A Dança dos Dragões - Capítulo 69

De Gelo e Fogo wiki
Ir para navegação Ir para pesquisar

 

Jon XIII
Capítulo de A Dança dos Dragões
A Dança dos Dragões.jpg
PDVJon Snow
LocalCastelo Negro, Muralha, Westeros
Página762-774 PT-BR Leya (Outras versões)
Cena. (Série HBO)
Cronologia dos capítulos (Todos)
Jon XII
O Domador de Dragões ← Jon XIII → O Mão da Rainha

Jon Snow está determinado a partir para Durolar e salvar as pessoas que estão em perigo. No entanto, ele recebe uma carta de Ramsay Snow. Ele decide partir imediatamente para Winterfell. Wun Wun mata Sor Patrek. No Motim de Castelo Negro, Jon Snow é morto por seus irmãos de negro.

Resumo

Adagas na escuridão, por Joshua Cairós ©.

Jon visita a Rainha Selyse

Jon Snow tenta em vão convencer a Rainha Selyse Florent a ajudar os selvagens que estão presos em Durolar. Até o argumento de que há muitas mulheres e crianças entre os famintos deixa a rainha indiferente. Ela acredita que eles não conseguirão alimentar os selvagens novos, e que eles são inúteis para Stannis, então seria melhor se eles morressem e renascessem na luz. Shireen Baratheon está presente, Cara Malhada senta-se na frente do assento da rainha e Sor Axell Florent observa atrás dela. Melisandre de Asshai fica perto do fogo, e o rubi em seu pescoço pulsa a cada respiração. Seu escudeiro Devan Seaworth e dois guardas estão com ela. No outro canto estão também os homens da Rainha: Sor Malegorn de Lagoa Vermelha, Sor Benethon Scales, Sor Narbert Grandison, Sor Patrek da Montanha do Rei, Sor Dorden e Sor Brus Buckler. Desde que os selvagens chegaram em Castelo Negro, a rainha se cercou de vários cavaleiros o tempo todo.

Jon Snow percebe que não adianta tentar mudar a opinião da Rainha e que a Patrulha da Noite deve cuidar dos próprios selvagens, então ele pede desculpas à Rainha e se despede. No entanto, a Rainha percebe que Jon quer seguir seu plano apesar de suas ordens e explica que um dia Jon terá que responder a Stannis. Sor Malegorn pergunta a Jon quem vai liderar o esquadrão e, de repente, Cara Malhada dá um pulo e fala em uma rima boba que faz todos na sala rirem, exceto Jon. Ele declara que comandará pessoalmente a patrulha. A Rainha Selyse responde friamente que logo ouvirão canções tocantes sobre o heroísmo de Jon, mas que poderão escolher um Lorde Comandante da Patrulha da Noite mais prudente quando Jon não estiver mais lá.

Ela então instrui Sor Axell a buscar Gerrick Sanguederrei, que agora se veste como um senhor do sul. A rainha explica que deu a Gerrick o título de "Rei dos Selvagens" porque ele é um descendente direto de Raymun Barbarruiva e, portanto, ao contrário de Mance Rayder, é quem deveria carregar o título. Jon sabe por Tormund que Gerrick realmente é descendente do irmão mais novo de Barbarruiva, e que as linhagens não têm significado para o Povo Livre de qualquer maneira, como Ygritte uma vez explicou a ele, mas mantém isso para si mesmo. A rainha declara ainda que Gerrick irá unir-se a filha mais velha de Sor Axell Florent, e que suas outras duas filhas também também se casaão com cavaleiros do sul, Sor Brus do meio e Sor Malegorn. Além disso, a rainha quer casar Val com Sor Patrek, ao que Jon ressalta que é comum entre os selvagens que o pretendente prove sua coragem roubando a noiva. Sor Patrek ri disso enquanto a Rainha diz a Jon para enviar Val para que ela possa lhe ensinar os deveres de uma senhora do sul. Jon gostaria de acrescentar algo mais, mas a Rainha o manda embora.

