Ações

A Dança dos Dragões - Capítulo 35

Jon VII
Capítulo de A Dança dos Dragões
A Dança dos Dragões.jpg
PDVJon Snow
LocalCastelo Negro, Floresta Assombrada, Westeros
Página396-405 PT-BR Leya (Outras versões)
Cena. (Série HBO)
Cronologia dos capítulos (Todos)
Jon VI
Bran III ← Jon VII → Daenerys VI

Jon VIII

Jon se dá bem com seus novos recrutas. Ele pensa sobre a absurda situação de enviar Mance Rayder e as esposas de lanças para salvar "Arya".

Resumo

Uma pausa na nevasca motiva Jon a explorar Além da Muralha, levando os novos recrutas da Patrulha da Noite, que seguem os velhos deuses no mesmo bosque de represeiros da floresta assombrada onde ele e Sam juraram seus votos.[1] Como batedores à frente estão Tom Grão-de-Cevada, Grande Liddle e Luke de Vilalonga.

Há seis novos recrutas - Hareth, o Cavalo de Vila Toupeira, Arron e Emrick de Ilha Leal, Cetim de Vilavelha, e os selvagens Couros e Jax.

Dos sessenta e três selvagens que Jon convidou para participar da Patrulha, Couros e Jax foram os dois únicos a aceitar até agora. Entre os outros selvagens que estão ali, dezenove são meninas e mulheres, enviadas para a Torre de Hardin para evitar problemas com os homens em Castelo Negro. Sua presença faz com que os homens fiquem inquietos e já houve um incidente por conta disso. As esposas de lanças e suas meninas sabem como se defender e três homens tiveram de ser trancados em celas de gelo.

Jon pretende guarnecer os castelos de Lago Profundo, Solar das Trevas e Monte Longo com selvagens sob o comando da Patrulha da Noite, e escolher um contingente quase completamente feminino para Monte Longo, a fim de evitar futuros assédios. Emmett de Ferro e Edd Doloroso serão respectidamente o comandante de Monte Longo e intendente.

Outros selvagens também têm causado tensão e incidentes com os irmãos da Patrulha da Noite, mais visivelmente Halleck e seus seguidores. Jon também está preocupado que os Thenns possam culpá-lo pela morte de Styr.

Tom Grão-de-Cevada encontra um pequeno grupo de selvagens, incluindo uma criança e sua mãe, um Thenn, um Cornopé e o gigante Wun Wun no bosque sagrado. Com a vantagem da aparição surpresa e um esforço de diplomacia de Couros, eles têm sucesso em evitar uma briga e até mesmo convencer os sobreviventes a retornar para Castelo Negro com eles.

Os recrutas juram seus votos na presença dos selvagens. Enquanto ele ouve o verso sobre guardar os reinos dos homens, Jon percebe que suas funções envolvem proteger os selvagens também, bem como quaisquer outros homens.

Eles voltam para Castelo Negro, trazendo os dois cadáveres dos selvagens que encontraram com eles. Jon envia os cadáveres para as celas de gelo e recebe uma carta de Stannis, onde fica sabendo sobre a retomada de Bosque Profundo e o apoio que Stannis recebeu de vários clãs do norte e casas ao longo do caminho, incluindo sobreviventes da batalha de Winterfell. Suas tropas agora possui cinco mil homens, e só cresce. Stannis também conta na carta que Ramsay Bolton pretende se casar com Arya[2] em Winterfell e promete a Jon que irá salvá-la se puder. Ele pretende ter a ajuda de Arnolf Karstark e Mors Umber em sua tentativa de conquistar Winterfell.

Jon pergunta se Arya poderia ter escapado sem a ajuda de Stannis, como previsto por Melisandre[3]. Ele também se pergunta se Roose Bolton poderia estar mentindo sobre ter Arya, a fim de emboscar Stannis, e pensa sobre Mance Rayder e as seis esposas de lanças que foram com ele para resgatar Arya.[4]

Links externos

Sobre a página

Esta página utiliza conteúdo baseado em A Dance with Dragons - Chapter 35, um artigo de A Wiki Of Ice And Fire.

Referências

  1. A Guerra dos Tronos, Capítulo 48, Jon.
  2. Que na verdade é Jeyne Poole fingindo ser Arya a mando dos Boltons e Lannisters, mas Stannis e Jon não estão entre as poucas pessoas que sabem disso.
  3. A Dança dos Dragões, Capítulo 28, Jon.
  4. A Dança dos Dragões, Capítulo 31, Melisandre.