Grenn

De Gelo e Fogo wiki
Ir para: navegação, pesquisa
Minigdn.png
Grenn
Minigdn.png
Grenn Amoka.jpg
Grenn, por Amoka ©
Apelido(s) Auroque
Lealdade Patrulha da Noite
Cultura Westeros
Nascimento Em +/-281 d.C.
Aparece
Aparece
Aparece
Aparece
Aparece

GoT Logo.jpg
Grenn-HBO.jpg
Interpretado(a) por Mark Stanley
Aparições 1ª Temporada | 2ª Temporada | 3ª Temporada | 4ª Temporada
Apareceu em 22 episódios (ver seção)

Grenn é um membro da Patrulha da Noite. Foi-lhe dado o apelido Auroque por Sor Alliser Thorne.[1] Ele é nomeado como Patrulheiro quando faz seus votos.[2] Na série de televisão é interpretado pelo ator Mark Stanley.

Aparência e características

Veja também: Imagens de Grenn
Grenn, por Тхе Мичо ©

Quando chegou na muralha, Grenn tinha a cintura larga e um pescoço grosso que ficava vermelho quando se irritava.[1][3][4] Nessa época ele já era mais alto que a média, sendo uma cabeça mais alto do que Jon Snow, e também era mais velho, tendo 16 anos de idade.[1] Era lento e desajeitado.[1][3][4] Com o tempo, o duro treinamento na Muralha e sua experiência Para Lá da Muralha, ficou largo de ombros e peito, com braços fortes e duros e também havia perdido a gordura da barriga, ficando com a cintura fina.[3][4] Ele também ficou bem mais alto depois da Grande Patrulha e continuava crescendo[5] a ponto de ficar mais de 15 cm mais alto do que era quando chegou na Muralha.[3] Ele deixou a barba e o cabelo crescer de forma desgrenhada, dando-lhe um aspecto enorme e hirsuto, fazendo jus à sua alcunha de Auroque.[3][4] Os seus companheiros na Patrulha da Noite, muitas vezes zombam dele por sua aparência e por não ser o mais inteligente, especialmente Pyp que diz que ele tem a “cabeça-dura como a muralha de um castelo”,[5] um deboche muito comum em Westeros, também utilizado em outros personagens como Paul Pequeno, Brienne de Tarth e Sor Duncan, o Alto.

Eventos recentes

Info Aviso: Esta seção contém revelações sobre o enredo (spoilers).

A Guerra dos Tronos

Grenn é um dos novatos quando Jon Snow se junta a Patrulha da Noite. Eles são treinados em conjunto por Sor Alliser Thorne e ambos sofrem abusos verbais por ele, com Sor Alliser ridicularizando Jon como "Lorde Snow" e Grenn como "Auroque". Um dia, ao treinar com espadas embotadas, Jon derrota Grenn e provoca um ferimento em sua mão. Grenn, Sapo e outros dois noviços, todos mais velhos do que Jon, fartos de serem espancado por ele, confrontam-no e acusam-no de fazê-los ficarem mal perante Sor Alliser. Jon tem uma opinião muito ruim de todos eles e é desafiador. A situação evolui para uma briga física, mas são interrompido por Donal Noye em tempo. Noye depois aconselha Jon sobre o quanto ele tem vantagem sobre os outros homens por causa de sua educação e que ele vai acabar ficando com a garganta cortada durante a noite, se ele não mudar sua atitude para com seus iguais. Jon depois encontra Grenn sentado na sala comum do Castelo Negro, rindo e xingando com outros homens, e decide ficar longe deles. No entanto, depois que ele recebeu a notícia de que seu irmão Bran Stark acordou do coma, ele é conciliatório em relação a Grenn, oferecendo-se para ensiná-lo a se defender contra o movimento que causou sua lesão. Isto leva a um impasse com Sor Alliser, que se ressente de Jon posando como instrutor e prevê que ninguém vai ensinar nada a um recruta inepto como Grenn. Jon contraria-o com um comentário que faz todo mundo rir, o que lhe valeu um novo inimigo, Sor Alliser e um novo amigo, Grenn.[1]

Grenn treina com Jon Snow e sua luta com espadas rapidamente melhora. Ele é capaz de realizar o seu próprio treinamento com alguns novatos mais adeptos, como Halder, como Jon explica a Tyrion Lannister. Como resultado, Pyp também pede ajuda a Jon.[6]