Melisandre avisa Jon

Jon desce com pressa as escadas da Torre do Rei, mas é interrompido por Melisandre, que o chama. Jon tenta se retirar da conversa, mas Melisandre, insistente, pergunta sobre Fantasma. Jon explica que o lobo gigante está em seus aposentos porque a rainha não permite que ele se aproxime dela, e Jon não se atreve a deixar fantasma vagarem pela fortaleza enquanto Borroq e seu enorme javali também estiverem lá. O Troca-peles irá escoltar Soren Quebrescudo para Portapedra assim que as carroças que levaram o clã de Devyn Peledefoca para Guardaverde estejam de volta à Castelo Negro. Até então, Borroq e seu javali gigante se estabeleceram em uma das antigas tumbas do cemitério da fortaleza. Melisandre tenta convencer Jon a desistir de sua missão de resgate porque viu nas chamas que os navios e os selvagens estão todos perdidos. Jon lembra a Melisandre que ela se enganou muitas vezes sobre suas profecias e menciona a garota cinza que era para ser Arya Stark, as adagas no escuro e o Príncipe Prometido. Melisandre responde que quando chegar a hora, todas as suas perguntas serão respondidas e ele deve mandar chamá-la porque ela é sua única esperança. Jon responde que é uma esperança tola, então se vira e deixa Melisandre para trás.

Jon discute com Bowen Marsh e Othell Yarwyck

Do lado de fora, no pátio, Jon encontra Couros, que diz a ele que Toregg já voltou e anunciou que seu pai Tormund chegará naquela tarde. Ambos trouxeram sua tribo para Escudo de Carvalho, mas querem voltar para Castelo Negro com 80 guerreiros no mesmo dia. Eles deverão acompanhar Jon a Durolar, embora Jon ainda não tenha certeza de quantos homens ele deve levar com ele nesta missão. Ou ele cavalga com poucos homens e chega rapidamente em Durolar, ou leva suprimentos e carroças com ele, mas então irá demorar mais. Mas o que Jon mais se preocupa é como eles sobreviverão ao lento caminho de volta em uma jornada com milhares de pessoas famintas e doentes. Couros explica que Toregg provavelmente está com monstro, porque se apaixonou por uma das amas de leite. Jon pensa consigo mesmo que Toregg prefere Val.

Jon olha para a Muralha e vê que outra tempestade de neve pode se aproximar, então ele vai para o arsenal, e encontra Mully e Pulga congelando do lado de fora. Quando Jon pergunta por que eles não estão no calor, os dois respondem que Fantasma tornou-se selvagem de uma maneira que eles nunca viram antes. Mesmo quando Jon entra em seu quarto, o lobo permanece inquieto e trota de um canto a outro. Jon acha que é o javali de Borroq que o lobo gigante detecta. Além disso, o corvo de Mormont parece animado porque fica gritando "neve". Jon faz Cetim acender a lareira e o manda buscar Bowen Marsh, Othell Yarwyck e um pouco de vinho com especiarias. Então Jon olha os mapas de Além da Muralha novamente. O caminho mais rápido para Durolar é por Atalaialeste do Mar ao longo da costa, onde a floresta não é tão densa. Além disso, ao partir de lá, os Gigantes provavelmente ajudariam na incursão. A rota direta por Castelo Negro, por outro lado, levaria direto através da floresta assombrada, e Jon teme que a neve seja muito mais alta lá do que ao sul da muralha.

Marsh e Yarwyck aparecem, e o Primeiro Construtor está mal-humorado porque tem poucos trabalhadores, e os homens do povo livre causam mais problemas do que são úteis. Jon acha que, embora Marsh e Yarwyck sempre falem o que pensam honestamente, eles são muito tendenciosos. Jon sempre sabe o que eles vão dizer de antemão. Yarwyck reclama que Portapedra é muito remota para controlar Soren Quebrescudo, e Bowen Marsh critica que Castelo Negro foi cercada pelos dois lados por selvagens quando Tormund e Morna Máscara Branca ocuparem Portão da Rainha. Além disso, Othell Yarwyck afirma que Borroq poderia montar seu próprio exército suíno com os incontáveis ​​javalis ao norte. Colina de Geadalva e Portão da Geada ainda não estão ocupados, e Jon pediu a opinião deles sobre qual dos chefes selvagens restantes ele deveria entregar os castelos: ainda há Brogg, Gavin o negociante, o Grande Walrus, Harl, o Caçador, Harl, o Bonito, o Cego Doss e Ygon Velhopai, mas sua tribo em grande parte descendia dele e de suas 18 esposas. Bowen Marsh já o havia interrompido na lista e disse-lhe que nenhum deles era adequado, porque eles deveriam ser enforcados pelos crimes que cometeram no passado. Yarwyck concorda. Em seguida, os dois ouvem o relato da audiência de Jon com a rainha, mas ambos são da opinião de que a rainha está certa. Bowen Marsh até recomenda que Jon envie o maior número possível de selvagens na missão de resgate, porque assim eles também se livrarão deles. Jon rapidamente percebe que essa conversa também é inútil, então ele agradece e os manda embora novamente. Jon pensa desesperadamente que precisa de homens como Meistre Aemon ou Samwell Tarly, Qhorin, Jeor Mormont ou Donal Noye.

