de Jade. Há uma passagem que pode interessá-lo. Pedi para que Clydas a marcasse para você[5]
Meistre Aemon para Jon Snow.


Encontre uma ama de leite para ele, como disse que faria. Prometeu-me isso. O menino... o menino de Dalla... o principezinho, quero dizer... encontre uma boa mulher pra ele, pra que ele cresça grande e forte.[6]
Goiva para Jon Snow sobre seu filho verdadeiro.


Não dê nome pra ele. Não até que ele tenha mais de dois anos. Dá azar dar um nome pra eles enquanto ainda estão no peito. Seus corvos não sabem disso, mas é verdade.[7]
Goiva para Jon Snow sobre seu filho verdadeiro.


Edd, traga-me um bloco. [8]
— Jon, mudando de ideia sobre como executar Janos Slynt.


Passagens destacadas

Sobre a página

Esta página utiliza conteúdo baseado em A Dance with Dragons-Chapter 7, um artigo de A Wiki Of Ice And Fire.


Notas


Referências

  1. A Dança dos Dragões, Capítulo 7, Jon, página 93.
  2. A Dança dos Dragões, Capítulo 7, Jon, página 91.
  3. A Dança dos Dragões, Capítulo 7, Jon, página 91.
  4. A Dança dos Dragões, Capítulo 7, Jon, página 92 e 93.
  5. A Dança dos Dragões, Capítulo 7, Jon, página 95.
  6. A Dança dos Dragões, Capítulo 7, Jon, página 95.
  7. A Dança dos Dragões, Capítulo 7, Jon, página 95.
  8. A Dança dos Dragões, Capítulo 7, Jon, página 99.
  9. A Dança dos Dragões, Capítulo 7, Jon, página 96.
  10. A Dança dos Dragões, Capítulo 7, Jon, página 94.