Sor Alliser toma Samwell Tarly, quando ele chega à Muralha e pede que Halder fira o novato inepto mesmo depois de ter sido derrotado. Jon Snow, mais uma vez desafiando Sor Alliser, interfere e exorta Halder para parar de machucar um adversário que já havia se rendido. Sor Alliser manda Rast e Albett se juntarem ao ataque de Halder contra Sam e seu protetor Jon, mas Grenn e Pyp vem e ajudam Jon. Na luta que se seguiu, o grupo de Jon prevalece, para desgosto de Sor Alliser. Grenn junto com Jon e Pyp se apresentam à Sam. Ele pergunta à Sam por que ele não se defendeu do ataque e fica chocado quando Sam se descreve como um covarde. Quando Sam os deixa, ele diz que desejava não ter ajudado Sam, porque ninguém gosta de covardes. Depois de Jon ouvir a história de Sam sobre como seu pai o fez juntar-se a Patrulha da Noite, ele convence outros novatos a não ferir Sam durante os treinos, não importando o que Sor Alliser dissesse. Grenn é a primeiro a ficar preocupado com a sugestão de Jon, mas, em seguida, consente. No entanto, Rast declara que se Sor Alliser envia-lo contra Sam, ele não terá nenhum escrúpulo em ferir a "Lady Porquinho". Grenn, Jon e Pyp depois, fazem uma visita a cela de Rast e usam o lobo gigante Fantasma como ameaça para fazê-lo ceder a proposta. Todos os noviços lutam com Sam com mais leveza durante a prática, não importando o quanto Sor Alliser se enfureça. A convite de Jon, Sam junta-se ao grupo que consiste em Grenn, Jon, Pyp e Halder durante as refeições e, eventualmente, até mesmo participa de suas brincadeiras.[7]

Quando um novo grupo de recrutas é anunciado, Sor Alliser lhes apresenta os nomes de oito noviços prontos para se juntar à Patrulha da Noite, Grenn, Jon Snow, Pyp e Halder estão entre eles. Eles celebram juntos, bebem um pouco de vinho. Quando mais tarde falam sobre quais posições seriam designados para eles, Grenn diz que espera ser nomeado um Patrulheiro, mas é dito que todo mundo quer ser isso.[8]

Grenn e Sapo ficam surpresos ao verem Sam no septo entre aqueles que estão prestes a fazer seus votos, não sabendo que Jon Snow pediu ao Meistre Aemon para solicitar Sam como seu mordomo. Jon pede ao Senhor Comandante Mormont para fazer os seu votos na frente de um represeiro e não no septo, Grenn é surpreendido, uma vez que, nunca tinha visto um bosque sagrado em Castelo Negro. Grenn é escolhido como Patrulheiro, o que o deixou muito feliz. Ele nem percebe que Jon foi escolhido como intendente.[2]

Após a prisão de Lorde Eddard Stark como um traidor, Grenn está entre aqueles que dão apoio a Jon Snow, dizendo-lhe que a acusação é uma mentira. Ele e outros param o ataque de Jon a Sor Alliser com uma faca, após Sor Alliser chamar-lhe "não é apenas um bastardo, mas o bastardo de um traidor".[9]

Jon Snow salva a vida do Senhor Comandante Mormont, quando ele é atacado por uma criatura. Por gratidão, o Velho Urso dá à Jon sua espada de família, a Garralonga como um presente. Depois, Grenn, Pyp, Sapo, Halder e Matthar pedem para Jon mostrar-lhes a espada, explicando que eles sabiam sobre o presente antes que ele o dar.[10]

Ele está entre o grupo de amigos que impedem Jon Snow de abandonar a Muralha após a execução de seu pai. Quando Jon diz que precisa estar com seu irmão Robb Stark, Grenn diz que aqueles da Patrulha da Noite são seus irmãos agora. Ele continua explicando que, enquanto todo mundo está triste sobre o destino de Lorde Eddard, Jon não pode voltar atrás, uma vez que ele fez os votos.[11]

A Fúria dos Reis

Grenn participa da Grande Patrulha liderados pelo Senhor Comandante Mormont. Mas antes de partir, seus irmãos Pyp, Halder e Sapo se oferecem para pagar a primeira mulher de Grenn na Vila Toupeira em comemoração à primeira patrulha de Grenn.[12]