Quando todos eles saem, Jon vê que a grande escadaria que leva à Muralha está coberta de neve quase até o primeiro patamar, o que significa que as celas de gelo também estão enterradas embaixo. Os dois mortos encontrados no bosque sagrado, Cregan Karstark e três outros prisioneiros ainda estão nas celas de gelo. Jon instrui dez companheiros e Wun Weg Wun Dar Wun a liberar as celas novamente. O trabalho é feito rapidamente, e então Jon quer mover os prisioneiros antes que volte a cair neve e possivelmente eles se sufoquem em suas celas. Cregan Karstark começou recentemente a uivar à noite, jogando fezes congeladas naqueles que tentaram levar comida para ele. Jon dá instruções para colocá-lo na Torre do Comandante. Cregan chuta e morde os guardas, mas está fraco demais para revidar. Os outros três prisioneiros também são transferidos, mas Jon deixa os dois mortos acorrentados nas celas. Ele esperava descobrir mais sobre eles, mas eles permaneceram mortos.

Jon recebe uma mensagem de Ramsay

Tormund o Terror dos Gigantes chega à tarde, mas apenas com 50 em vez de 80 guerreiros. O selvagem ouviu falar da nomeação de Gerrick como "Rei dos Selvagens" e zomba dele e de sua linhagem. Jon quer falar com Tormund sobre a marcha para Durolar porque ele quer que os dois concordem mais tarde na reunião no salão dos escudos. Mas então Clydas aparece transtornado no arsenal, com uma mensagem para Jon.

O rolo de pergaminho mostra Bastardo como saudação, e o selo é feito de cera rosa, portanto, ele vem da Casa Bolton. Ramsay Bolton diz a Jon no pergaminho que ele derrotou Stannis Baratheon após uma batalha de sete dias e usurpou Luminífera. Ele também afirma ter empalado as cabeças dos homens de Stannis nas ameias de Winterfell. Ele diz que Stannis era um mentiroso, assim como Jon, que não queimou Mance Rayder, mas o mandou para Winterfell para sequestrar Arya Stark. Agora ele pede a Jon para devolver sua noiva, e se Jon quiser Mance Rayder de volta, ele terá que vir buscá-lo porque o trancou em uma gaiola para que todo o Norte possa ver que Jon é um mentiroso . Ele também costurou um casaco para Mance Rayder com as peles de suas seis lavadeiras. Além de Arya, Ramsay também exige a rendição da Rainha Selyse, Shireen, Melisandre, Val, o filho de Mance Rayder, e Theon Greyjoy, e só então ele não causará nenhum problema à Patrulha da Noite. No final, ele ameaça arrancar o coração de Jon e comê-lo. Ramsay assinou "Legítimo Senhor de Winterfell".

Depois que Jon lê a carta, Tormund percebe imediatamente que é muito chocante. Jon envia Mully e Cetim para acompanhar Clydas de volta aos seus aposentos para que ele possa falar com Tormund sozinho. Tormund não entende como Mance Rayder foi parar na casa de Ramsay se havia sido queimado, mas Jon ainda não conta a ele sobre os encantamentos deslumbrantes de Melisandre. Então Jon se lembra das palavras da sacerdotiza: ela previra que a verdade viria do céu, como um corvo na tempestade. Jon não tem dúvidas de que Ramsay está mentindo, mas também há muita verdade na carta. Jon tem que pensar em seus irmãos, mas ele também sabe sobre o juramento de que a Patrulha da Noite não pode intervir nos conflitos dos Sete Reinos, porque isso seria alta traição. Jon quer mudar seu plano, então ele e Tormund conversam por duas horas.

Jon anuncia que partirá para Winterfell

Quando eles terminam, Hareth e Rory já haviam substituído Pulga e Mully como guardas. Jon instrui os dois a irem com ele, mas ele empurra Fantasma de volta para o arsenal, porque pode ser que Borroq também esteja no salão dos escudos. O Salão dos Escudos é uma das partes mais antigas da Castelo Negro. É uma sala de jantar comprida e arejada, feita de pedra escura, cujas vigas de carvalho escureceram ao longo dos séculos por causa da fumaça. Este é o lugar onde todos os escudos daqueles cavaleiros que desistiram de seus antigos títulos para se juntar à Patrulha da Noite eram apresentados. E quando eles morreram, aqueles escudos de sua antiga família eram queimados com eles.[N 1] No entanto, à medida que cada vez menos cavaleiros decidiam se juntar à patrulha da noite, esta sala de jantar cavalheiresca foi finalmente abandonada e os cavaleiros comeram com os outros Irmãos Negros na grande sala de jantar. No século atual, o salão quase não é usado, de modo que agora é escuro, sujo e inóspito, difícil de aquecer, e o porão está contaminado com ratos. No entanto, o salão oferece espaço para 200-300 homens. Quando Jon e Tormund entram no salão, um murmúrio sinistro começa entre os homens. Há cinco vezes mais selvagens do que irmãos negros. Jon e Tormund escalam um velho estrado no final do corredor, e depois que Jon tenta em vão acalmar as coisas, Tormund toca sua trompa de guerra. À esquerda de Jon está Othell Yarwyck entre seus construtores e Bowen Marsh com Wick Whittlestick, Lew Mão Esquerda e Alf. À sua direita, ele vê Soren Quebrescudo, Gavin o negociante, Harl, o bonito, Ygon Velhopai, e suas esposas de lança, Howd Andarilho, e Borroq em um canto. Apenas dois homens da Rainha vieram: Sor Narbert e Sor Benethon Scales.

Jon conta sobre Durolar, os selvagens presos lá e as criaturas que os atacam, bem como os navios naufragados que ele enviou para resgatar. Agora ele quer enviar ajuda por terra ou todos morrerão. Jon explica que gostaria de liderar pessoalmente esta expedição, e neste momento Melisandre aparece no corredor. Jon continua dizendo que Tormund irá liderar a expedição em seu lugar. Depois que Borroq pergunta provocativamente a Jon se ele irá se esconder em Castelo Negro com seu cachorro, Jon lê a carta de Ramsay para todos os presente, e uma grande comoção começa. Desta vez, Tormund tem que tocar sua trompa de guerra duas vezes antes que a calma retorne. Então Jon explica que a Patrulha da Noite não pode tomar partido, mas ele partirá para Winterfell sozinho para responsabilizar Ramsay por suas palavras, a menos que haja homens que o acompanhem voluntariamente. Imediatamente, Soren Quebrescudo, Howd Andarilho, Toregg, Brogg, Harl o caçador, Harl o Bonito, Ygon Velhopai, o Cego Doss e até o Grande Walrus pulam e gritam em aprovação se candidatando, enquanto Yarwyck, Marsh e seus homens escapam silenciosamente do salão.

Jon é esfaqueado

A morte de Jon Snow, por Arantza Sestayo ©.

Tormund parabeniza Jon por seu discurso. Jon percebe que Melisandre e os homens da Rainha também foram embora e se sente obrigado a apresentar um relatório à Rainha, então ele deixa o banquete para Tormund e sai com Hareth e Rory. Do lado de fora, eles de repente ouvem o alto grito de morte de um homem vindo da Torre de Hardin.

Wun Wun está arrastando o cadáver ensanguentado de um homem atrás de si, enquanto o braço da espada do homem está cortado na neve. O gigante também está sangrando de vários ferimentos em seu estômago e braço, mas ele ainda bate o cadáver contra a pedra dura da torre repetidamente, fazendo com que sangue e ossos voem em todas as direções. Jon pode dizer pelo pelo brasão que é Sor Patrek. Como o gigante não dá ouvidos a Jon e muitos homens já se reuniram na torre, Jon ordena que uma linha seja formada para que um dos homens da rainha não tenha a ideia de vingar Sor Patrek. Wun Wun grita novamente e arranca o outro braço do cadáver também, de modo que Jon pede a Couros para acalmar o gigante na Língua Antiga.

Jon se volta para os homens e tenta procurar um corno para acalmá-los ao soprá-lo, mas vê que Wick Whittlestick sacou uma adaga. Ele está prestes a dizer a ele e aos outros para guardar suas armas, já que eles devem parecer uma ameaça para o gigante, mas então Wick de repente o esfaqueia, e atinge Jon no pescoço. Quando ele esfaqueia pela segunda vez, ele diz as palavras "pela patrulha". Jon tenta alcançar Garralonga, mas não tem forças. Então Bowen Marsh de repente fica na frente dele com lágrimas nos olhos, e com as mesmas palavras, enfia uma adaga no estômago de Jon. Uma terceira adaga o atinge entre as omoplatas, a quarta que ele não consegue mais sentir.