Durante o expedição, Grenn serve como batedor, geralmente ao lado de Dywen, que assume um papel de mentor para Grenn. Quando o grupo se aproxima da Fortaleza de Craster, Dywen diz a Grenn que Craster nasceu de uma mulher selvagem e um patrulheiro da Muralha. Dywen avisa a todos para não se aproximarem das esposas de Craster, mas se gaba de ter dormido com três das filhas de Craster, mas Grenn não acredita dizendo que é mentira, pois teria notado se algo tivesse acontecido.[13]

No Punho dos Primeiros Homens, Dywen declara que há um cheiro estranho alí. Quando Grenn pergunta que cheiro é esse, Dywen declara que é cheiro de frio. Apenas Grenn e Jon levam Dywen a sério nessa afirmação.[14]

Jon Snow e Fantasma acham Vidro de Dragão e fazem punhais com isso. Jon distribui as adagas para seus irmãos juramentos, dentre eles Grenn, Samwell Tarly e o Senhor Comandante Mormont.[15][5]

A Tormenta de Espadas

Grenn sobrevive ao ataque no Punho dos Primeiros Homens, onde a Patrulha da Noite é atacada pelas Criaturas. Cansado pela longa e dura viajem de volta para a muralha, Samwell Tarly fica para trás e Grenn e Paul Pequeno encorajam Samwell a não desistir de sua vida e, durante a fuga, Grenn canta O Urso e a Bela Donzela para tentar animar Sam.[16] Um dos Outros ataca Grenn, Samwell e Paul Pequeno, que já estão muito afastados do grupo principal. Durante o ataque, o Outro mata Paul Pequeno, mas o desesperado Samwell Tarly usa sua adaga de Vidro do Dragão e mata o Outro, enquanto Grenn assiste tudo. Após tudo isso, Grenn o chama de Sam, o Matador.[5]

Grenn e Samwell alcançam o grupo na Fortaleza de Craster. Sam fica incomodado quando os outros o chamam de “Matador” e Grenn não entende o motivo, visto que “Matador” é um bom nome, mas Sam explica que o apelido serve apenas para debochar dele e Grenn diz que se forem seus amigos que o chamem assim, não há problema algum.[5] Grenn está presente no jantar de despedida que Craster organizou, contudo, desesperados pela fome e cansaço, alguns dos seus irmãos juramentados se revoltam pela pouca comida e, continuarem assim, vão todos morrer. O Velho Urso tenta acalmá-los, mas não conseguem impedir o Motim na Fortaleza de Craster. Temendo por suas vidas, Grenn e outros companheiros escapam para a Muralha depois do assassinato do Senhor Comandante Mormont, mas não conseguem levar Sam com eles.[5]

Grenn, Eddison Tollett, Gigante, Doce Donnel Hill e outros homens conseguiram chegar no Castelo Negro. Quando Jon Snow chega ferido por uma flecha na perna após abandonar os selvagens na Coroadarrainha com a ajuda de Verão (o Lobo gigante de Bran Stark), Grenn e Pyp informaram-no sobre a Batalha do Punho dos Primeiros Homens e sobre Sam ter matado um Outro, antes de ter sido abandonado na Fortaleza de Craster.[17] Jon informa a que a Muralha vai ser atacada por selvagens pelo sul e Grenn e Pyp ajudam aldeões de Vila Toupeira a procurar refúgio do ataque dos selvagens liderados por Styr, o Magnar dos Thenns.[18] Com a chegada de Mance Rayder, durante a Batalha de Castelo Negro, Jon Snow assume a liderança temporária após a morte de Donal Noye e defende a Muralha com a ajuda dos poucos homens que ali estão, dentre eles Grenn, Pyp, Barricas, Cetim, Cavalo, Owen Idiota, Tim Língua-Presa, Mully, Bota Extra, Alyn Vermelho e outros homens. Grenn empurra os barris de óleo ferventes[3] e pedras esmagadas[19] da Muralha para conter os Selvagens. Jon deixa Grenn[3] ou Pyp[19] no comando da Muralha, quando Jon precisa desce para o Castelo Negro.