Por último, Jon sussurra o nome de Fantasma.

Carta do Bastardo


Seu falso rei está morto, bastardo. Ele e toda sua tropa foram esmagados em sete dias de batalha. Estou com a espada mágica dele. Conte isso para a puta vermelha.

Os amigos de seu falso rei estão mortos. Suas cabeças estão sobre as muralhas de Winterfell. Venha vê-las, bastardo. Seu falso rei morreu, e o mesmo acontecerá com você. Você disse ao mundo que queimou o Rei-para-lá-da-Muralha. Em vez disso, você o enviou para Winterfell, para roubar minha esposa.

Terei minha noiva de volta. Se quer Mance Rayder de volta, venha buscá-lo. Eu o tenho em uma jaula, para que todo o Norte possa ver, a prova de suas mentiras. A jaula é fria, mas fiz um manto quente para ele, com as peles das seis putas que o seguiram até Winterfell.

Quero minha noiva de volta. Quero a rainha do falso rei. Quero a filha deles e a bruxa vermelha. Quero sua princesa selvagem. Quero seu pequeno príncipe, o bebê selvagem. Quero meu Fedor. Mande-os para mim, bastardo, e não incomodarei você e seus corvos negros. Fique com ele, e eu arrancarei seu coração bastardo e o comerei.

—— Ramsay Bolton Legítimo Senhor de Winterfell.

Citações


Não é para vocês se oporem ao Bastardo de Bolton, vingarem Stannis Baratheon, defenderem sua viúva ou sua filha. Essa criatura que faz mantos com peles de mulheres jurou arrancar meu coração, e pretendo fazê-lo responder por essas palavras... mas não pedirei aos meus irmãos que renunciem aos seus votos. A Patrulha da Noite irá para Durolar. Eu cavalgarei para Winterfell sozinho, a menos... há algum homem aqui que queira ir comigo?[1]
—— Jon Snow convocando voluntários para partir para Winterfell.





Amigos de verão derretem como neves de verão, mas amigos de inverno são amigos para sempre. [2]
—— Mully para o Senhor Comandante Snow





Jon Snow: Por quê?

Wick: Pela Patrulha.

Bowen Marsh: Pela Patrulha. [3]
—— Snow, sendo esfaqueado.





Jon Snow: (sussurando) Fantasma.[4]
—— Jon Snow, em suas últimas palavras.

Links externos

Sobre a página

Esta página utiliza conteúdo baseado em A Dance with Dragons - Kapitel 69 - Jon XIII, um artigo de Das Lied von Eis und Feuer Wiki.

Notas

  1. Os escudos descritos aqui correspondem às seguintes Casas: falcões para Casa Arryn, águias para Casa Mallister, dragões para Casa Targaryen, grifos para Casa Connington, sóis para Casa Karstark, veado para Casa Baratheon, lobos para Casa Stark, dragões para Casa Toland, manticoras para Casa Lorch, touros para Casa Prester, árvores para Casa Rowan, Casa Blackwood, Casa Tallhart, Casa Stonetree ou Casa Marbrand, flores para Casa Florent, harpas (desconhecido), lanças para Casa Stackspear, carangueijos para Casa Celtigar, lula gigante para Casa Greyjoy, leões vermelhos e leões dourados para Casa Lannister, Casa Grandison e Casa Jast, leões aninhados (desconhecidos), corujas para Casa Mertyns, cordeiros para Casa Stokeworth, virgens para Casa Piper, sereios para Casa Manderly, garanhões para Casa Bracken e Casa Ryswell, estrelas para Casa Peckledon e Casa Templeton, baldes para Casa Wull, escudos para Casa Slate, homens esfolados para Casa Bolton e enforcados para Casa Trant, homens em chamas (desconhecido), espadas longas (desconhecido), tartarugas para Casa Estermont, unicórnios para Casa Brax, ursos para Casa Mormont, penas para Casa Penrose, aranhas para Casa Borrell, cobras para Casa Paege e escorpiões para a Casa Qorgyle.

Referências

  1. A Dança dos Dragões, Capítulo 69, Jon.
  2. A Dança dos Dragões, Capítulo 69, Jon.
  3. A Dança dos Dragões, Capítulo 69, Jon.
  4. A Dança dos Dragões, Capítulo 69, Jon.