Após a Batalha de Castelo Negro, quando Samwell Tarly finalmente retorna ao Castelo Negro com Goiva, seus amigos Grenn e Pyp o recepcionam com sorrisos, fortes abraços e brincadeiras, informando Sam sobre Melisandre, os Homens da Rainha e a Luminífera. Mais tarde, Sam confessa a seus amigos sua preocupação sobre a eleição do nonacentésimo nonagésimo oitavo Senhor Comandante da Patrulha da Noite, já que Janos Slynt vem ganhando cada vez mais votos, então Grenn e Pyp incentivam-no a convencer Cotter Pyke e Sor Denys Mallister (dois candidatos que se odeiam e que possuem mais votos) a apoiarem-se para ganhar eleição, já que Sam é o mais adequado para a missão, pois tem mais prestígio que eles, já que é de nascimento alto, intendente de Meistre Aemon e matou um Outro.[20] Quando Jon Snow foi eleito nonacentésimo nonagésimo oitavo Senhor Comandante da Patrulha da Noite, Grenn, Pyp e Sam felicitam o bastardo e confessam que influenciaram na votação que o elegeu.[21]

O Festim dos Corvos

Grenn reclama que Jon não tem sido o mesmo desde que foi escolhido o novo Senhor Comandante da Patrulha da Noite.[22]

A Dança dos Dragões

Grenn é visto sentado com Pyp e os outros na sala comum. Eles convidam Jon para sentar com eles, mas ele se recusa. O Senhor Comandante resolveu mandar Grenn e Pyp para Atalaialeste do Mar, assim como Halder e Sapo para Torre Sombria.[23]

Citações

Citações de Grenn

Grenn: Deixe que chamem você de Matador, e daí?

Sam: Nunca gostou que Sor Alliser o chamasse de Auroque

Grenn: Ele estava dizendo que eu sou grande e estúpido. Mas se o Pyp quisesse me chamar de Auroque, poderia. Ou você, ou o Jon. Um auroque é um animal feroz e forte, por isso não é assim tão ruim, e eu sou grande, e estou ficando maior. Você não gostaria mais de ser Sam, o Matador, do que o Sor Porquinho?[5]

— Grenn e Samwell Tarly
Jon: Grenn, a Muralha é sua.

Grenn: Minha?

Pyp: Dele?

Grenn: Mas o que é que eu faço se os selvagens voltarem a atacar?

Jon: Pare-os.[3]

Jon Snow deixa o comando temporário da Muralha para Grenn

Citações sobre Grenn

Pyp costumava provocar Grenn por ter a cabeça-dura como a muralha de um castelo (…)[5]
Samwell Tarly em pensamentos
Grenn tornara-se muito diferente do grande e desajeitado rapaz de pescoço vermelho de quem Jon ficara amigo. Tinha crescido quinze centímetros, o peito e os ombros tinham se alargado e não cortava o cabelo e a barba desde o Punho dos Primeiros Homens. Isso dava-lhe um aspecto tão enorme e hirsuto como se fosse um auroque, a alcunha zombeteira que Sor Alliser Thorne tinha colado nele durante o treino. Agora parecia cansado, porém.[3]
Jon Snow em pensamentos
Sor Alliser costumava chamá-lo de Auroque, e cada dia que passava ele parecia crescer um pouco mais para dentro da alcunha. Chegara à Muralha grande, mas lento, de pescoço e cintura grossos, com o rosto vermelho e desajeitado. Embora o pescoço ainda se ruborizasse quando Pyp lhe fazia alguma brincadeira, horas de trabalho com a espada e o escudo tinham lhe endireitado a barriga, endurecido os braços, alargado o peito. Era forte, e também desgrenhado como um auroque.[4]
Samwell Tarly em pensamentos

Na série de televisão

Veja também: Imagens de Grenn em Game of Thrones

Aparições

Aparições na 1ª Temporada de Game of Thrones
Winter Is Coming The Kingsroad The Wolf and the Lion
A Golden Crown
Aparições na 2ª Temporada de Game of Thrones
What is Dead May Never Die Garden of Bones
The Old Gods and the New A Man Without Honor Blackwater
Aparições na 3ª Temporada de Game of Thrones
Kissed by Fire
The Climb The Bear and the Maiden Fair Second Sons The Rains of Castamere Mhysa
Aparições na 4ª Temporada de Game of Thrones
Two Swords The Lion and the Rose
The Laws of Gods and Men

Sobre a página

Esta página utiliza conteúdo baseado em Grenn, um artigo de A Wiki Of Ice And Fire.

Referências